Página Inicial > variedades > Hyperspin – A interface definitiva de todos os emuladores

Hyperspin – A interface definitiva de todos os emuladores

Essa é uma dica para quem curte emulação e já se desfez dos consoles originais. Já imaginou ter um arcade com todos os emuladores de todos os consoles existentes, e todos os jogos, com direito a um menu mostrando a artwork e um vídeo do gameplay de cada um deles? Isso existe! O Hyperspin é um projeto cujo objetivo é reunir em um só lugar todos os jogos de todos os consoles, numa interface super fácil de acessar. É o frontend definitivo para os retrogamers.

Como se pode ver pelo vídeo, a interface é super bem feita – produzida em Flash – e torna o acesso aos jogos muito mais fácil. É uma ótima para quem deseja experimentar os jogos interessantes de um sistema sem precisar ter que entrar em cada game para conferir.

O sistema ainda permite uma compatibilidade legal para montar o seu próprio arcade. Ia ficar genial colocar um desses no boteco, não é?

O interessante é que o Hyperspin não se limita apenas a emuladores; dependendo das configurações, ele também pode servir até mesmo de media center. Tudo customizável.

Todos os temas, vídeos, imagens e roms compatíveis estão disponíveis para baixar, assim como tutoriais que mostram como montar a sua própria interface e, caso queira, até seu próprio tema para um jogo específico – você pode trocar o vídeo do gameplay de Altered Beast por este vídeo, por exemplo. Já aviso logo que não é para qualquer um: o Hyperspin completo, com tudo, ocupa mais ou menos uns 1.7 Terabytes, isso excluindo alguns sistemas mais modernos. Mas também dá para colocar apenas os consoles desejáveis; no meu caso, só peguei os emuladores e frontends de Mega Drive, Super Nintendo, Arcade, e alguns outros.

Caso se interesse, tutoriais em português é o que não faltam, como esse aqui

Site Oficial do projeto

Jornalista de games, editor de vídeo e estudante de Audiovisual, escreve atualmente para a Revista OLD! Gamer. Além dos joguinhos, também dá pitacos sobre cinema, TV e tecnologia; sempre acreditando que a ironia é a melhor forma de sinceridade. Ouve Game Music e trilhas sonoras de filmes durante a maior parte do tempo, mas jura que é uma pessoa legal. Seguista, badernista e exorcista.

Twitter YouTube 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categories: variedades
  1. Eduardo Shiroma
    8, agosto, 2010 em 15:11 | #1

    Noooooooossa, que louco! Eu não li o tutorial, mas esse frontend deve necessitar de uma máquina com uma baita configuração para "rodar suave", não?

    E essa interface é um deleite para os olhos!

    • 00Agent
      8, agosto, 2010 em 15:29 | #2

      Olha cara, testei numa Pentium 3.0 HT com 2 GB de RAM e 256 de vídeo, e a interface só dá umas travadinhas no começo de cada vídeo!
      Dá pra deixar tudo fluindo se separar uma máquina dedicada com essas configurações para o emulador, creio eu. É só um palpite, também! hehe

      • Eduardo Shiroma
        9, agosto, 2010 em 10:02 | #3

        Realmente, tem de se dedicar uma máquina só para essa tarefa, porque senão iria ficar difícil!

        E se na sua máquina já deram umas travadinhas, nem quero imaginar no meu notebook! Hahahaha! Acho que vou passar por enquanto!

  2. 8, agosto, 2010 em 17:49 | #4

    Show! Lembrei também de um sisteminha um pouco maior, o KEEP, onde cientistas tentam a emulação não só de games, mas de quase todo tipo de arquivo digital. Segue o link para quem quiser dar uma lida ha mais! http://migre.me/13ifl

    • 00Agent
      8, agosto, 2010 em 18:14 | #5

      "Um pouco maior"? Isso aí é infinitamente mais ambicioso que o Hyperspin. Se bem que, unindo a interface de um com a capacidade do outro de emular qualquer coisa, aí sim, teríamos o multi-plataforma definitivo!

