Em busca de Sheng Long

Por: Marcos Valverde (mcs), publicado em 6 de março de 2010.

.

Em março de 1991 foi lançado o que para muitos foi o maior jogo de arcade de todos os tempos: Street Fighter 2. Nos meses a seguir, uma febre mundial tomou conta dos fliperamas do mundo inteiro, algo nunca visto nem antes nem depois do game. Em 1992, no auge da febre, um rumor se espalhou de forma espantosa no mundo todo: a lenda de um lutador secreto, mais poderoso que qualquer outro. Seu nome era Sheng Long.

Revistas especializadas garantiam que ele existiria, o seu nome aparecia no game, no manual do game, todo mundo conhecia alguém que dizia ter um primo ou amigo que viu ele. Para muitos foi apenas uma lenda, para outros, realidade, mas com certeza este foi um dos maiores rumores da história dos games de todos os tempos. Até que ponto tudo não passou de boato? O que havia de real? A lenda virou mesmo realidade? Qual a história real de Sheng Long? Descubra todas as respostas a seguir.

.

A Lenda de Sheng Long

A famosa página da EGM

Em abril de 1992 a revista especializada em games EGM, uma das mais conceituadas do mundo, trouxe uma informação bombástica na pág. 60: a existência de um lutador secreto no game Street Fighter 2 conhecido como Sheng Long. A página não só trouxe esta informação como também fotos do lutador e a dica de como enfrentá-lo (dica quase impossível, diga-se de passagem). Com esta informação da EGM, somada com as supostas evidências de sua existência (que veremos a seguir), além do não pronunciamento da CAPCOM sobre o assunto foram suficientes para que um dos maiores rumores gamísticos de todos os tempos fosse criado: Sheng Long.

.

.

.

Sheng Long (detalhe)

.

Na verdade, Sheng Long foi criado através de um erro de tradução de um ataque especial de Ryu, o Shoryuken (??? – algo como Soco do Dragão Ascendente), na localização em inglês do arcade.  Os dois primeiros termos “sho ryu” (?? , Rising Dragon, ou Dragão Ascendente) são os mesmos ideogramas que “sheng lóng” (Espírito de Dragão) na língua chinesa, daí a confusão. A frase “If you cannot overcome the Rising Dragon Punch, you cannot win!” acabou sendo traduzida como “You must defeat Sheng Long to stand a chance.

"Nós não esperávamos uma repercussão mundial"

Falso rumor admitido

Cometido o erro, a EGM aproveitou-se do burburinho e da desconfiança dos jogadores gerados pela frase citando Sheng Long na versão em inglês do arcade para então criar o falso rumor, como vimos – rumor este  que espalhou-se  nas revistas especializadas do mundo inteiro. A ousadia da EGM foi tanta que no rodapé da famosa página ela fez um desafio: que o leitor descobrisse qual dica da revista era uma brincadeira de primeiro de abril (April Fools) e enviasse o nome do jogo e a página em que ele aparece. E ninguém poderia imaginar que seria a bomba logo acima. Ao mesmo tempo, a EGM usa um código quando cita os créditos da dica:

.

Sr. W.A. Stokins, de Fuldigen, HA.

Seu nome seria uma alusão a “waste tokens” (desperdício de fichas), e a sua origem uma referência a “Fooled again, HA! HA! HA!” (sim, muito engraçado!)

Assustada (ou contente) com a repercussão mundial, inclusive nas revistas especializadas, a EGM logo admitiu que tudo não se passava de uma brincadeira (imagem ao lado).

.

Revelações

A brincadeira de 1° de Abril da EGM aconteceu dois meses antes do lançamento de Street Fighter 2 para Super Nintendo no Japão e a três meses do lançamento do mesmo nos EUA. Na versão deste console, a frase foi modificada para You must defeat my Dragon Punch to stand a chance.” No entanto, a versão em inglês do manual do game cita “Master Sheng Long” como sendo o mestre que ensinou Ryu e Ken. Nos manuais de instrução de ports futuros de Super Nintendo e Mega Drive, apagaram qualquer referência a Sheng Long, limitando-se a dizer que os lutadores eram discípulos do estilo de luta  Shotokan Karate. Oficialmente, até então, os lutadores ainda não possuem um mestre.

Erro de tradução

Frase modificada

.

Imagem do mangá

Rosto de Gouken

Em 1993 é lançado o mangá Street Fighter II: Ryu” (ou simplesmente “Street Fighter II” nos EUA), de Masaomi Kanzaki, na revista “Family Computer Magazine“. Este mangá ganhou notoriedade por ser o primeiro veículo a trazer a figura de Gouken (?? – Mão Firme ou Mão Forte), o mestre (sensei) de Ryu e Ken. O Gouken do mangá é bem diferente do Sheng Long da EGM: ele não tem o cabelo ao estilo rabo de cavalo, as roupas e a barba são diferentes, além de Gouken ser exageradamente muito mais forte fisicamente que Sheng Long.

.

.

.

Não lembra muito Sheng Long

Gouken do mangá

.

Note que Sheng Long e Gouken, até agora pelo menos, são personagens completamente diferentes, com origens diferentes. Lembre-se também que a EGM não cita na sua famosa página que Sheng Long é mestre de Ryu e Ken. Diferentes o suficiente para um fato curioso: uma revista alemã mais tarde chegou a criar um outro falso rumor – a existência de dois lutadores secretos: Sheng Long e Gouken. Veja a imagem:

Desconhecida revista alemã

Sheng Long Vs Gouken

.

Mas no senso comum norte-americano Sheng Long seria sim mestre dos lutadores. Uma prova disso é a HQ “Street Fighter” – também de 1993 – lançada pela Malibu Comics nos EUA.  Nela o mestre dos lutadores é citado como Sheng Long:

Sheng Long no HQ

.

Akuma/Gouki

Nitidamente em resposta à aura popular em torno de Sheng Long, a CAPCOM cria o personagem Akuma (??? – Demônio Mal) – ou Gouki (?? – Demônio Forte) no Japão –  em 1994, no jogo Super Street Fighter 2 Turbo. Ao contrário de Gouken, Akuma/Gouki – que aqui é descrito como o irmão mais novo de Gouken – é bem parecido com Sheng Long (digamos… uma versão demoníaca deste): roupas, porte físico, estilo de luta, etc. A essa altura, o Gouken  do mangá foi oficialmente reconhecido como sensei de Ryu e Ken, pondo uma pedra definitiva (?) no nome Sheng Long. Akuma foi criado como um último chefe secreto, liberado por um procedimento secreto, ele também tinha uma “fireball” – assim como o Sheng Long do rumor.

.

Inspirado por Sheng Long

.

Então Sheng Long finalmente tornou-se realidade, só que com o nome de Akuma/Gouki, certo? Nem tanto. Eis que surge o game baseado no filme (que foi baseado no game… ambos horríveis por sinal) Street Fighter: The Movie, de 1995. No final do personagem secreto Akuma, era mencionado Sheng Long como sendo seu irmão e mestre de Ryu e Ken. A CAPCOM USA parece que não conseguiu esquecer de Sheng Long e meio que tornou oficial o nome Sheng Long na série, sendo o nome ocidental de Gouken (assim como ocorre com Akuma/Gouki).

Para a CAPCOM USA Sheng Long era mesmo mestre de Ryu e Ken

.

Um fato muito curioso: em 2007 foi revelado no forum  Shoryuken.com, por um desenvolvedor do game, que Sheng Long esteve muito perto de ser um personagem jogável no game; quando já em estágio avançado de motion-capture do personagem, a CAPCOM mudou de idéia e resolveu não incluí-lo no mesmo. Pergunta inevitável: será que o código do personagem (ou vestígios dele) ainda estão perdidos no game? Na grande maioria dos casos de elementos cortados da versão final de um game eles continuam no código, apenas inacessíveis por vias normais de jogo. Um novo rumor de Sheng Long, desculpem… 🙂

Goutetsu

Com os games Street Fighter Alpha 1 e 2 (1995/1996) a história por trás dos personagens Gouken e Gouki veio à tona.  Eles eram discípulos de um mestre de artes marciais chamado Goutetsu (?? – Trovão de Ferro). Vinte anos antes do torneio que ocorre em Street Fighter 2, ele ensinara a técnica mortal Ansatsuken (??? – Punho Assassino) aos seus discípulos – Gouken e Gouki. Mas enquanto Gouken conseguiu transformar a técnica em defensiva e não-letal – a mesma ensinada a seus discípulos Ryu e Ken, Gouki foi tomado pela natureza assassina dela e acabou matando Goutetsu e mais tarde Gouken – na mesma época em que seus discípulos deste rodavam pelo mundo em Street Fighter 1. O Gouken cai numa cachoeira e nunca mais é visto ou seu corpo encontrado. Em Street Fighter Alpha Ryu e Ken procuram Akuma para vingar a morte de seu mestre. O final de Akuma em SFA1 mostra Goutetsu e Gouken (idêntico ao visto no mangá, mas um pouco mais velho):

Akuma, Gouken, Goutetsu e Mr. Bison

.

A Volta do Mito

Street Fighter 3 é lançado para os arcades em fevereiro de 1997. Em abril do mesmo ano a EGM lança novamente a notícia: “O chefe (Sheng Long) está de volta!” Numa página com muitos detalhes, supostas fotos e com o desenho de Akuma e Sheng Long deixando evidente as suas semelhanças, a matéria diz que Sheng Long sobreviveu ao ataque de Akuma (ganhando uma cicatriz no rosto) e à queda na cachoeira, e que desenvolvera novamente o lado mortal da técnica Ansatsuken para poder se vingar do seu irmão. Novamente ele seria um personagem secreto e para poder enfrentá-lo você “precisaria de pelo menos seis perfects e…” – e assim a frase termina. Ele teria golpes como o fireball aéreo (como Akuma) e uma magia dupla:

.

.

Magia simples…

Não… magia dupla!

.

Sheng Long aqui é nomeado como o nome em inglês para Gouken (thanks CAPCOM USA!) e na sua bio consta uma frase: “You must defeat me to stand a chance” e a data de nascimento em… 01/04/41 ! Seria mais uma brincadeira de 1° de Abril da EGM? Sim, e o código ironizando o fato está lá: a junção das letras iniciais das primeiras frases da matéria formam a palavra April Fools“. Dessa vez a desconfiança foi muito maior quanto à veracidade das informações, mas mesmo com o histórico da revista muita gente acabou caindo (novamente) na brincadeira.

Depois desse segundo falso rumor, uma curiosidade: na edição de Maio de 2004 da EGM, edição que marcou o 15° aniversário da revista, ela declarou publicamente que grande parte da “culpa” da criação do personagem Akuma/Gouki deve-se à ela, devido à lenda de Sheng Long. No original:

.

Our best April Fool’s Gag: April 1992, EGM #33″


“EGM’s most infamous – and to some readers, most aggravating – April Fool’s prank promised to pit Street Fighter II players against series mainstays Ken and Ryu’s purported mentor, Sheng Long. We figured some chumps would waste their change trying to fulfill the insanely tough challenge we cooked up, but we never imagined the joke might one day lead developer Capcom to create the suspiciously Sheng Long-like character Akuma. The phony Mr. Long returned in an updated joke for Street Fighter III years later.

.

Nada mais justo.

.

O 1° de abril da CAPCOM

Sheng Long em SFIV?

Temos então um longo hiato de quase dez anos até que Street Fighter 4 é anunciado oficialmente em 2007. A edição de janeiro de 2008 da EGM (sempre ela) trouxe uma entrevista com Yoshinori Ono, produtor de Street Fighter, aonde o mesmo diz: “vamos apenas dizer que o que a sua revista trouxe no passado (a brincadeira de 1° de abril) encontrará seu caminho no game (Street Fighter 4) como um fan service”. A revista conclui, através de seu editor-executivo Shane Bettenhausen, que isso significava que Sheng Long finalmente estaria no game, representado por Gouken. Questionado pelo site 1UP, Ono desconversou. Em 1° de Abril do mesmo ano, a CAPCOM anuncia a presença de Sheng Long no game Street Fighter 4 – anúncio feito no blog oficial Japonêsde desenvolvimento do gamee no blog oficial nos EUA. Segundo a notícia, ele seria um personagem secreto, destravável apenas jogando-se com Ryu, ganhando todas as lutas de perfect e dando um Shoryuken na última luta. Junto ao anúncio veio uma imagem escurecida do suposto personagem secreto (imagem abaixo). Imagem esta que lembra o Gouken do mangá e do SF Alpha.

Imagem divulgada pela CAPCOM


Esse filme todo mundo já viu não é mesmo? Quem acreditaria num terceiro rumor, dessa vez alimentado pela própria CAPCOM, sobre Sheng Long em Street Fighter? Pois é, a recepção negativa da notícia ficou nítida em sites como Kotaku e 1UP. Três dias depois a CAPCOM através de seus blogs desmente a si mesma, dizendo que a nova brincadeira fora criada apenas para relembrar a lenda de Sheng Long, que “ainda é e sempre será uma lenda”.

Finalmente o arcade de Street Fighter 4 é lançado em Julho de 2008. Nenhum vestígio de Sheng Long, nada confirmado, CAPCOM calada tal como em 1992. Tudo teria sido, mais uma vez, apenas uma lenda.

Mas eis que um vídeo em estilo anime surge, mostrando uma luta entre Ryu e Akuma, com Ken aparecendo para dar uma mão. Depois do logo do game, quando o vídeo já aparenta terminar, uma cena ganha destaque: é mostrada uma floresta, uma cachoeira e repentinamente um golpe muito forte faz com que o sentido da água se inverta. Alguns closes no personagem bastam para reconhecer detalhes que remetem diretamente ao Sheng Long  o cabelo rabo de cavalo, a barba e a roupa. Será verdade ou mais um dos eternos falsos rumores acerca do personagem?

.

No dia 24 de Setembro de 2008 uma bomba: a famosa revista japonesa Famitsu divulga que Gouken estaria aparecendo como personagem jogável nos arcades japoneses de Street Fighter 4! Veja as supostas imagens de Gouken no game:

Scan da revista Famitsu

.

Não seria a primeira nem a segunda vez que uma revista diz que Sheng Long/Gouken existiria num Street Fighter. Fotos facilmente manipuláveis de uma revista não seriam suficientes para fazer os incrédulos fãs da série acreditarem novamente na existência do personagem. Mas dessa vez não é 1° de Abril. No mesmo dia o site 1UP confirma a história da Famitsu, uma notícia curta mas histórica. Dois dias depois, em 26 de setembro de 2008, o personagem Gouken é finalmente confirmado pela CAPCOM! Nada mal para um personagem surgido de uma brincadeira de 1° de Abril. E sim 1UP, você seria enganado novamente (ironia do destino, já que o site era do mesmo grupo que controlava a EGM).

Gouken (SFIV)

O Gouken de Street Fighter 4 é diferente daquele visto no mangá: nitidamente a CAPCOM mesclou as características do Gouken do mangá com algumas de Sheng Long da EGM, talvez para agradar aos fãs deste. Não se sabe se o Gouken no mangá tem o dedo da CAPCOM ou se ela apenas gostou do resultado e o aproveitou em SF4. Particularmente não gostei do resultado final: Gouken não tem o tipo físico parecido com Sheng Long. É enorme, exageradamente musculoso , lembrando mais um Zangief do que outro personagem. Veja no interessante vídeo a seguir:

.

.


Em Busca de Sheng Long

Tudo esclarecido e agora Sheng Long pode descansar em paz nas páginas de algumas revistas de videogame, certo? ERRADO! Por acaso você já viu alguém seguindo à risca os passos para encontrar Sheng Long em Street Fighter 2? Certamente que não, isso é humanamente impossível! Street Fighter 2 para Super Nintendo foi lançado, como já vimos, dois meses após o rumor da EGM. E se a CAPCOM resolveu tornar o mito do Arcade realidade no famoso port? Ou então, quem garante que o procedimento não faria algo diferente aparecer, como uma mensagem de texto diferente, devido a algum programador entediado ou uma resposta da CAPCOM ao rumor da EGM? Ou ainda… será que o game permite que os passos da EGM sejam mesmo seguidos? Afinal, alguém já provou jogando que Sheng Long não existe?

Segredos e Rumores dos Games

Em março de 2006 estávamos na comunidade do Orkut (a qual sou dono) Segredos e Rumores dos Games, conversando sobre Sheng Long. A comunidade é especializada em desvendar rumores dos mais diversos, mas Sheng Long parecia ser algo inatingível. Até que o membro (e amigo) Daniel Moura (Neofix), conhecido criador de vídeos TAS (vídeos que visam jogadas perfeitas, através de save game, reload, slow motion, etc.) deu uma idéia excelente: por que não usamos um vídeo TAS para realizar ao pé da letra os passos que segundo a EGM fariam Sheng Long aparecer? Um ser humano nunca iria conseguir isso num console, mas uma pessoa utilizando técnicas TAS sim!

Então foi criado um tópico para servir como WIP (Work In Progress) para acompanhamento dos trabalhos. A intenção desde o início não foi tentar encontrar Sheng Long (não esperávamos isto), mas sim desmistificar de vez esta lenda – já que esta é uma função da comunidade – e descobrir como seria se uma pessoa o melhor gamer do mundo conseguisse realizar as proezas da EGM.

O rumor foi estudado, materiais de apoio foram pesquisados e o vídeo finalmente foi criado utilizando a versão Street Fighter 2 (U) do game de Super Nes e uma versão TAS do emulador Snes 9x. Segundo a EGM você tem que: usar apenas o Ryu, não levar nenhum hit até a luta contra o Mr. Bison, e uma vez nela, empatar 10 rounds com ele sem dar ou levar dano. Veja a busca por Sheng Long (em duas partes):

.

.

Por incrível que pareça, não dá para empatar 10 rounds seguidos com Mr. Bison sem levar game over! É preciso usar continue para continuar lutando. Descobrimos uma falha no rumor da EGM (pelo menos no Super Nes)! Como vimos, o Daniel ganhou um round de Mr. Bison e mesmo assim, após três empates com ele, veio a tela de game over. No mesmo tópico oficial do vídeo, na comunidade, fiz alguns questionamentos técnicos sobre os procedimentos do vídeo em relação às tais regras da revista EGM:

E se no vídeo ele não tivesse ganho a primeira luta? O quê aconteceria depois de três empates seguidos ? Outro game over? O golpe dado em Mr. Bison depois do tempo acabar, não infligindo dano, prejudicaria a sequência?

Com a pertinência das questões, decidimos  criar uma segunda versão do vídeo, modificando a parte final: dessa vez usando continue para atingir 10 empates com Mr. Bison e, após a meta, um double K.O., um perfect e fim de jogo. Este segundo vídeo, também criado pelo Daniel, é bem longo (21 min) sendo grande parte dele empates com o chefe final. Por isso disponibilizarei apenas o input para ser usado no emulador Snes 9x, para quem deseja conferir esta variação [download: em breve].

Quando aquele seu amigo voltar a dizer que alguém conseguiu encontrar Sheng Long em Street Fighter 2, talvez ele esteja apenas aumentando um pouquinho a história. Sheng Long vive no inconsciente coletivo gamer, apenas esperando mais um lançamento da mais famosa franquia de games de  luta, para que possa então ressurgir.

Masaomi Kanzaki
  1. 00Agent
    6, março, 2010 em 07:57 | #1

    Isso que é ir a fundo para desvendar um rumor. Ótima matéria!

    Eu lembro que li sobre isso pela primeira vez na Super GamePower, numa edição especial sobre Street Fighter Zero 3. Na matéria de início, mostrava o histórico de toda a série, e citava esse boato da EGM. O interessante é que a revista brasileira declarou que o Sheng Long era de fato um personagem secreto em SF 3, que, como dito na matéria, era um rumor! A EGM não era brincadeira…

    • 6, março, 2010 em 17:16 | #2

      Valeu Rafael!

      Algumas coisas interessantes sobre Sheng Long acabaram não sendo incluídas na matéria, como a repercussão nas revistas de videogame brasileiras e o rumor de Sheng Long em Resident Evil. Como a matéria já estava enorme, e estes assuntos não iriam influenciar na evolução temporal deste rumor, além de demandar mais pesquisas, não incluí.

      Mas daria uma continuação legal do que foi apresentado aqui. Quem sabe numa matéria futura? 🙂

      Minha principal intenção com esta matéria foi mostrar que Sheng Long não é simplesmente o nome americano para Gouken. Houve uma evolução conturbada para que algo próximo a isso fosse criado.

      Outro grande desafio foi reunir todas essas informações e disponibilizá-las cronologicamente (por isso a ênfase às datas em azul) de uma maneira que se entenda esta evolução.

      Depois de 5 semanas de muita pesquisa, busca de material, escrita e edição de video (e muita dor de cabeça) o resultado ficou o esperado.

      • 00Agent
        6, março, 2010 em 22:25 | #3

        Só para ajudar, cara… Não era o Sheng Long que estaria presente em RE… E sim o Akuma. Essa foi mais uma das brincadeiras da EGM de 1º de abril!

        Mas a matéria tá ótima! Pessoalmente prefiro assim, com bastante informação.

        • 7, março, 2010 em 00:26 | #4

          Ah, claro! Akuma… ato falho… 😀

          Tinha até o código com o nome AKUMA que funcionava e tal, e o mod do personagem.

      • 4, novembro, 2016 em 19:23 | #5

        Sheng Long existe somente nos mugens, já vi uns quatro mugens com Sheng Long, só assim que ele existe.

  2. 6, março, 2010 em 17:09 | #6

    Excelente matéria, me rendeu uma boa leitura.

    Obrigado e parabéns pelo alto nível!

    • 6, março, 2010 em 17:26 | #7

      Obrigado Stuka!

      Uma coisa que me preocupou era o tamanho do texto. Não sabia se os leitores iriam ter paciência ou tempo de ler tudo. Cheguei até em pensar em separar os capítulos em páginas diferentes.

      Mas acho que deu pra deixar a matéria agradável de se ler, já que é separada por capítulos e é muito visual (não por acessório, mas imagens que mostram o que o texto diz).

      Aliás, belo site o mmoplayers.

      • Guilherme
        20, outubro, 2011 em 15:12 | #8

        Eu amo ler,sempre que eu acho algo interessante pra ler,eu leio tudinho…
        Não tem a teoria do Ash em coma?Aquela gigantona?Li ela todinha…

        • 21, outubro, 2011 em 01:28 | #9

          Muito boa essa teoria, já li.

          Temos a de Lavender Town, serve? 🙂

  3. 7, março, 2010 em 15:35 | #10

    óTima matéria. De cabo a rabo toda a trajetória do Sheng Long. Muito completo. Agora, só falta a EGM querer "processar" a Capcom alegando que deu sinal verde pra idéia. Do jeito que tá..

    • 8, março, 2010 em 21:49 | #11

      Heheh, não é tão difícil não…

      E quem será que ganhou mais com a história: CAPCOM ou EGM?

  4. 7, março, 2010 em 19:03 | #12

    Sensacional! Sempre ouvia o nome Sheng Long nos fliperamas, mas sinceramente nunca me preocupei em saber do que se tratava… Agora sei 😀

    Excelente post!

  5. 7, março, 2010 em 20:23 | #14

    Digitando os termos "Sheng Long" no Google, o primeiro video que vai aparecer é um do Google Video:
    http://video.google.com/videoplay?docid=-79995120

    É o mesmo video da matéria, mas editado pelo Daniel Moura em 2006. Havia uma versão no Youtube, mas foi deletada (talvez por causa da música na abertura).

  6. 8, março, 2010 em 22:54 | #15

    Quando a própria Capcom fez todo alarde em cima do Sheng Long no SFIV pensei q seria mais um fake. Ainda bem que estava errado.
    Que seria legal alguém fazer um hack e incluir o Sheng Long no jogo, seria.

    • 10, março, 2010 em 22:53 | #16

      Eu sempre achei que Sheng Long e o Gouken eram personagens completamente diferentes. Gouken não me convencia como "Sheng Long".

      Pesquisando a fundo e criando esta matéria, tive certeza disso.

      A CAPCOM iria limitar-se ao Akuma, que seria a imagem aproximada de Sheng Long, e criaria um mestre para Ryu e Ken, no caso Gouken (p/ não dizerem que Sheng Long o seria). Mas a CAPCOM USA, destoando da sua central japonesa, inclui o nome Sheng Long num jogo (horrível). Então a CAPCOM é obrigada a adotar definitivamente o nome Sheng Long como sendo Gouken nos EUA.

      Seria legal mesmo um hack desse.

  7. DestroyerBrazil
    10, março, 2010 em 21:03 | #17

    A única coisa que discordo é que no Arcade de SFII vc conseguia sim empatar 10 rounds com o Bison, mas não acontecia nada…E a maneira mais fácil de se empatar com o Bison é:

    ande para traz até chegar o fim da tela e fique pulando para traz, Bison vai ficar no outro canto da tela dando soco fraco e rasteira fraca abaixado…podem tentar, lembro disso como se tivesse jogado ontem…

    • 10, março, 2010 em 22:45 | #18

      A versão analisada em video é a de Super Nintendo, como diz a matéria e não a do Arcade. Nela, não há como empatar 10 rounds seguidos com Mr. Bison, como podemos ver.

      Não tenho certeza se há emuladores de CPS1 que suportam videos TAS.

      O video também mostra várias maneiras interessantes de se esquivar deste inimigo – lembrando que é um video TAS.

  8. Ezequiel
    14, março, 2010 em 11:41 | #19

    Sobre seu rumor lançado, ao dizer que vestigios do código de sheng long está (ou pode) me lembrei de um fato na "expansão" do diablo 1, que tinham 2 personagens incluidos em seu código, mas eram inacessíveis de maneira normal, mas eles sempre existiram.

    Será o fim da lenda Sheng Long

    • 14, março, 2010 em 22:41 | #20

      Olha só o grande Ezequiel do http://www.dingoobr.com/ por aqui!

      Diablo 1 tinha personagens inacessíveis é? Eu me lembro de magias inacessíveis por vias normais – apenas por código – neste game.

      É muito mais fácil os programadores deixarem o "lixo" no código e apenas não usá-lo no game do quê apagar qualquer vestígio dele.

      Como o cara disse que Sheng Long quase chegou a ser um personagem jogável e que estava em estágio avançado de captura de movimentos, não duvido de que há algo no game; senão o personagem, pelo menos elementos como sprites de magia, nome, quadrado c/ o rosto, etc.

  9. Old Game Master
    16, março, 2010 em 13:09 | #21

    Olha vou confessar que fui vencido pela curiosidade, mas já tinha aquela certeza que por detrás do nome Sheng Long haveria um artigo profundo e completo não só sobre o personagem mas também sobre Street Fighter. O Resultado não poderia ser outro. Este Artigo não deveria estar aqui num Blog, deveria estar sendo incorporado numa enciclopédia e história oficial do Jogo. Parabéns Marcos, mostrando mais uma vez a força dos gamers nas pesquisas e conhecimento prático dos jogos, e indo audaciosamente onde poucos tem a coragem e paciência de ir.

    • 27, março, 2010 em 23:57 | #22

      Põe paciência nisso Reinaldo! Durante boa parte de um longo mês eu me perguntava o porquê de criar uma matéria tão complicada, que necessitava de tanta checagem de informação, de datas, de citações, traduções e imagens – e que sem dúvida me deu uma enorme dor de cabeça.

      E quando eu estava por terminá-la parecia que eu estava dirigindo um carro de F-1 morrendo de medo de pôr tudo a perder. Sabia que eu tinha em mãos uma grande matéria, e que deveria finalizá-la da maneira certa.

      Obrigado pelo elogio Old! Essa matéria não estará limitada ao Passagem Secreta.

      Uma vez, um amigo, na época da criação do video pelo Neofix, me pediu que eu fizesse uma matéria sobre Sheng Long p/ publicar na sua revista eletrônica. Como era uma matéria da mais alta importância pra mim, queria fazê-la com cuidado e a seu tempo, mas prometi que quando ela fosse criada, ela poderia ser publicada na tal revista.

      Matéria criada… e já comuniquei a este meu amigo que na próxima edição da revista ele poderá publicar a matéria, com os devidos créditos.

      Abraço!

  10. 27, março, 2010 em 12:04 | #23

    È lembro que passava horas tentando habilitar o bendito Shen long, hahahaha! È… bons tempos 😀
    Excelente post, nem lembrava mais desse rumor, hahaha!

  11. 27, março, 2010 em 23:46 | #24

    Pois é… eu criei esta matéria visando oferecer um conhecimento sobre Sheng Long acima do padrão de quem viveu a época, mas me surpreendi com a quantidade de gamers que pouco ou nada conhecem da lenda.

    Que fique então como um resgate histórico para as novas gerações.

  12. odin
    1, abril, 2010 em 19:19 | #25

    Sheng Long com certeza foi febre nos flipers, tinham ate pessoas q tentavam as tais sequencias da EGM rsrsrs
    e ja ouvi muitas variantes de como chegar no SL, mas nenhuma deu certo
    Eu mesmo, sinceramente… nunca tentei rsrsrs
    Boa matéria, diga-se de passagem.

    • 5, janeiro, 2012 em 00:48 | #26

      Essa "dica" da EGM para habilitar Sheng Long foi elaborada de maneira que nenhum ser humano conseguisse fazê-la. Só que não contavam que alguns anos depois alguém tivesse a idéia de usar um vídeo TAS para testá-la de verdade, não pra achar algo numa chance remotíssima, mas para finalmente enterrar qualquer de que era possível sim algo acontecer com as instruções da EGM.

      Valeu Odin!

  13. 17, abril, 2010 em 00:41 | #27

    Excelente matéria, me prendeu do começo ao fim! Ela é tão bem escrita que transmitiu a mim aquela falsa impressão de que você a fez com facilidade.

    Só agora reparei que o Sheng Long do rumor do SF III solta magia com só uma das mãos, assim como o Gouken do SF IV. Quanto ao design deste, penso que eles quiseram fazer algo diferente, que não fosse clone do Ryu novamente.

    Cheguei a ver um char de MUGEN do Gouken da revista alemã sob a alcunha de Sheng Long, por volta do ano 2000. Como na época eu achava que o boato sobre o Sheng Long do SF III era verdade, pensei que os sprites tinham sido retirados do próprio jogo.
    http://mitglied.lycos.de/ysls/SF/OldCgouken.gif

    Pior que eu tinha algumas HQs do SF II (eu vivia comprando produtos relacionados ao jogo). Na revista nº 3 o E. Honda lutava contra um tal de Furão (será que ele era parente do Aquaman?).
    http://www.streetfighteranimes.com/sfescala1.html

    Pra finalizar, lembrei da hilária propaganda de mentirinha do SF IV feita pelo pessoal do fórum NeoGAF que vi no Hadouken.
    http://hadouken.files.wordpress.com/2009/02/i1i9e

  14. 18, abril, 2010 em 22:47 | #28

    Essa matéria teve uma construção titânica (ainda bem que não afundou, como o famoso navio). Desde quando o input TAS do final da matéria foi gravado que eu estava me preparando psicologicamente para escrevê-la.

    Como o texto é bem grande, passei vários dias revisando: eliminando erros, sintetizando parágrafos e principalmente dando sentido e ligação às partes – e olha que até já tinha feito algo assim no esqueleto do texto (uma ordenação lógica dos principais assuntos), antes de começar a escrever o mesmo.

    Quanto aos seus links, o gif eu já conhecia. Só não sei ainda qual revista alemã é aquela. Ela foi descoberta por um site ou blog brasileiro, sendo o mesmo citado em vários sites estrangeiros (ver link "Referências").

    A HQ parece ser aquela que cito na matéria, olhando as capas. Eu tenho aqui os scans do Mangá de SFII citado na matéria. Posso upar num 4Shared, se for do interesse geral.

