Página Inicial > iPhone, reviews, sistema > Sonic The Hedgehog 4: Episode I – Primeiras impressões

Sonic The Hedgehog 4: Episode I – Primeiras impressões

N.E. (mcs) : Sonic 4 chegou primeiro para iPhone, sendo lançado dia 07/10. Meu amigo de Brasília Léo Mendes foi um dos primeiros gamers do país a pôr as mãos (via download) em Sonic 4 – e a detonar o game (no bom sentido!). Gentilmente ele escreveu um review para nós do Passagem Secreta, para que o leitor do blog saiba como ficou Sonic 4 antes mesmo do seu lançamento para Wiiware, dia 11. Segue o review:

.

16 anos. Esse foi o tempo de espera que os fãs do ouriço mais famoso do mundo tiveram que esperar para jogar um título que pode verdadeiramente ser considerado da saga “Sonic”. Desde “Sonic & Knuckles”, a série passou por uma série de altos e baixos no início da geração 3D (era Saturno/Dreamcast), para depois ter sua reputação ladeira abaixo na geração PS2 em diante (Shadow The Hedgehog e Sonic The Hedgehog 2006, anyone? E Sonic lobisomem? Meu estômago fica embrulhado só de lembrar).

A série Sonic sofria de um mal semelhante ao que a série Castlevania vinha tendo, ou seja, tinha problemas enormes em funcionar na geração atual, com predomínio dos gráficos 3D, porém, no caso de Sonic, em grau maior. A SEGA, depois de mais de uma década e meia (demorou, hein?), percebeu o óbvio: Sonic só poderia voltar a prestar se tiver a sua jogabilidade como nos jogos originais, em 2D. Assim, surgiu Sonic The Hedgehog 4: Episode I, a ser lançado para Wii, PS3 e Xbox 360 em suas respectivas redes on-line na próxima semana, mas já foi lançado nesta última quinta-feira para iPhone, que é a versão que este que vos fala testou, e que dá as suas impressões a seguir.

Depois de tantas burradas que a SEGA fez com o seu próprio mascote, muitos dos antigos jogadores ainda ficaram céticos quando o jogo foi anunciado. A pergunta mais recorrente era: “será que a SEGA vai conseguir ferrar com o Sonic mesmo com jogabilidade clássica 2D?”. Dizia-se que, se nem essa tentativa não funcionasse, poderiam aposentar o corredor azul de vez. Mas bem, depois de umas sessões de jogatina de Sonic 4, pode-se dizer que Sonic tem sim muito pé pela frente. É só a SEGA querer e manter a mesma fórmula dos clássicos, tal qual fez aqui (graças ao deus Yuji Naka! =P).

Sonic 4 foi feito em co-produção com a empresa Dimps, por sinal, a responsável pelos últimos jogos de Sonic que efetivamente prestaram (no caso, a série Sonic Rush, para Nintendo DS). A idéia das softhouses para Sonic 4 era simples: fazer um game que remetesse ao máximo aos games clássicos, atualizando apenas os gráficos (3D com perspectiva 2D, o famoso 2,5D). E nessa decisão, elas acertaram em cheio.

O game começa praticamente igual aos dois primeiros títulos de Mega Drive: Sonic correndo com os pés girando em uma floresta colorida e alegre, coletando argolas a granel, passando por vários loopings e derrotando badnicks tranquilamente. A sensação quando você joga a primeira fase do game, Splash Hill Zone, é quase a mesma da qual quando jogávamos a famosa Green Hill Zone. A sensação de velocidade é praticamente a mesma daquela época, a estrutura das fases bem semelhante… enfim, é aquele Sonic que todos nós nos acostumamos a amar jogar.

Quanto à jogabilidade, diferente das versões para console, o iPhone tem a peculiaridade de não possuir botões no estilo joystick, então temos a tela de toque do celular para controlar Sonic. Dizendo de cara: é sim mais difícil controlar Sonic desta maneira, pois a dificuldade em realizar saltos precisos e rápidos é maior. Em estágios com abismos, é bem mais fácil cair e morrer por não saber dosar exatamente o pulo. Mas isso não é culpa do game, e sim característico do iPhone. Tanto é que, depois de um tempo, acostuma-se com este esquema de controle e os erros diminuem. No entanto, o iPhone também tem as suas vantagens: alguns estágios (ou até o game inteiro, se desejar no menu de opções) se aproveitam do giroscópio do aparelho, deixando algumas fases bem divertidas, como a que Sonic utiliza um carro de mina que se move conforme você movimenta o iPhone para os lados. Vale muito a pena experimentar.

Falando em estágios, houve certa preocupação quanto à longevidade do game devido ao seu subtítulo: Episode I. Significando que a SEGA decidiu que Sonic 4 seguiria por um esquema de episódios, então este primeiro episódio possui “apenas” 4 fases principais. “Apenas” entre aspas mesmo, pois isso não quer dizer que o game seja exatamente curto. Cada fase tem 3 atos normais de pura correria, mais um ato de Boss para o confronto com o barrigudo Dr. Eggman (apesar de eu ser um daqueles que prefere o nome Dr. Robotnik, mas enfim…). Somando com a fase final, temos no total 17 estágios, ou seja, mais que Sonic 3, e um meio-termo entre Sonic 1 e 2, ou seja, veio em boa dose.

Trailer de Sonic 4 para iPhone

Entretanto, é também daí que vem o que considero o maior defeito do game: a falta de originalidade no design das fases, que parecem praticamente xerox de fases de Sonic 1 e 2. Splash Hill Zone poderia se chamar Green Hill Zone, e ninguém notaria a diferença. O mesmo vale para as outras fases (Lost Labyrinth Zone = Labyrinth Zone, Casino Street Zone = Casino Night Zone e Mad Gear Zone = Metropolis Zone). Até os badnicks são Ctrl+C, Ctrl+V de suas contrapartes antigas, e as fases de Boss também, mas pelo menos cada uma destas fases de Boss tem um tempero adicional interessante (que não vou falar aqui, seria spoiler =P). Até mesmo os estágios especiais, são praticamente cópias dos de Sonic 1, com aquele visual psicodélico e girando o tempo todo. Faltou aquela sensação de inovação no design das fases que todo Sonic clássico tinha a cada jogo da série na época (Sonic CD e Sonic 3 & Knuckles, então, nem se fala!). Parece que a intenção da SEGA com este Episode I era mesmo de remeter ao máximo os games clássicos e, bem, isso ela conseguiu com louvor. Mas espera-se que nos próximos episódios tenhamos fases e inimigos de fato originais, pra deixar o game com mais cara de “novo”, e não de apenas “reciclado”.

Graficamente, Sonic 4 corresponde às expectativas. A perspectiva 2,5D funciona muito bem, com gráficos poligonais muito bem feitos para o poder do iPhone. Às vezes o jogo dá uns frame skips, ou seja, quando o game avança mais rápido do que deveria, mas são bem pouco frequentes, não interferem na experiência e devem ser corrigidos com atualizações.

Não se pode, infelizmente, dar os mesmos elogios quando falamos das músicas do game: apesar de remeterem ao estilo clássico de chiptune 16-bits, são poucas as composições inspiradas. Os melhores destaques vão para o tema do Act 1 da Mad Gear Zone e para a segunda Boss Theme, e só. O pessoal da SEGA vai precisar comer mais arroz com feijão para fazer músicas no nível das originais.

Enfim, pessoal, depois de ter terminado o game uma vez (ainda sem as esmeraldas x_x’), pode-se dizer, com certeza: Sonic 4: Episode I é sim o melhor game do ouriço desde Sonic & Knuckles, pois diverte praticamente tanto quanto os clássicos. Ele possui quase todos os elementos da fórmula ideal citada ontem, e a expectativa é que os próximos episódios só venham a complementar a experiência que Sonic 4: Episode I trouxe.

Mario que se cuide. Sonic está de volta. Finalmente.