  3. 8, agosto, 2010 em 19:00 | #6

    Eu conhecia esse hyperspin, certamente é o the best como dizem por aí (pra colocar dentro de um home-arcade & home-made). Após o SuperConsole, este é o projeto que mais me atrai. Seu post só serviu pra mexer com quem está quieto 🙂

    • 00Agent
      8, agosto, 2010 em 19:05 | #7

      Então cara… O post foi meio que uma indireta a você sim, rsrsrs

  4. 8, agosto, 2010 em 20:10 | #8

    Cara, muito legal esse front-end! Realmente dá muita vontade de sair jogando depois de ver uma "chamada" tão atrativa dos jogos.

    Mais de 1 Tera não é pra qualquer um mesmo, mas também acho que o certo é escolher uns dois ou três sistemas que vc mais gosta e boa.

    Há um front-end francês que gosto muito, agora me fugiu o nome, também muito bom. É meio diferente: bem mais leve e é mais direcionado pra PC mesmo.

    Espero ter um desses instalados na minha máquina até o ano que vem, com vários emuladores.

  5. 22, setembro, 2010 em 00:40 | #9

    Fiquei curioso com o último vídeo, bem no final aparece "Pinball Classics" – o que seria isso ? future Pinball ou um emulador voltado para pinballs que pelo menos eu nunca ouvi falar 😛 ?

    • 00Agent
      22, setembro, 2010 em 06:16 | #10

      Se não me engano, esse aí deve ser o PinMAME32. Também nunca tinha visto antes desse vídeo, e parece genial!

  6. Pedro MM
    2, outubro, 2010 em 16:49 | #11

    Bom, eu baixo de http://www.emuladorpsp.com
    muitas Roms, Emuladores e jogos. Tambem da pra
    jogar online.
    È muito rox..

  7. 007 Super Fan
    22, agosto, 2011 em 22:31 | #12

    nossa muito loko, tanto jogo que tenho aki no kawaks, neo geo, gens, project64, snes9x…

    Pergunta: ele tem GoldenEye?

    • 22, agosto, 2011 em 22:35 | #13

      Deve ter na versão Nintendo 64 da interface… Mas nunca parei para ver como que é. Deve ter algum vídeo no youtube mostrando…

  8. 007 Super Fan
    22, agosto, 2011 em 22:36 | #14

    prefiro baixar 3000 emuladores… 1.7 TERAAAA????!!!! TA MALUCO??

    • 22, agosto, 2011 em 22:46 | #15

      Hahahaha! É, infelizmente está um pouco fora do alcance mesmo… Mas, no meu caso, eu só peguei as de Mame e Mega Drive. Deu bem menos que isso.

  9. Gil Guilherme
    19, julho, 2012 em 17:17 | #16

    Alguém saberia dizer onde posso baixar esses 1.7 Tera, com tudo configurado, inclisive com as ROMs?

    • 19, julho, 2012 em 21:16 | #17

      Olá Gil.

      Não sei se o Rafael conhece algum endereço específico, mas é uma boa idéia iniciar pelos links do post.

    • 19, julho, 2012 em 23:49 | #18

      Eu perdi todos os links desde que eu fiz o post, mas é bem provável que você encontre para baixar via torrent. E provavelmente não estará configurado 100%, ou seja, deve dar trabalho. Existem alguns tutoriais na internet espalhados aí, basta dar uma procurada e ter tempo para seguí-los corretamente.

  10. tony
    19, janeiro, 2015 em 21:46 | #19

    Olá,estou interessado em adaptar todo este sistema em um console externo,como se fazendo meu próprio videogame com tudo isso,semelhante ao atual Infanto que existe no mercado,quero fazer um superior,com todos os consoles que o Infanto tem mais o do Playstation 1,nintendo 64, dreamcast e sega saturn. (Nunca na minha vida vou jogar todos os jogos,mas me sinto bem sabendo que eles estão lá)!!
    Se puder me dar uma mãozinha…
    😉

    • 2, fevereiro, 2015 em 17:24 | #20

      Usar o Hyperspin num console adaptado para emuladores?

      Não sei como fazer isso, mas boa sorte na empreitada! 🙂

      E mande uma foto caso consiga.

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: