Página Inicial > artigos > Jogos esquecidos que mereciam uma versão atual [2]

Jogos esquecidos que mereciam uma versão atual [2]

Preparei uma segunda leva a partir de sugestões dadas na edição anterior, além de outros games que eu cuidei de escolher. O jogo ao lado é o remake lançado recentemente do jogo original para arcade/SNes Teenage Mutant Ninja (Hero) Turtles: Turtles in Time (agora, Re-Shelled) e está disponível para PS3 e XBox 360. Bem, vamos aos jogos:

.


1. Aztec Adventure (Master System)

.
O jogo original: Um jogo que lembra um pouco Zelda pelo formato da tela, mas não se trata de um RPG/Ação, nesse jogo você andava pelo império asteca em cenários como deserto, ruínas, florestas até o cenário final. Um fator curioso era com os três outros humanóides antroporfórmicos chamados Papi (um pássaro), Pupi (um gato) e Poh (um cachorro) que você conhecia durante o jogo. Você tinha três opções: ignorá-los, enfrentá-los ou dar um suborno para eles (1 saco para Papi, dois para Pupi e três para Puh) o que os fazia tornarem um aliado temporário, mas muito dedicado.

.
Como seria uma versão atualizada? Talvez um fator que não predominaria nas versões modernas seria o suborno, o que de repente se adicionaria um outro método de contratá-los. Talvez tornar o jogo 3D com visão atrás do personagem fosse interessante, assim como os inimigos em tamanho maior que o Niño, o personagem principal, a não ser o trio de subornados, outra escolha óbvia é a ampliação de armas e cenários, já que no Master System eram 5 nos quais eram jogados duas vezes e mais o final. Outra coisa que faltava eram referências ao império asteca. O último chefe no jogo original é uma referência ás linhas de Nasca que não tem nada a ver com os astecas, nem com os incas, nem com os maias, são desenhos pré-históricos. De repente, podia se achar outra utilidade para elas no jogo, mas o cenário futurista da última fase bem que podeira ser mantido.

.


2. Battletoads (NES, Amiga, Amiga CD32, Mega Drive, Game Gear e Game Boy [“Battletoads in Ragarok’s World”])

.
O jogo original: Um dos jogos mais difíceis, difíceis e adorados de todos os tempos. Battletoads tinha inimigos gigantes, fases muito rápidas nas quais era necessário pensar rápido também, assim como Warp zones muito interessantes.

.
Como seria uma versão atualizada? Sinceramente? Eu pegaria o mesmo jogo, atualizaria gráficos e sons e pronto. Não precisa de mais nada. Talvez a única alteração seria no primeiro chefe (aquele que você tem que pegar as pedras e atirar nele) ao invés dele te ver e você ver através dos olhos dele, poderia ser através do seu mesmo, invertendo o jogo. Outra possibilidade é o acréscimo de ideias de outros jogos da série como Battletoads in Battlemaniacs, Battletoads (GB) e Battletoads and Double Dragon.

.

3. Choplifter (Apple II, Arcade, Atari 5200, Atari 7800, Atari 8-bit, ColecoVision, Commodore 64, MSX, NES, PC-88, Master System, TI-99/4A e VIC-20)

.
O jogo original: Uma missão de resgate na qual você tem de sair da sua fronteira para resgatar seus aliados enfrentando outros aeroplanos e mísseis Terra-Ar além de salvar os reféns, sem deixar que eles morram, cumprindo a sua quota de resgate. O jogo faz uma referência a “Crise dos reféns do Irã” que começou entre 1979 e acabou em 1981, um ano depois seria lançada a primeira versão, para Apple II.

.
Como seria uma versão atualizada? Acredito que o jogo em versão 3D daria muito certo, sem contar o impacto da torcida do jogador para que os reféns subam logo no helicóptero enquanto acerta o alvo. Ele poderia ter elementos de um outro jogo de resgate com helicóptero, no caso, Air Rescue para Arcade e Master System, principalmente o segundo que têm muitas cenas urbanas e não propriamente um resgate de reféns, mas sim, de socorro.

.


4. River Raid (Atari 2600, Atari 5200, Atari 8-bit, ColecoVision, Commodore 64, Intellivision, MSX , PC Booter e ZX Spectrum)

.
O jogo original: A partir da trajetória de um rio você controla um avião e enfrenta vários inimigos seja em terra, mar ou no ar. Além disso, têm de destruir pontes importantes para o inimigo.

.
Como seria uma versão atualizada? Em tese, a série Strike (Desert, Jungle, Urban, Soviet e Nuclear) demonstram como poderia ser uma continuação do River Raid, com o cumprimento de missões. Um jogo de tiro com as devidas proporções (helicóptero no ar, ponte na terra, etc.) também seria interessante, tal qual foi o River Raid II.

.


5. Road Rash (Amiga, Atari ST, Game Boy, Game Boy Color, Game Gear, Genesis e Master System)

.
O jogo original: Um jogo de corrida de motos que acontece na estrada no qual o objetivo é ser desleal: acerte os inimigos, compre equipamentos e motos melhores e evite de ir preso pelo policial.

.
Como seria uma versão atualizada? Acredito que nesse talvez não precise de muitas alterações, sendo parecido com o Road Rash JailBreak de PSX com ondulações, missões e muitas opções de ser desleal (óleo na pista, espinhos, gás de pimenta) seria bem legal.

.


6. Stunts (Amiga, DOS, FM Towns e PC-98)

.
O jogo original: Nesse jogo você constrói pistas e pratica manobras como se fosse dublê.

.
Como seria uma versão atualizada? Se na época era muito legal construir pistas novas, imagina com os videogames atuais que podem dar milhões de possibilidades? A visão das manobras ia ficar muito mais interessante, sem contar o replay. Além disso, poderia haver um modo de campeonato com mais de um carro. (Lembrando que Stunts, Hard Drivin’ e Race Drivin’ são muito parecidos, ainda que sejam de companhias diferentes).

.


7. Zombies Ate My Neighbors (Mega Drive e Super NES)

.
O jogo original: Um jogo muito maluco no qual você tem que salvar os reféns de zumbis, alienígenas e até bebês gigantes.

.
Como seria uma versão atualizada? Outro jogo que pode ficar interessante tanto em primeira pessoa quanto com visão de trás do personagem. Além disso, ficaria muito legal se fizessem com armadilhas espalhadas ou mesmo reféns falsos.

Sou professor de História, que também joga improvisionado em Geografia. Gosto muito de games alternativos, jogos que muitas vezes seguem o fora do padrão, assim como os piratas.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categories: artigos
  1. 27, março, 2011 em 13:39 | #1

    Ficou muito boa a liste, inclusive River Raid poderia ter um sistema de escolha de aviões como no Clássico Ace Combat.

    Já o Battletoads poderia ser colocado vários níveis de dificuldade. Easy, Normal, Hard, Very Hard e Insane.

  2. 27, março, 2011 em 14:17 | #2

    @Ighor H.

    Easy? Que Easy? :p

  3. 27, março, 2011 em 14:49 | #3

    <blockquote cite="#commentbody-2627">

    Talude :

    @Ighor H.

    Easy? Que Easy? :p

    Estou falando que deveria ter um nível de dificuldade Easy, para algumas pessoas poderem se sentirem felizes.

  4. 27, março, 2011 em 15:13 | #4

    <blockquote cite="#commentbody-2628">

    Ighor H. :

    <blockquote cite="#commentbody-2627">

    Talude :

    @Ighor H.

    Easy? Que Easy? :p

    Estou falando que deveria ter um nível de dificuldade Easy, para algumas pessoas poderem se sentirem felizes.

    Eu entendi. Mas tentei imaginar como seria um modo fácil desse jogo. Duas possibilidades condizentes na época: Ir até a fase 3 e pronto, sem alterações e no fim a Dark Queen falando: "Tente um nível mais difícil" ou redução nas fases (como no Castle of Illusion).