Nota: 8/10

Texto: Léo Mendes

Edição: Marcos Valverde

&w=600&h=368

Idealizador e criador do Passagem Secreta, vencedor do prêmio Top Blog, cientista da computação, pós-graduado em Educação, professor e, nas horas vagas, gamer.

Facebook Twitter Google+ YouTube Skype 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categories: iPhone, reviews, sistema
  1. Daniel Gomes
    10, outubro, 2010 em 07:40 | #1

    Que venham as raízes e que os jogos 3D, com exceção dos Sonic Adventure, sejam deixados para trás.

    • 14, outubro, 2010 em 19:42 | #2

      É…, mas eu ainda acho que seria bem legal se um dia Sonic encontrasse uma fórmula ideal nos moldes em 3D. Senão Sonic será como Pac-Man: um ótimo game preso a uma determinada tecnologia gráfica e estrutura de jogo.

  2. Flavio Master
    10, outubro, 2010 em 11:56 | #3

    Só tenho algo a dizer: Amém, Senhor!

  3. 00Agent
    10, outubro, 2010 em 14:11 | #4

    UHahuahhae, oremos!

    Apesar de todos falarem que o jogo parece ser curto, e fácil, percebe-se que está muito melhor que qualquer coisa que a Sega tentou fazer antes. E acho que saiu bem barato para eles produzir Sonic 4.

    • 10, outubro, 2010 em 19:49 | #5

      E olha que, ao meu ver, o game nem é tão fácil assim, na verdade tem o mesmo nível de diificuldade dos primeiros Sonics. E as Boss Battle às vezes são bem frustrantes (no bom sentido), principalmente a última. XD

      • 14, outubro, 2010 em 10:56 | #6

        Acho que com "frustrante" você quis dizer que a batalha com o último chefe é uma p*$@ sacanagem, né? 🙂

        Não vou estragar a surpresa, mas eu perdi umas cinco ou seis vidas até entender como encerrar a briga, rs…

  4. Diogo
    10, outubro, 2010 em 19:37 | #7

    Nunca fui fã de Sonic, mas depois de ler essa coluna de meu amigo Leo, confesso que fiquei muito curioso para jogar esse game. Até mesmo porque sempre segui as plataformas Nintendo/Sony, então não aproveitei o que o clássico Sonic tem a oferecer. Valeu Leo!!!

  5. 10, outubro, 2010 em 19:55 | #8

    @Flavio
    Aleluia!

    @00Agent
    É, parece que em 2D a Sega ainda se garante quando o assunto é Sonic.

    @Diogo
    Sonic 4 ainda não é um Sonic 1, 2, 3 (& Knuckles) e CD mas pelo menos parece ser um ótimo game. Todos que gostam de um bom game de plataforma 2D devem jogar Sonic um dia.

  6. 10, outubro, 2010 em 20:16 | #9

    Pedi pro Léo escrever um texto sobre suas impressões sobre Sonic 4 do iPhone, assim que li seus tweets, pra depois eu complementar com alguma coisa. Nem precisou, olha só o review que ele fez (ah sim, o jogo foi zerado antes, não foi review de 10 minutos de jogatina)!

    Não é média por estar no PS, mas foi muito bem escrito, tanto que praticamente não tive trabalho algum com a revisão, só tive que inserir a mídia e os links – e optei por ser minimalista neste sentido.

    Lançar qualquer matéria no Domingo quase sempre é desastroso – ainda mais uma matéria desse porte – por que é um dia de menos visitam em geral. Mas não dava pra esperar até segunda, tínhamos que sair na frente com um dos primeiros reviews da primeira versão de Sonic 4 em Português e aproveitar a oportunidade. Mas deu certo e o número de visitas foi realmente bom.

  7. 10, outubro, 2010 em 20:57 | #10

    Queria muito um Ipod, como é duro ser um duro assalariado!

    Um dia eu chego lá 😉
    Great POst 😉

    • 10, outubro, 2010 em 21:16 | #11

      Somos dois então. Será que tem Sonic 4 pra versões Xing-Ling do iPhone? 😛

  8. 11, outubro, 2010 em 10:42 | #12

    Tenho sérios problemas com a jogabilidade 3D e desde que começaram a falar de Sonic 4 eu fiquei de orelha em pé. Valia a pena mesmo? Pelo que estou lendo, parece que sim! Finalmente posso me animar com algum jogo do Sonic de novo! Impressões muito boas no geral, só vou reclamar dos loopings, fiquei muito enjoada com a tela rodando… 😛 Estou imaginando como vai ser jogar no Wii. Parece muito foda!

    • 14, outubro, 2010 em 19:45 | #13

      Pelo que me parece, a versão para Wii tem lá as suas melhorias gráficas e de controle – além de trechos diferentes de fase – segundo o Léo disse no Twitter – mas de resto é o mesmo bom jogo.

  9. Leandro Lantin
    11, outubro, 2010 em 23:12 | #14

    Gostei…
    A Sega agora acertou e fez realmente o que se esperava de um bom jogo do Sonic…
    O Mega Drive tinha suas limitações… o que era possível ser feito, foi feito…
    Os efeitos gráficos tiveram um acréscimo bem honesto e de extremo bom gosto, com esse modo "2,5D", que é algo que deveria ter sido mantido desde sempre nos jogos do Sonic e pela jogabilidade, que parece muito boa… Jogando em um joystick deve ficar bem melhor que no iPhone…
    Gostei do efeito da tela girando nos loopings…
    Também achei que as fases deveriam ser mais originais… parecem mesmo cópias das clássicas. Mas acho que foi mesmo a intenção da Sega…
    As músicas estão ótimas… Notei que o "sampler" da "caixa" da bateria ainda é o mesmo do Sonic 1… Gostei muito disso… ficou com sonoridade do clássico, só que melhorado. É o que eu esperava do som…
    Joguei Sonic para Wii e não gostei muito da jogabilidade… não parece que é um jogo do Sonic… Joguei tb o do Game Cube… e tb não curti muito…
    Finalmente a Sega fez um ótimo jogo do seu principal mascote…
    Vida longa ao Sonic… Já são 19 anos de porco espinho azul!

  10. Felipe Daidouji
    12, outubro, 2010 em 09:40 | #15

    Parabens pelo review cara!
    Olha, eu jogo Sonic desde 1994, a época saudosa do Mega Drive assim como você. Eu vou jogar a versão do Wii, que deve ser a mesma coisa só para provar. O jogo tem todos os meritos mas acho que ficou muito curto, a Sega deve amar o estilo GREEN LIKE das primeiras fases. Não curti as músicas, deveriam ser mais originais, chamem o Yuzo Koshiro!! Ele fez as musikinhas do Sonic 1 do Master System.
    E quanto as fases é como vc disse tom "reciclado" e tenho a impressão que teremos algo reciclado no Episode 2 tambem (fases do Sonic 3 talvez).
    O game tem o seu merito, e dou graças que a Sega entendeu isso muito bem, agora é só botarem a cachola pra funcionar!

  11. 12, outubro, 2010 em 20:12 | #17

    Boa MCS XD

    Eu ja estou com a versão de Wii, mas vou demorar um pouquinho para poder jogar: to ainda no meio de New Super Mario Bros, quando eu terminar eu me aventuro XD

    Vai ter analise disso no Retroplayers tb, e colocarei o link da sua lá por ser de IPhone, ok?

    No mais, me limito a não comentar antes de jogar, pois o game foi lançado e eu acabei não me empolgando com o material que vi até então…

    Abraço XD

    • 12, outubro, 2010 em 21:57 | #18

      Legal Sabat, quero ver se a versão do Wii é idêntica ou se mudou alguma coisa (além, obviamente, dos controles). Mas, se for como a de iPhone, vai ficar com uma nota média de 8 (pelo que ando lendo por aí).

      Só lembrando que o review aqui foi feito pelo Léo, que antes zerou o game. Eu não teria condições de fazer isso agora porque, diferente dele, não sou um dos felizes proprietários de um iPhone. 😀

      Abraço!

  12. 13, outubro, 2010 em 11:33 | #19

    Cara! Ouvir falar bem de Sonic não é muito comum.

    Fiquei feliz porque a Sega enfim tomou doses (cavalares, diga-se de passagem) de vergonha na cara.

    De fato, ao olhar para o jogo, me pareceu mais um "Sonic 1 HD", do que "Sonic 4". Cadê a originalidade, Sega?

    Porém, fico feliz porque a série voltou aos rumos cerots, dos quais nunca deveria ter saído.

    Parece que esses Special Stages voltaram a dar raiva, igual em Sonic 1, quando me ralei pacas pra pegar as 6 (naquela época) Esmeraldas.

    E, se o Episode 1 meio que copia Sonic 1, tomara que o Episode 2 não copie Sonic 2.

    A música de Mad Gear Zone 1 é a minha preferida do jogo, mas Sega, poderíamos ter músicas mais inventivas? Pode ser?

    De qualquer forma, Sonic, bem vindo de volta!

    • 14, outubro, 2010 em 19:29 | #20

      Acho que esse lance de se parecer muito com os Sonics clássicos foi mais por pressão dos fãs do ouriço. Se a Sega continuar ouvindo eles, como aconteceu no Episode I, provavelmente a inovação das fases virá.

      A fase de bônus que mais gosto é a de Sonic 1, seguida por Sonic 3 e popr último Sonic 2 (não era muito bom nela).

      Pra mim ia ser uma bomba a notícia de Masato Nakamura fazendo a OST de um dos próximos Sonics. Suas músicas na série clássica são brilhantes!

  13. 14, outubro, 2010 em 06:46 | #21

    Excelente análise! 😀

    Eu comprei a versão do Wii e curti muito, os gráficos são muito bons, a música me preocupou quando vazou na net mas no jogo elas se adaptam muito bem às fases, e apesar da física ser diferente da dos jogos clássicos, a jogabilidade é maravilhosa.

    Para mim a SEGA finalmente quebrou o ciclo e criou um jogo que merece ter o "4" em seu nome, apesar da falta de criatividade na temática dos estágios, mas como esse primeiro episódio tá mais para um prólogo, então vamos torcer para que nos próximos episódios tenhamos estágios bem variados e criativos.

    Eu fiz uma análise para a versão do Wii no meu blog: http://sidescrollcastle.wordpress.com/2010/10/13/

    Abraços

    • 14, outubro, 2010 em 19:38 | #22

      Ando lendo tudo o que está saindo na blogosfera sobre Sonic 4 e há uma certa divergência na questão da OST, uns gostaram outros não. Confesso que na época do vazamento não gostei nem um pouco, exceto umas 3 ou 4 músicas. Mas gostaria de jogar o game pra dar uma opinião definitiva (aliás, alguém sabe se houve mudança aparente na trilha que vazou da final?).

      Vou ler sua análise no Side Scroll Castle!
      Abraço.

      • 00Agent
        15, outubro, 2010 em 06:03 | #23

        Até onde ouvi, cara, não houve nenhuma mudança na OST não. E aliás, a trilha sonora se torna bem mais aceitável enquanto se está jogando!
        A Splash Hill toca algumas vezes na minha cabeça!

        Acho que, se fossem chamar o Masato Nakamura, se ele aceitasse, ia sair bem caro para a Sega – que claramente cortou gastos com esse lançamento, e vai ganhar um porrilhão de dinheiro com isso. O Jun Senoe é prata da casa, então é só ele ir ali entregar as músicas e pegar o contracheque no fim do mês.

        Mas, é claro, há aquele consenso geral de que, apesar de semelhantes, as músicas de Sonic 4 nem se comparam às músicas do Sonic 1/2, principalmente porque, ironicamente, a instrumentação no chip de som FM do Mega é muito mais diversificada e criativa comparado ao que Jun Senoue fez agora, em 2010!

  14. 14, outubro, 2010 em 11:01 | #24

    Eu marquei para ler depois este texto, porque não queria ser influenciado na hora de escrever meu review no Gagá Games, e agora que publiquei meu texto e vim aqui… notei que o início do meu texto ficou quase igual 🙂

    Eu também curti muito o jogo, achei bem divertido. As músicas não são mesmo tão memoráveis como as dos jogos originais, mas eu gostei bastante delas mesmo assim. Fiquei surpreso com o jogo, pensei que ia ser uma bela porcaria, mas ao menos a versão do Wii é divertida pra dedéu.

    • 14, outubro, 2010 em 19:57 | #25

      Heheh, fez muito bem Gagá, aliás estou lendo o seu review e pelo que li até agora a versão de Wii também é muito legal.

      O Léo fez um ótimo trabalho com este review, pelo curto prazo de tempo: adquirir o game dia 7, jogar dia 8, entregar review dia 9, editado por mim dia 9 e sendo publicado no dia 10. Além disso, quase não havia análises sobre o game e a versão analisada foi a primeira delas.

      Fico feliz que as opiniões convirjam para a aprovação do game. Nós, fãs ou admiradores da Sega, precisávamos dessa boa notícia a muito tempo.

  15. 17, outubro, 2010 em 05:38 | #26

    Andei lendo e assistindo vídeos referente a esse Sonic 4. E realmente me parece muito bom. Mas ele cai no mesmo erro de Street Fighter IV. Eu, como acompanhante atento (e da velha guarda) de Sonic, percebo que isso é algo claramente pretencioso: vender o jogo como uma continuação, sendo que ele não é em todos os sentidos. Até a sonoridade da trilha é bem parecida com a de Sonic 2 (vendo o trailer), somando isso às habilidades que Sonic adquiriu em Sonic Adventure. Bom, levando em consideração os gráficos, parece que vale mesmo a pena para a nova geração de apreciadores – já que isso é o que mais tá evoluíndo no mundo dos games atualmente. Não condeno todo esse retrocesso não, mas só isso não me dá muitos motivos de renovar consoles a cada geração – até porque costumo manter bastante coisa que relançam hoje. Efim, Chega uma época que caimos em si e pensamos: "hoje em dia é quase tudo a mesma coisa..só que mais bonito".

  16. 17, outubro, 2010 em 21:31 | #27

    Realmente o título "Sonic 4" não soa tão adequado devido ao game ser quase um apanhado dos games mais antigos da série. Espero que no Episódio 2 o jogo olhe um pouco mais pro futuro e corrija os defeitos do Episódio 1.

  17. Sniper
    19, outubro, 2010 em 15:08 | #28

    Esporo que após o sucesso de SOnic 4, a SEGA lançe o Sonic 4: Knucles, pra jogar novamente as mesmas fases, porém com o Knuckles assim como o Sonic 3 e Knucles.

  18. David
    25, outubro, 2010 em 17:32 | #29

    Jogo Sonic desde a era da pedra, mas será que ainda permanece colher as 7 esmeraldas e Tcharam Super Sonic ou quem sabe as 14 como em Sonic & Knuckles encaixada em Sonic 3 e Tcharam Hyper Sonic!!!!!
    Se os Deuses da SEGA ainda prevalecerem o objetivo de pegar todas as esmeraldas, para um bom resultado no jogo e ver "Continua" no próximo episódio?! E ter a paciência de esperar sair, ou dependendo de como terminar o jogo com 100% aí sim a dificuldade é tamanha e poder obter finais diferentes seria uma ótima fase da SEGA para a era "moderninha"!

    Vlw e um abraço

  19. Lucas Indrusiak
    17, janeiro, 2011 em 09:53 | #30

    Concordo em gênero e número… especialmente na parte sobre as músicas. Para ruim elas não servem, mas para comparar com as antigas, especialmente de Sonic 1 e 2, está longe… infelizmente.

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: