Página Inicial > artigos > Proibição de jogos e febre dos tribunais

Proibição de jogos e febre dos tribunais

Rodrigo Castropor Rodrigo Castro

.

Proibição do jogo “Bully” no Brasil. Pois é, também falarei disso, dando uma opinião personalíssima dessa proibição (influências do meme e seu caráter pessoal?).

.

Aqui no Brasil, somente esse ano, já será o terceiro jogo proibido, depois de Counter-Strike e Everquest. E é mais um caso de “achismos” e chamamentos à (falsa?) moralidade, além da notória e completa falta de conhecimento acerca do assunto tratado, quando falam de games. Lembram-se quando o Everquest foi proibido pelo Juiz Federal Carlos Alberto Tomaz, da Justiça de Goiás, sem sequer comercializado no Brasil é? Assim como o mesmo juiz, na sua decisão (copiando quase literalmente a mesma que proibiu a venda de Doom, MK, etc, em Minas Gerais) exigindo a retirada de “[…] de quaisquer livros, encartes, revistas, CD Rom’s, fitas de vídeo-game ou computador do jogo […]”? Temas esses já discutidos na comunidade?

Continuar lendo>>

Idealizador e criador do Passagem Secreta, vencedor do prêmio Top Blog, cientista da computação, pós-graduado em Educação, professor e, nas horas vagas, gamer.

Facebook Twitter Google+ YouTube Skype 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categories: artigos
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: