Hyperspin – A interface definitiva de todos os emuladores

Essa é uma dica para quem curte emulação e já se desfez dos consoles originais. Já imaginou ter um arcade com todos os emuladores de todos os consoles existentes, e todos os jogos, com direito a um menu mostrando a artwork e um vídeo do gameplay de cada um deles? Isso existe! O Hyperspin é um projeto cujo objetivo é reunir em um só lugar todos os jogos de todos os consoles, numa interface super fácil de acessar. É o frontend definitivo para os retrogamers.

Como se pode ver pelo vídeo, a interface é super bem feita – produzida em Flash – e torna o acesso aos jogos muito mais fácil. É uma ótima para quem deseja experimentar os jogos interessantes de um sistema sem precisar ter que entrar em cada game para conferir.

Leia mais…

Categories: variedades

Desafio: Que som é esse?

Bem galera, eu havia citado anteriormente que ia colocar uns desafios musicais no PS, a exemplo do que o amigo Jumafas faz no blog dele. No entanto, a seleção de músicas para o desafio terá outro foco: apenas músicas de jogos da era 64/32 bits para baixo!

A princípio, o nível de dificuldade será baixo, assim todos podem participar. Você pode deixar seu palpite nos comentários do blog e, caso ninguém tenha acertado até amanhã, lançarei uma dica sobre o jogo cuja música está tocando. Caso ninguém acerte no dia seguinte, lanço outra dica, e por aí vai. O vencedor ganha um ponto, e inaugura o ranking – que talvez, eu digo, talvez, no fim valha alguma coisa ao vencedor, além de sucesso, dinheiro no bolso e mulheres!

Bem, prevendo que esse desafio possa ser um mega-fail, esse apenas é o primeiro, mas espero desafiar por bastante tempo o que vocês conhecem sobre Game Music. Essa música vai ser fácil para quem se liga nos posts do blog, especialmente em uma matéria sobre uma certa banda… Enfim, não deixem de participar ;D

Warpzone: VideoCast de Games

Infelizmente, principalmente para quem curtiu a época do saudoso programa “Stargame” – com o ótimo Cristiano Gualda, não temos atualmente programas de videogame em rede nacional como no passado. Mas graças à Internet temos opções muito bacanas para que esta lacuna seja suprida – ou para que novidades apareçam.

Uma delas é o videocast (ou GameCast, como gostam de dizer) de games chamado WARPZONE. Apresentado pelo Maurílio, pelo Alexandre e pelo Pedro, é uma divertidíssima opção para quem curte vídeos de games.

Não há aquela formalidade jornalística aqui; a impressão que se tem é a de um grupo de amigos gamers que passa uma tarde jogando videogame, com uma câmera ligada e um objetivo em mente.

Os temas dos vídeos são variados e vão desde mostrar bugs de games a tentar executar alguns desafios conhecidos. Realmente é uma ótima novidade para nós, gamers, que buscamos algo além dos tradicionais reviews e previews, utilizando uma linguagem simples e objetiva.

O episódio mais recente, o #4, é sobre um tema bem conhecido pelo pessoal que visita o Passagem Secreta: um Easter Egg na tela de bios do console GameCube, o qual nós trouxemos a algum tempo, e que acabou inspirando o pessoal do Warpzone a usá-lo como tema do vídeo a seguir:

.

.

Quem quiser assistir a todos os vídeos anteriores e aguardar pelos próximos, é só dar uma conferida na página do Youtube da Aloc Productions. Também há a comunidade Warpzone no Orkut.

Categories: GameCube, vídeos

Sega irá lançar coletânea completa das músicas de seus arcades

Uma das coisas mais legais da Sega of Japan é que ela tem buscado rememorar trilhas sonoras de seus jogos mais clássicos, através de diversos lançamentos comemorativos. Através de seu departamento sonoro chamado Wavemaster, coletâneas como os boxes comemorando os 20 anos de After Burner e Outrun; o álbum do Alex Kidd; dentre outros lançamentos fizeram a alegria dos fãs de Game Music, que poderiam colecionar suas trilhas favoritas em edições de luxo.

Após um lançamento pífio contendo as melhores músicas dos melhores jogos de 32x, a Wavemaster anuncia um projeto mais ambicioso: o Sega System 16 Complete Soundtrack Vol 1. O álbum de três discos cobre uma parte dos jogos mais clássicos da empresa, que utilizavam a famosa placa de System 16, cujo chip FM YM2151 era responsável por gerar os sons da máquina. Na lista, estão os jogos Sega Yakyuu League, Fantasy Zone, Quartet, Sega Joshi Pro Wrestling, Action Fighter, Alex Kid The Lost Stars, Dunk Shoot, Time Scanner, Alien Syndrome, SDI, Bullet. Enquanto que alguns desses já tiveram seu devido relançamento em coletâneas anteriores, outros jogos são inéditos, todos recebendo o tratamento de mixagem e masterização de primeira linha, reduzindo os ruídos “naturais” dos sintetizadores FM e trazendo uma qualidade sonora até mesmo melhor que o dos sistemas originais. Além disso, há versões exclusivas de alguns temas, nunca ouvidas antes, e encarte de luxo, contendo comentários dos compositores, como o Katsuhiro “Funky KH” Hayashi e Hiroshi “HIRO” Kawaguchi.

Infelizmente, não há nenhum arrange ou remix feito pela [H.] ou por algum outro artista, mas vale a pena colecionar, principalmente se for fã da Sega. O título estará disponível na Amazon.jp no dia 16 de agosto, custando 3675 ienes – ou 74 reais, desconsiderando o frete.

Só quero ver o que irão preparar para os 20 anos do Sonic…
 
Fonte: Gamewatch
Categories: Arcade, game music, notícias

Vídeo do dia: Super Mario Bros. Leftovers

Todo mundo adorou a idéia de poder utilizar personagens clássicos do Nes no game Super Mario Bros. Crossover. Mas será que todos eles realmente se dariam bem no universo do bigodudo? Vejamos:

E aí? Qual outro personagem dos games você acha que se daria mal no mundo de Mario?

Categories: humor, Nes, vídeos

A incrível coleção de arcades de Michael Jackson

Que Michael Jackson gostava de games todo mundo já sabe. Que ele fez um filme chamado “Moonwalker“, que se tornou game em várias plataformas também. O que talvez nem todos saibam é que ele tinha uma coleção enorme e impressionante de arcades dos mais diversos tipos e épocas – e que provavelmente poucas pessoas chegaram a conhecê-la de fato.

Leia mais…

Categories: Arcade, artigos, curiosidades

Programa de Videogame: Game Over

Conheci a pouco tempo, por indicação de meu irmão (o Jackal da BR Games), um programa de videogame muito interessante, da TV Tarobá (no Paraná) e também exibido on-line, chamado Game Over. O programa, que já conta com 97 edições, é bem divertido, utiliza uma linguagem descontraída parecida com a de um podcast, além de trazer muita informação e novidades. Confira:

.

Game Over #97 (E3):

.

.

E atenção!! Amanhã, sábado (24 de Julho), às 10:30 da manhã, haverá um stream AO VIVO do programa Game Over! Chame os seus amigos gamers e não perca!

Link para a TV Game Over (o blog do programa), com os 97 vídeos disponíveis (na verdade, #6 em diante) e com o stream ao vivo:

.

Programa Game Over

.

Assistam e comentem depois pessoal.

Categories: programas

Alguém lembra? Playgame, com Gugu Liberato

Infelizmente eu era muito novo para lembrar, mas parece que o SBT também teve seu programa de games, apresentado pelo (até então) garoto-propaganda da emissora: Gugu Liberato, que na época fazia esse e uns outros 50 programas na rede do Senor Abravanel.

Diferente de outras atrações relacionadas a videogames, os registros são escassos, e o único vídeo disponível é esse trecho retirado de uma reportagem sobre os 25 anos de carreira do apresentador.

O programa, patrocinado pela Tectoy, tinha quadros envolvendo competições entre jogadores, outras brincadeiras, e o  quadro do Chroma-Key ilustrado acima.

Publicidade, cheia de gírias descoladas

Apesar de parecer bem tosco, devia ser muito divertido assistir nas tardes de domingo essa jóia, ainda mais com os característicos ataques do Gugu gritando “Pontoooooooooo!”

Versão de Magical Sound Shower cantada por Hatsune Miku no Vocaloid

Antes, uma breve explicação: Vocaloid é um software musical capaz de sintetizar vozes apenas digitando a letra da música e sua respectiva composição. Lançado em 2004 pela Yamaha, o aplicativo conquistou o Japão. Diversos vídeos são postados no Youtube e no Nico Douga (site de vídeos japonês) com inúmeras versões de músicas famosas feitas no Vocaloid. O software possui várias versões, uma para cada “cantor” que, no caso, são personagens que dão nome ao respectivo lançamento do programa. A personagem de maior sucesso se chama Hatsune Miku.

Dada a devida proporção do fenômeno, a Sega lançou para o PSP o Project Diva, um jogo de ritmo baseado em canções que utilizam os arranjos do Vocaloid. Estrelando Hatsune, o game teve uma ótima receptividade, tendo inclusive um port para os arcades.

Como o jogo é da Sega, não podia faltar uma música clássica de algum jogo da empresa. E a escolha não poderia ser melhor: Magical Sound Shower, uma das músicas mais icônicas da empresa – e uma das mais remixadas/rearranjadas/assoviadas/whatever – tem sua versão para o jogo. Parece que foram aproveitados alguns arranjos da versão que a SST Band fez para a música, em 1987, porque a percussão e o piano são praticamente idênticos

Confira o videoclipe, e sinta a brisa (tente evitar relacionar as letras em japonês com palavras em português, por favor)

Na trilha sonora do jogo, há uma versão estendida, que termina com uma referência a um outro jogo da Sega. Tente descobrir qual:

Magical Sound Shower – Kusemono (from Swantone) feat. Miku Hatsune

Sonic XL – Sonic na luta contra a obesidade

O jogo é um hack de Sonic 2 que, na verdade, penaliza o jogador por coletar os anéis: quanto mais o ouriço pegar, mais gordo ele fica. É simplesmente genial, trazendo um novo desafio para aqueles que já acham o jogo original bem manjado. Assim, deve-se evitar pegar várias argolas seguidas, senão o Sonic fica tão gordo a ponto de nem conseguir sair do lugar, morrendo logo em seguida – talvez, de infarto.

O personagem também pode emagrecer: basta correr  de um lado para o outro (sem pegar os anéis), como forma de exercício para queimar as gordurinhas localizadas.

O jogo é hilário: é impossível não rir do Sonic, literalmente, rolando em formato de bola. A jogabilidade é desafiante também; afinal de contas, não dá para evitar alguns loops com anéis calóricos, suficientes para engordar o personagem. O melhor é evitar fazer gordice. Só faltou mesmo trocar os sprites das argolas por biscoitos, ou algo assim

Confira o vídeo abaixo e baixe a rom aqui

 

Categories: humor, Mega Drive

Vídeo: E se os jogos tivessem um modo Super Easy?

Mais uma do College Humor. Como o nome já diz, o vídeo mostra alguns jogos com um modo de dificuldade um pouco abaixo do convencional. É tão estúpido que não dá para não rir. E ainda tem uma pitada de humor negro no final!

Categories: humor, vídeos

Vídeo engraçado: Boxe no Sega Activator

Muito antes do WiiMote, Kinect ou PS Move, lá estava a Sega experimentando com novas tecnologias. Como todos sabemos – e a empresa aprendeu com o tempo – nem sempre o pioneirismo traz bons resultados, e um dos maiores exemplos está no Sega Activator. O sensor de movimentos vinha até com uma fita VHS demonstrativa ensinando como executar os comandos referentes ao controle convencional, o que já é suficiente para explicar a dificuldade de jogar com esse acessório. Um round de Eternal Champions era o suficiente para exaurir todas as forças do pobre jogador.

De qualquer forma, imagens valem mais do que palavras. Esse vídeo é do programa Siskel & Ebert At The Movies. Como o nome já diz, o programa foca em críticar os lançamentos cinematográficos; mas Roger Ebert – o irmão do Jô Soares no vídeo – havia declarado na época que videogames não eram uma forma de arte. Olhando atualmente, é fácil dizer que ele estava bem enganado; porém, já o tentavam convencer do contrário, apresentando-lhe o acessório. O resultado é uma das coisas mais ridículas que já vi, tão engraçado quanto os nerds dançando com o Kinect ou o Shigeru Miyamoto com um WiiMote sofrendo interferência. Prepare-se:

 

Categories: Mega Drive, vídeos