  5. 28, março, 2011 em 04:54 | #5

    Boa a lembrança de Road Rash! Inclusive tô fazendo um negócio baseado nessa série 🙂

    Fora esse, nunca joguei de forma decente os outros da lista, mas acho que um remake de Battletoads lançado nas redes PSN ou XBLA viriam bem a calhar, hein! E um remake de Zombies At My Neighbors seria uma boa sacada também, mas só se fosse no ano passado, porque acho que a febre de zumbis meio que já deu, né?

  6. 28, março, 2011 em 06:46 | #6

    Todos os jogos citados merecem uma versão atual, mas Choplifter mais que qualquer outro pede uma reedição. Seria um negócio de ocasião, com tantas batalhas bélicas ocorrendo atualmente e só escolher uma delas para se ambientar.

  7. 28, março, 2011 em 06:47 | #8

    Battletoads só tem um nível e é por isso que é ainda lembrado pela galerê. Ficar ajudando a molecada a passar só vai continuar criando esses meninos a leite com pera e ovomaltino.

  8. 28, março, 2011 em 07:53 | #9

    Aê, Stunts é minha primeira experiência com 3D de verdade, que me recordo. Meu Deus, cada salto incrível dava pra executar em Stunts e os loops, cair no meio deles… lembro de trocar pistas criadas com um colega – levando floppies de 5 e 1/4 pra escola. Minha pista criada favorita era… uma oval enooorme, no limite da área de edição e um único loop 😛

    E Aztec Adventure é mais um ótimo exemplo de que a SEGA não dá o devido valor a certos jogos dela própria: se produzisse um belo remake para portáteis, com gráficos e sons lindos – nem precisava chamar de remake, os novatos iam comprar como água, o jogo ficaria perfeito nessas plataformas com alguns tweaks.

    Valeu Talude, ótimo post. Pude descobrir porque gosto tanto da série Strike: River Raid! 🙂

  9. 28, março, 2011 em 12:19 | #10

    E um dos games do post está para ser lançado, premonição ?

  10. 28, março, 2011 em 22:57 | #11

    Olha só! O post fazendo que nem a música Remédios Demais do Matanza, cujo o início da letra parece muito com o incidente dos ciclistas em Porto Alegre.

    Mas, ao assunto do post agora. Stunts com certeza seria uma ótima pedida para os consoles atuais. River Raid, se fosse pra ganhar um remake, seria mais legal dar uma repaginada bonita nele e colocar nos arcades. Pra mim fica mais interessante do que revender para consoles caseiros (lógico. Se fizer sucesso, quem sabe…)

  11. 30, março, 2011 em 19:33 | #12

    <blockquote cite="#commentbody-2638">

    Mestrechronos :

    E um dos games do post está para ser lançado, premonição ?

    <iframe title="YouTube video player" class="youtube-player" type="text/html" src="http://www.youtube.com/embed/7CClw9RtOJo&quot; allowfullscreen="true" frameborder="0" height="344" width="425"> </iframe>

    Eu ri muito disto. Se tem um jogo da lista que tinha certeza que não haveria remake era esse. (Outro que eu penso que dificilmente terá é o Aztec Adventure)

  12. 31, março, 2011 em 12:19 | #13

    @Talude

    Seria uma alternativa diminuir os níveis ou facilitar a aquisição de vidas, morte dos inimigos e entre outras varias alternativas.

  13. 2, abril, 2011 em 12:28 | #14

    Seria legal uma nova versão do Battletoads, mas nesse caso podiam dar uma melhorada na jogabilidade também. E o Road Rash é o meu preferido de corrida! Os outros eu só conheço de nome ou nem isso. =(

  14. helisonbsb
    5, abril, 2011 em 20:15 | #15

    batletoads é uns dos jogos mais bem feitos e dificeis da época nes….mas considero mega man e compania como dificil mesmo….

    Acredito que vários jogos dessa época ouro: sega vs nintendo anos 90 merecia um remake e até mesmo mais respeito em relação a geração pitchula(galera dos jogos 3d).

    O importante é não esquecer as gerações anteriores e que prevaleça a razão e as lembranças destes jogos que ainda jogo….como é bom ser antigão!!!!!obrigado!!!!

  15. thiago
    14, junho, 2012 em 22:22 | #16

    Zombies Ate My Neighbors realmente merecia uma sequencia

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: