Game.com finalmente ganha um emulador!

Poucos conhecem esse videogame aqui no Brasil, mas o Game.com (pronunciado Game com) era um videogame desenvolvido pela americana Tiger Electronics (a mesma que desenvolvia os minigames que a Tec Toy lançava aqui inclusive adaptações da Sega, Mortal Kombat e Street Fighter II) lançado em 1997 e considerado de 5ª geração (32 bits), possuia tela preto e branco (tal qual o GameBoy, mas nesse mesmo ano sairia a versão colorida do console da Nintendo) e na BIOS havia uma calculadora, Paciência (Solitaire) e calendário, agenda de telefones, além de um dispositivo de acesso a internet.

Leia mais…

Categories: Game.com

Aqui e Agora: Frames por segundo, NBA Jam e Sonic Generations

E cá estou novamente com a segunda parte da coluna que todos pensavam estar fadada ao fracasso e obscuridade! Hoje, pretendo discutir a respeito de uma coisa que me incomoda muito às vezes: a tal da taxa de frames por segundo, responsável por destruir grandes premissas de jogo construídas em engines gráficas instáveis! E mais: um vídeo direto do baú de NBA Jam (o antigo) e algumas alfinetadas sobre Sonic Generations! Vamos lá então?

Leia mais…

Categories: artigos

Fãs reconstroem World Trade Center em GTA IV

WTC

As Torres Gêmeas do complexo World Trade Center, NY, que vieram abaixo com os terríveis acontecimentos do dia 11 de Setembro de 2001, estão de volta. Pelo menos no game para PC Grand Theft Auto IV, graças ao mod conhecido como “World Trade Center IV“, criado pelos fãs Hbx84 e GTARandom.

Leia mais…

Categories: notícias, PC

M1 – A jukebox do MAME

Sempre quis ouvir as músicas dos arcades mais obscuros, mas nunca teve paciência para encontrar a trilha sonora no Google? Ou está com o HD tão cheio de roms que não há espaço para as mp3? SEUS PROBLEMAS ACABARAM! Com o Bridge M1, o emulador sonoro baseado no MAME, você pode reproduzir todos os sons, vozes e músicas de grande parte da sua coleção de ROMs de arcade! Leia mais…

Categories: artigos, game music

Passagem Secreta visita a GoGame Brasil em BH

Do dia 01/10 até 06/11 desse ano, acontece em Belo Horizonte a GoGame Brasil, uma feira interativa que conta a história do videogame no Brasil e reúne uma série de 15 jogos diferentes. Produzido pela Woodoo Oficina Web, na pessoa de seu diretor, Tiago Faccio, tem o objetivo de demonstrar a marca da cultura gamer no Brasil e como ela evoluiu, num formato bem diferenciado. Para isso, segundo os orientadores, Tiago teria usado os videogames de sua própria coleção pessoal, o que é de se admirar.

Não é uma feira de lançamentos, com produtoras, lançamentos de jogos e cosplays. O objetivo aqui é a interação. O Passagem Secreta esteve lá, na pessoa deste que vos fala, para ver de perto como foi. E posso adiantar, vale a visita com certeza! Mesmo com site do evento explicando mastigado como a coisa funciona, só mesmo conferindo pra ver.

Leia mais…

Categories: notícias

Aqui e Agora: Daytona USA, BGS 2011 e fail no futebol



Estreando uma nova seção do blog, a ideia aqui é a de trazer uma crítica simples – às vezes óbvia, outras vezes polêmica – sobre as notícias e fatos da semana relacionados a games e as pessoas que falam a respeito. Pense num Twitter com (muito) mais de 144 caracteres: é a premissa por trás disso tudo. Comentários, curiosidades e links serão abordados nessa salada aqui, por isso, não espere regularidade. Vamos lá então… Leia mais…

Categories: artigos

DOOM e heavy metal: combinação perfeita?

Essa é uma história já conhecida no underground: Doom plagiou algumas músicas de metal em seu jogo. A set list de covers é grande e muito boa – pra quem é fã do estilo musical como quem vos fala.

Confira mais a seguir:

Leia mais…

Categories: game music, PC, segredos

Video Review: Typing of the Dead – Exterminando zumbis com o poder da… digitação

E eis que, do nada, surge mais um episódio do Videocast do Passagem Secreta, que sempre é um enorme sucesso de público e crítica, além de conquistar uma nova geração de fãs a cada vídeo lançado. Dessa vez, o jogo avaliado se chama Typing of The Dead, que, em uma casquinha de noz, é uma versão de House of The Dead II que troca a a arma por um… teclado! Isso mesmo! Agora, para matar os zumbis, é preciso digitar as palavras que surgem no menor tempo possível. É um jogo ideal para quem curte dilacerar zumbis, treinar a digitação, ou procrastinar durante o expediente! Aliás, o jogo fez tanto sucesso no Japão, que logo depois lançaram uma versão especial que mandava o seu resultado no game para um banco cadastral de empregos, como forma de “currículo” para as empresas que recrutavam profissionais datilógrafos.

Ficou curioso? Então veja esse review e ria da dublagem horrorosa do game, das palavras toscas que aparecem na tela, e da voz engraçada desse cara que fala por cima das ibagens, querendo dar uma de repórter. E não deixe de comentar, claro!

Leia mais…

Categories: colunas, videocast