Daruma como inimigo em dois jogos da Sega

Jogos utilizados:

Teddy Boy Blues – Yohko Ishido (JP) (Arcade, 1985)
Alex Kidd in Miracle World (JUE) (Master System, 1986)
Teddy Boy Blues (JP), Teddy Boy (UE) e Geraldinho (B) (Master System e SC-3000, 1985)
Teddy Boy (JP) (Mega Drive, 1992) Nunca lançado

Vou usar o jogo Teddy Boy para representar dois elementos da cultura japonesa: o primeiro é o popular, com o Daruma, nesse artigo e o segundo, a de massas, com a cantora Yohko Ishino.
Para quem não sabe, Daruma é a representação de Boddidharma, o fundador e primeiro patriarca do zen-budismo. É um boneco de papel maché no qual é dito que ele realiza desejos, para isso deve pedí-lo no momento em que se pinta o primeiro olho, quando ele realizar, deve se pintar o segundo e mandar para um templo budista para ser queimado em um ritual de purificação, o que ocorre no final do ano japonês. Há também a representante feminina, ehime daruma (princesa daruma) em alguns lugares do Japão. Outra representação do daruma é o otoshi que é um jogo que consiste de algumas figuras no qual se deve retirar na seguinte ordem: a cabeça humana, o azul, o verde, o amarelo e o vermelho nessa ordem com um martelinho.


Budiddharma em posição de meditação, daruma sem olhos pintados, ehime daruma e daruma otoshi

O daruma aparece em ambas as versões com o mesmo sprite, mas com a diferença de que ele aparece em conjunto no Teddy Boy. Aqui ele aparece na tela de abertura do jogo do arcade tocando saxofone:

E na fase de bônus:

Dentro do jogo normal no Teddy Boy Blues do arcade, Teddy Boy e Geraldinho de Master System.

Em compensação, na versão nunca lançada para Mega Drive, ele foi substituido por bolas de praia.

E, no Alex Kidd:

Uma comparação entre eles:

Em cima: Alex Kidd in Miracle World e Teddy Boy de Master System
Embaixo: Teddy Boy de arcade

  1. 25, junho, 2008 em 23:44 | #1

    Por que sera que a Sega colocou uma santidade japa para ser destruida no jogo? O_o

  2. 8, julho, 2008 em 22:00 | #2

    Bem legal Talude. É muito legal essas nuances dos jogos japoneses que a gente inconscientemente percebe ser comum a vários jogos (já que faz parte da cultura local), mas que não paramos para nos perguntar que raio é aquilo (isso me lembra o dopefish… :D).

  3. 8, julho, 2008 em 22:07 | #3

    "Por que sera que a Sega colocou uma santidade japa para ser destruida no jogo? O_o"

    —————————————————————————-

    Porquê pela cultura japonesa isso é divertido. 😛

    E leia lá no começo da matéria: eles são destruídos ao final do ano mesmo.

Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: