Página Inicial > segredos > O jogo perdido SimRefinery da Maxis é encontrado após 28 anos!

O jogo perdido SimRefinery da Maxis é encontrado após 28 anos!

SimRefinery - tela inicial

Todo mundo conhece ou já jogou algum game da franquia Sim da saudosa Maxis: SimCity, The Sims, SimPark, SimFarm, SimEarth (esse eu adorava!) e tantos outros Sims do estúdio criado por Will Wright e Jeff Braun. O que pouca gente sabe, porém, é que a Maxis criou sob encomenda há 28 anos um game da franquia para uso estritamente empresarial , o simulador de refinarias de petróleo SimRefinery, que nunca foi lançado no mercado de games. O raríssimo jogo era considerado como perdido para sempre até há alguns dias.

Após o sucesso estrondoso de SimCity a Maxis estava sendo procurada para criar projetos de simuladores para uso em aplicações reais. Para atender a esta demanda, em Julho de 1992, ela compra a desenvolvedora Delta Logic e a transforma na Maxis Business Simulations, a divisão da Maxis para criação de jogos de simulação para o mercado empresarial.


O simulador de refinaria


O primeiro projeto da nova divisão da Maxis foi o SimRefinery, simulador de refinaria de petróleo criado sob encomenda da petrolífera Chevron. A ideia era que o game pudesse ensinar aos funcionários de sua refinaria de petróleo em Richmond, California, a dinâmica de uma refinaria de petróleo.

Will Wright e Jeff Braun pousando ao lado de SimRefinery
Will Wright e Jeff Braun pousando ao lado de SimRefinery

O que se sabe é que o game foi pouco utilizado na empresa, parte em função da crise em que ela passava na época, e em parte pela falta de refinamento (desculpem o trocadilho) do jogo segundo veículos especializados da época, que o rotularam como um “protótipo que carecia de melhorias”.

De fato, SimRefinery era um protótipo ainda não finalizado quando foi entregue à Chevron. Há, inclusive, rumores de que a própria petrolífera tenha continuado com o desenvolvimento do jogo sem a participação da Maxis nos anos seguintes.

Após seu fracasso, o simulador ainda seria utilizado de forma bem tímida no setor de engenharia da Universidade da Califórnia. Vinte e oito anos se passaram e após várias tentativas frustradas de encontrar SimRefinery, o game foi considerado como perdido por todos.


Encontrando o jogo


Em Maio de 2020 Phil Salvador, autor do site The Obscuritory, publicou um artigo incrível sobre a Maxis Business Simulations e seu SimRefinery, fruto de 4 anos de pesquisa. Até então muito pouco se sabia sobre o obscuro game. O artigo acendeu um enorme interesse na comunidade de arqueologia gamer e foi repercutido em vários veículos.

O leitor (“postbebop“) de um desses veículos, o Ars Technica, informou que conhecia um engenheiro químico aposentado que trabalhava na Chevron, que dizia possuir uma cópia do jogo. O leitor então acompanhou o engenheiro anônimo no processo de leitura dos dados do disquete original e ele conseguiu, enfim, criar uma cópia digital e salvar o jogo do limbo dos games!

Tela do jogo SimRefinery da Maxis
Tela do jogo SimRefinery da Maxis

O link do upload original no Internet Archive foi excluído. Mas o Passagem Secreta, como de costume, não iria deixar nossos amigos leitores na mão: descolamos para vocês links alternativos, além de disponibilizar a documentação oficial de SimRefinery, para ajudar a preservar mais um pedaço da história dos games. Instale o DOSBox em seu PC, baixe o game e divirta-se! Seguem os links:

SimRefinery – Link 1

SimRefinery – Link 2

SimRefinery – Tour Book


Recomendado: Análise do jogo, Vídeo de SimRefinery.

Referências: SimRefinery recovered, The Obscuritory, Phil Salvador, PC Games N.

Idealizador e criador do Passagem Secreta, vencedor do prêmio Top Blog, cientista da computação, pós-graduado em Educação, professor e, nas horas vagas, gamer.

Facebook Twitter Google+ YouTube Skype 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Gostou do post? Então compartilhe!
Categories: segredos
  1. 3, agosto, 2020 em 16:55 | #1

    Cara, que sensacional essa descoberta!! Já baixei em salvei na nuvem para aproveitá-lo qualquer hora. Curti demais a ideia, alias, nem sabia da existência até ler aqui no site.

    • 5, agosto, 2020 em 20:50 | #2

      Cara, quando sai essas dumps raras o melhor é baixar mesmo! Ainda bem que baixei do link original, quando retornei para posta-lo na matéria, já tinha sido excluído. Confesso que eu também não sabia da existência desse jogo, Diogo. Outra coisa muito legal é conhecer esse braço "sério" da Maxis, que fazia games para "a vida real". Abraço!

  2. 6, agosto, 2020 em 11:21 | #3

    Sim!! Coisa desse tipo precisa correr, pegar e salvar, hahaha! É bem interessante mesmo conhecer esse lado mais sério

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: