Arquivo

Arquivo da Categoria ‘Nintendo’

Vídeo – Relembrando International Superstar Soccer 64

Mais um vídeo da série “Virtua Gamer”, da qual falo de assuntos variados sobre games antigos e (quem sabe um dia, a geração atual também) de forma bem rápida, dinâmica, informativa, humorística, mas sem perder a nostalgia (caramba, tudo isso?). Dessa vez, o jogo em questão é o International Superstar Soccer 64, um clássico do futebol de videogame!

Se gostar e tiver pena de minha pessoa, curta, compartilhe e se inscreva no meu canal. Já se você odiar, não esqueça de justificar o porquê, ok?

Até o próximo vídeo que… Bem, já dei uma pista do que vai ser 😛

PS: Um dia troco essa imagem do vídeo no youtube. Está meio zoada, mas eu sou editor, não designer 🙁

Categories: N64, videocast

15 anos de International Superstar Soccer 64

Ok, agora sinto o peso da velhice. Mas a idade ainda não apagou minhas memórias sobre este que, sem dúvida, foi um dos cartuchos que mais assoprei para que funcionasse no meu Nintendo 64. Após passar horas e horas jogando Fifa 97 no Mega Drive, minhas referências sobre futebol em videogame deram um enorme salto ao mesmo tempo em que transitava de uma geração a outra; ou seja, não obstante estar deslumbrado com os gráficos poligonais espetaculares que só o 64-bit da Nintendo poderia gerar, agora estava de boca aberta com o que ISS possibilitava fazer em termos de jogabilidade e diversão. Leia mais…

Categories: artigos, N64

Grand Theft Auto: o Blue Hell

O “Blue Hell” (ou seja, Inferno Azul) é chamado assim pelos jogadores por estar situado abaixo do nível normal do solo nos jogos GTA. Apesar desse termo propriamente do GTA, tenho uma notícia para vocês: todo jogo construído em ambiente 3D possui um BLue Hell! Importante: Blue Hell é uma coisa, está situado abaixo do solo. Interiores escondidos é outra: está situado bem acima do limite de altura do jogo (isso no GTA San Andreas). No futuro, faço um artigo falando exclusivamente dos Interiores escondidos.

Uma dica para quem joga as versões para PC: Baixe um Trainer e peça para capturar o local que você está (as coordenadas X, Y, Z). Isso feito, reduza o valor de “Z” um pouco. Pronto, você vai cair no Blue Hell!

Leia mais…

Passagem Pirata Especial: Os termos dos games

Muitas vezes os termos dos jogos piratas confundem as pessoas. Isso se deve ao fato de que há vários termos semelhantes entre si. Muitas vezes há a acusação de um jogo ser pirata enquanto ele não é e também o contrário acontece. Por isso, uma explicação rápida dos jogos que sempre entrarão. O único que não é pirata nessa lista é o Hack oficial e depois explico o porquê dele estar aqui.

Leia mais…

Passagem Pirata #03 – Os jogos do futebol peruano!


Passagem Pirata está de volta! O vencedor da enquete anterior foi o jogo Futebol Descentralizado #93 para Super NES, mas como não há tanta coisa assim a falar do jogo, resolvi falar de mais dois jogos que foram feitos no Peru e que abrangem o campeonato peruano também. Fico devendo o Fútbol Peruano 97 que é baseado no International Superstar, mas o falarei em um futuro post no qual cobrirei os piratas do International Superstar Soccer Deluxe.

Resultado final da última enquete:

 

Leia mais…

Categories: Passagem Pirata, Super Nes

A Agonia (ou Tragédia) de Doha e o Super Formation Soccer’94

Eliminatórias Asiáticas para a Copa de 1994

Antes da última rodada, classificavam dois times e quem liderava era o Japão com 5 pontos e 3 gols de saldo e em segundo lugar, Arábia Saudita, com a mesma quantidade de pontos. Atrás, na sequência, todos com 4 pontos: Coreia do Sul, Iraque e Irã. Em último lugar, a Coreia do Norte com 2 pontos. Essa última fase foi toda disputada em Doha, no Catar. Na época, a vitória valia 2 pontos e não 3, como atualmente.

Leia mais…

Linha do tempo de The Legend of Zelda finalmente aparece!

UPDATE: O grande Johnny “ManoGalo” fez a tradução da linha do tempo! YAY!

Zelda é uma das franquias mais bem sucedidas da história. Arrisco até a afirmar que é a melhor – pelo simples motivo de Ocarina of Time ser sempre lembrado como um dos melhores jogos de todos os tempos. Nem sempre foi assim, mas não vamos contar com aquelas porcarias lançadas pela Phillips nos anos 90.

Fato é que nunca ninguém tinha explicado a linha do tempo da história. O que vem depois do Link’s Awakening? E onde se encaixa o Ocarina of Time e Majora’s Mask? Todos os jogos estão interligados em uma única história?

 

Leia mais…

Como seria a trilha sonora de Donkey Kong Country no Mega Drive

É sempre interessante quando pessoas se dedicam a experimentos como esse, não somente porque trazem uma nova abordagem de músicas imutavelmente clássicas, como também reafirmam de que a diferença entre os chips sonoros do Mega Drive e Super NES eram mais questão de gosto do que por parecer técnico – apesar do console da Nintendo levar realmente uma certa vantagem neste último aspecto.

Diante das discrepâncias de som entre os dois consoles, o misterioso Mixer Productions adaptou as músicas de Donkey Kong Country originalmente eternizadas por David Wise no Sony SPC700 do Super Nintendo para o Yamaha 2612 do Mega Drive. Utilizando timbres de jogos como Ristar e Ecco the Dolphin aliados aos samples (sons pré-gravados) de diversos outros jogos do console da Sega, o músico fez uma transição muito interessante das faixas, que, apesar de contarem com recursos de produção musical muito mais avançados e eficientes que os artistas em 1994 teriam à disposição para o Mega Drive, ainda nos fazem pensar como seria uma possível adaptação naquela época.

Leia mais…

20 anos de Super Nintendo – Parte 4

Este post é parte do especial “20 anos de Super Nintendo” que comemora os 2o anos de lançamento do console. São ao todo cinco posts, onde cada membro do site comenta sobre os três games mais importantes do console em sua vida, sendo organizados por um índice geral.

 

A Nintendo nunca foi minha empresa favorita, muito menos os jogos que saiam na época me interessavam tanto quanto aqueles da sua concorrente SEGA. Não sei dizer o porque – afinal, quem sabe dizer? – mas de certo tudo que joguei do SNES foi depois de me tornar um velho e chato. Então minha visão dos jogos vem descarregada totalmente de uma nostalgia, já que não tive contato algum com um SNES até os meus 13 anos. E nunca fui o feliz dono de um. Mas isso não é problema!

Leia mais…

20 anos de Super Nintendo – Parte 3

Este post é parte do especial “20 anos de Super Nintendo” que comemora os 2o anos de lançamento do console. São ao todo quatro posts, onde cada membro do site comenta sobre os três games mais importantes do console em sua vida, sendo organizados por um índice geral.

Minha história com o Super Nintendo enquanto console, se resume em um jogo: International Superstar Soccer Deluxe. Joguei muito tanto ele quanto as muitas versões piratas que circulavam por aí. Esses jogos eu só joguei com o uso de emulador, apesar de já conhecê-los a partir de revistas e todos são muito bons. Se na época tivesse um Super Nintendo, com certeza teria todos eles.

Leia mais…

20 anos de Super Nintendo – Parte 2

Este post é parte do especial “20 anos de Super Nintendo” que comemora os 2o anos de lançamento do console. São ao todo quatro posts, onde cada membro do site comenta sobre os três games mais importantes do console em sua vida, sendo organizados por um índice geral.

Cá estou, Flavio Master, na segunda etapa de nossas homenagens ao 16 bits da Nintendo. Está na cara que não vai dar pra lembrar dos games mais queridos de todos, até porque já está mais do que provado que a maioria de nós são uns “Seguistas lazarentos”, mas é impossível ignorar um console com a projeção e a história na cultura gamer que o SNes teve. E minhas escolhas são baseadas menos em parâmetros técnicos e mais na emoção e diversão que estes jogos me proporcionaram, embora alguém possa achar que estou pagando de alternativo ou imitando o Talude. Enfim, chega de conversa mole, ao post!

Leia mais…

Categories: artigos, especiais, Super Nes

Passagem Pirata #2 – Somari e Sonic (NES)

Somari the Adventurer ganhou a enquete anterior por apenas um voto de diferença em relação ao segundo colocado que foi o Mortal Kombat II (que na verdade é baseado em Mortal Kombat 1). Wait and see começou na liderança, mas perdeu fôlego e ficou na última posição. Esse jogo parte de uma premissa simples, que é adaptar o Sonic do Mega Drive para o NES.

Confira o resultado da votação:

Leia mais…