Arquivo

Arquivo da Categoria ‘artigos’

A verdade sobre Sonic & Knuckles 3D

Nesta semana,  a partir do dia 23 de Agosto, um vídeo de 47 segundos caiu como uma bomba na Internet. A fase Mushroom Hill Zone, originária do game Sonic 3 & Knuckles (Mega), fantasticamente refeita em 2.5D:



O vídeo tem como autoria o australiano Robert Medina, sob o nickname BlobVanDam. Como vemos, os gráficos são soberbos:  a movimentação de cenário, animação de elementos gráficos, detalhes como folhas levantando quando Sonic corre, efeitos de luz incríveis que saltam da vegetação ao fundo, etc. O som é muito bom e a jogabilidade aparenta precisar de alguns ajustes.

Não demorou muito para blogs de games do mundo todo noticiarem o misterioso vídeo. A maioria achou se tratar de um fangame, outros de um viral da própria Sega para promover algum novo game do ouriço, e alguns ainda diziam que o vídeo era fake.

Leia mais…

Categories: artigos, notícias

A incrível coleção de arcades de Michael Jackson

Que Michael Jackson gostava de games todo mundo já sabe. Que ele fez um filme chamado “Moonwalker“, que se tornou game em várias plataformas também. O que talvez nem todos saibam é que ele tinha uma coleção enorme e impressionante de arcades dos mais diversos tipos e épocas – e que provavelmente poucas pessoas chegaram a conhecê-la de fato.

Leia mais…

Categories: Arcade, artigos, curiosidades

Alguém lembra? Playgame, com Gugu Liberato

Infelizmente eu era muito novo para lembrar, mas parece que o SBT também teve seu programa de games, apresentado pelo (até então) garoto-propaganda da emissora: Gugu Liberato, que na época fazia esse e uns outros 50 programas na rede do Senor Abravanel.

Diferente de outras atrações relacionadas a videogames, os registros são escassos, e o único vídeo disponível é esse trecho retirado de uma reportagem sobre os 25 anos de carreira do apresentador.

O programa, patrocinado pela Tectoy, tinha quadros envolvendo competições entre jogadores, outras brincadeiras, e o  quadro do Chroma-Key ilustrado acima.

Publicidade, cheia de gírias descoladas

Apesar de parecer bem tosco, devia ser muito divertido assistir nas tardes de domingo essa jóia, ainda mais com os característicos ataques do Gugu gritando “Pontoooooooooo!”

A Sega na F1 de Ayrton Senna – Parte 1

Com a passagem de mais um primeiro de Maio neste ano em especial, quando o maior piloto brasileiro de todos os tempos (e pra muitos o maior da história da F1), Ayrton Senna, completaria 50 anos eu, mcs (Marcos Valverde) e o 00Agent (Rafael Fernandes), fizemos uma matéria dividida em duas partes sobre a relação supersônica entre Sega e Ayrton Senna. Nesta primeira parte abordamos a incursão de Senna nas pistas virtuais de Super Monaco GP II, além das motivações e estratégias que levaram a esse encontro. Na segunda parte, veremos como a Sega resolveu entrar de cabeça no mundo da F1, tendo de novo Ayrton Senna como personagem principal.

.Ler a matéria (Parte 1) >>


Categories: artigos, Mega Drive

Especial: 20 Anos de Mega Drive

No dia 29/10/1988 chegava às lojas do Japão o videogame de quarta geração da  Sega, o Mega Drive que ganharia o nome de Sega Genesis nos Estados Unidos. O console que com o tempo ganha dois novos hardwares: o Sega CD e o 32X, viria a acabar oficialmente em 1998, mas ainda continua em produção no Brasil. Para comemorar a data, dois artigos:

O console e periféricos que abrange os hardwares lançados para o videogame.

12 série de games que você devia conhecer com 12 séries (com mais de um game) que mereceram destaque na história do console.

Categories: artigos, Mega Drive

Proibição de jogos e febre dos tribunais

Rodrigo Castropor Rodrigo Castro

.

Proibição do jogo “Bully” no Brasil. Pois é, também falarei disso, dando uma opinião personalíssima dessa proibição (influências do meme e seu caráter pessoal?).

.

Aqui no Brasil, somente esse ano, já será o terceiro jogo proibido, depois de Counter-Strike e Everquest. E é mais um caso de “achismos” e chamamentos à (falsa?) moralidade, além da notória e completa falta de conhecimento acerca do assunto tratado, quando falam de games. Lembram-se quando o Everquest foi proibido pelo Juiz Federal Carlos Alberto Tomaz, da Justiça de Goiás, sem sequer comercializado no Brasil é? Assim como o mesmo juiz, na sua decisão (copiando quase literalmente a mesma que proibiu a venda de Doom, MK, etc, em Minas Gerais) exigindo a retirada de “[…] de quaisquer livros, encartes, revistas, CD Rom’s, fitas de vídeo-game ou computador do jogo […]”? Temas esses já discutidos na comunidade?

Continuar lendo>>

Categories: artigos