Arquivo

Arquivo da Categoria ‘sistema’

Cinco locais não marcados no mapa em GTA San Andreas

openpizzaGTA San Andreas ainda conta com a sua quota de segredos e cada vez teremos mais posts sobre GTA e se tudo der certo, chuto que teremos algo em torno de 3 ou 4 posts com esse tema neste ano, com assuntos diferentes, principalmente coisas que não são tão simples de encontrar.

No de hoje, veremos lugares que foram “esquecidos” de incluir no mapa por qualquer motivo. Há muitos lugares não indicados no mapa que não incluiremos aqui: clubes privé, restaurantes acessíveis ou não e lojas 24/7, os que vamos deixar aqui são especiais, tendo apenas um ou outro esquecido.

.

Leia mais…

Categories: PC, segredos

Três jogos gratuitos similares a Super Smash Bros.

ssb

Não, não é desse que falaremos

A série Super Smash Bros. surge em 1999 com o objetivo de uma dream match entre os personagens da Nintendo (e recentemente com convidados de outras empresas). A versão inicial foi para Nintendo 64, em versões para GameCube, Wii, WiiU e 3DS. No caso aqui, são jogos para baixar e jogar no PC a exceção de um que é no emulador.

E quais são as características do jogo? De forma bem simples: cenário limitado, o que te faz cair muitas vezes, controle analógico, personagens de jogos e cenários relativos aos mesmos, além de lutas para 4 personagens. Os jogos aqui não são exatamente iguais a Super Smash Bros: são homebrews que tiveram uma grande inspiração nele. Um pequenino presente de Natal para vocês!

Leia mais…

Categories: hacks, Mega Drive

Virtua Fighter [Arcade/Saturn/32X]: o antigo protagonista

Fighters_Megamix_H3

Siba no Fighters Megamix

Virtua Fighter, que foi o jogo de luta pioneiro 3D, era para ter um protagonista diferente. Atualmente, considera-se que o protagonista (e principal figura da série) seja o japonês Akira Yuki, mas bem antes disso, o protagonista não seria dessa nacionalidade.

Originalmente, seria chamado de Siba (??, Shiba) era um lutador árabe usando turbante, camiseta branca aberta no peito (ao estilo de galã de filme dos anos 80), cinto azul e calça verde, além de lutar descalço. Ele, por fim, voltaria a lutar no Fighter Megamix, que coloca personagens de Virtua Fighter contra os de Fighting Vipers, de Sega Saturn, muito mais como uma homenagem do que a volta do personagem para a série, que dessa vez não luta com mãos nuas, mas sim, munido de espada. Não achei razões para o motivo dele ser retirado, mas o site Hardcore Gaming 101 conta que ele não era muito popular durante a fase de playtest. Daichi Katagari, que era o coordenador do jogo, revelou ter uma “quedinha” pelo personagem, mas nunca mais foi utilizado. Veja abaixo várias imagens do beta:

Leia mais…

Categories: Arcade, beta, Saturn

Jardins secretos no GTA San Andreas

kimonohÀs vezes, passeando pelo GTA San Andreas, é normal encontrar lugares os quais você nunca passou antes. esses lugares que vou postar não tem nada de mais para qualquer pessoa, mas são lugares de difícil acesso, geralmente jardins e que só podem ser alcançados com o jetpack, qualquer um dos veículos aéreos ou pára-quedas. É bom lembrar que estamos falando de telhados bizarros e não de Vamos a eles:

.

Leia mais…

Passagem Pirata #07 – Especial Street Fighter nos 8 bits

A PassagemPirata2
sfPraticamente encerrando a série sobre jogos piratas no NES, vamos falar de Street Fighter. Dessa vez, não tão somente no NES, mas também nos 8 bits da SEGA. Dessa vez, não teve enquete já que ele perdeu para os outros dois candidatos: Os da SNK e Mortal Kombat. Os jogos de Street Fighter são os pais dos jogos de luta pirata, já que é com a engine de jogos como o Master Fighter II é que foram feitos os outros jogos como os Mortal Kombat citados na sua parte. Uma matéria que pode ser usada de apoio aqui é essa, sobre como as revistas viam os jogos piratas. Assumo que a minha vontade aqui era fazer um vídeo, mas não tenho recursos para tal.

Leia mais…

O mapa dos UFOs de GTA San Andreas

ufo_gta-san-andreas-map-torenos-placeJá falamos sobre o mapa dos UFOS de GTA SA aqui, em que ele está presente tanto no Lil’Probe Inn quanto no rancho Toreno. O mapa apresentado é o beta do jogo e apresenta uma ilha que, assumimos, era uma versão de Alcatraz que realmente se situava na baía de San Francisco. Ao final do post tem um vídeo que mostra as diferenças entre o beta e o final. Nesse mapa sete há pontos grandes que indicariam a presença de UFOs, isso explicando a sua presença no Lil’ Probe Inn. Aqui, vamos investigar o que há em cada um dos lugares indicados.

De cima para baixo, vamos conferir um de cada vez.

Leia mais…

O grande segredo de Uncanny X-Men (NES)

60515-the-uncanny-x-men-nes-screenshot-title-screen-which-cyclesNão há dúvidas de que esse jogo seja um dos piores do NES e ao que parece, fez sucesso no Brasil. Nesse jogo, com visão por cima (de certa forma, lembra um shump livre) você começa escolhendo a fase: “Pratice”, “Futurecity Street Fight”, “Subterranean Confrontation”, “Search & Destroy the RoboFactory” e “Battle trough a living starship”. Logo depois, deve-se escolher dois personagens entre esses da lista, mesmo se for para 1 jogador: Wolverine, Cyclops, Nightcrawler, Iceman, Colossus, Storm e Wolverine. Esqueci de dizer o porquê do jogo ser ruim: Um dos motivos é que ele foi feito pela LJN, os gráficos são fracos e repetitivos, só temos tiros para todo lado contra inimigos estranhos. Veja abaixo a resenha do Angry Videogame Nerd (tradução de Mangekyou do blog Nerd Uai!)

Leia mais…

Categories: Nes, segredos

Cinco mensagens que programadores revoltados deixaram nos jogos [1]

mensagensescondidasUm programador de jogos dos anos 80/90 devia ter uma rotina frustrante, na qual eram horas dedicadas ao trabalho, com pressão para lançarem rápido o jogo (um exemplo? ET) sendo que quase que a programadora envolvida com o cancelado Sonic X-treme quase veio a falecer devido á pressões da Sega. Então, muitas vezes esses programadores resolvem extravasar contra esses chefes chatos ou contra hackers que possam mexer nos códigos dos programas. Então, eles deixam na linha de código isso, ao invés de expressar isso na imprensa, já que entrevistas com programadores nesse período era algo bem raro, mesmo em revistas especializadas, à exceção de revistas europeias sobre jogos de computador.

Leia mais…