    Já a última imagem, adorei! "Agora é a sua chance" foi ótimo!

    Abração Antideus!

    • 19, abril, 2010 em 22:51 | #29

      Cheguei a jogar com o char de MUGEN que citei, isso me fez com que eu tivesse mais certeza que Sheng Long existia.

      Sim, uma das três primeiras HQs é justamente a que você cita na matéria, se não me engano é a primeira.

      Só quero ver a próxima matéria sobre SF II, se a qualidade cair vou reclamar XD.

      Abração mcs!

      • 21, abril, 2010 em 11:13 | #30

        A próxima matéria minha sobre SFII nem de longe será tão complexa como esta, mas vai envolver uma certa investigação nas profundezas gamísticas e o tema abordado tem potencial de chamar a atenção mais do quê o de Sheng Long.

        O que é? Segreeeedo… 😛

        Abraços!

  15. 11, maio, 2010 em 19:24 | #31

    Me junto ao coro para dizer, ótima matéria.

  16. CRISTIANO
    25, maio, 2010 em 02:18 | #32

    ADOREI A MATERIA!!! A PRIMEIRA VEZ Q EU VI SHEN LONG(GOUKEN) FOI NA REVISTA AÇÃO GAMES EM 97(FAZ TEMPO) E EU MESMO FUI UM DOS ENGANADOS PELA LENDA DO PERSONAGEN, A MONTAGEN ERA MUITO BEM FEITA E EU ME MATEI PARA ENFRETAR O MESTRE DE RYU E KEN , DESCOBRI Q ERA TD MENTIRA NÃO FAZ MUITOS ANOS (BRINCADEIRA D MAU GOSTO EM EGM!!!! MAS FINALMENTE A CAPCOM COLOCOU O PERSONAGEN EM SF4 E PARA MIN FOI A REALIZAÇÃO DE UM SONHO ENFRENTA-LO, OBRIGADO A TODOS E OBRIGADO CAPCOM!!!!!!!!!!!!!!

  17. The anônimo
    24, julho, 2011 em 16:30 | #33

    Sei que é tudo um rumor mais vamos ai se isso tivesse uma historia doferente nunca joguei street fightr e n conheço a historia mais pensem bem e se Sheng Long tivesse se tornado mestre de Ryu e Gouken mestre de Ken

  18. 24, julho, 2011 em 21:23 | #34

    @Murak

    Valeu Murak!

    @CRISTIANO

    É, no final das contas a lenda ficou tão famosa que a CAPCOM teve que criar o lutador.

    @The anônimo

    Acho que teríamos algo como um Evil Ryu Melhorado e um "Super" Ken.

  19. The anônimo
    25, julho, 2011 em 13:50 | #35

    @msc

    Como assim?

    • 2, janeiro, 2012 em 14:47 | #36

      Eu me referi à suposta índole dos mestres. Um lutador treinado por Akuma provavelmente seria um lutador desonesto, ao contrário de um treinado por Gouken, por exemplo.

  20. 1, janeiro, 2012 em 18:21 | #37

    esta matéria é simplesmente fantastica!! parabens mesmo pela façanha de desvendar aquele que pra mim foi o maior rumor/misterio dos games

    • 2, janeiro, 2012 em 14:42 | #38

      Valeu Marlon!

      Demorei meses fazendo esta matéria (só nas férias mesmo) e o pessoal gostou bastante.

      Mais pra frente vou trocar os ?? por imagens dos kanjis e subir aquele arquivo prometido, além de tentar criar uma versão desse vídeo com uma sincronia perfeita de áudio e som.

      Abraço!

  21. Diego Costa
    9, março, 2012 em 16:37 | #39

    Adorei amatéria, simplesmente fantástica, e é claro que Sheng Long era umalenda, mas eu me lembro nos tempos de moleque que desde que o SF2 foi lançado para Snes já diziam que o Sheng Long não podia ser habilitadoo na versão de Super Nintendo por ser uma versão mais facil do que a de Arcade. E todos os meus amigos achavam plaúsivel essa explicação pois realmente era mais fácil, quem perdeu fichas no "Fliperama" deve se lembrar bem.

    • 10, março, 2012 em 14:24 | #40

      A questão é que, acreditando ou não na lenda, ninguém conseguiria prová-la na época simplesmente porquê isso era humanamente impossível.

      Mas usando um vídeo TAS conseguimos provar de uma vez por todas que Sheng Long não existe mesmo (para desespero dos menos céticos).

  22. felipe
    8, junho, 2013 em 16:57 | #41

    Seguinte…não teria sido mais facil usar o gamesharck para vasculhar toda informação do cartuxo?

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: