Página Inicial > beta, versões > Vídeo de um protótipo inédito de Sonic e Streets of Rage é descoberto

Vídeo de um protótipo inédito de Sonic e Streets of Rage é descoberto

protótipo de Sonic

Um vídeo datado do início de 1991, postado na Internet em janeiro de 2020 e apenas agora repercutido pela comunidade de arqueólogos digitais da franquia Sonic está dando o que falar. O motivo é simples: ele mostra imagens de um protótipo nunca visto do jogo Sonic The Hedgehog, com imagens raras de vários elementos não encontrados na versão final do game, algumas delas vistas apenas em scans de revistas da época ou perdidos em algum canto do código. Como bônus, ele também mostra elementos cortados da versão final de Streets of Rage.

O vídeo faz parte da Sega Shinsaku Soft Video, que era uma série em VHS distribuída mensalmente pela Sega para promover seus sistemas no Japão. A série durou de janeiro de 1991 a junho de 1993 e, após esse período, foi realizada pela Sega Video Magazine.

.

Sonic (beta)

O Sega Shinsaku Soft Video vol. 07 traz imagens de uma versão em desenvolvimento ainda desconhecida de Sonic que lembra a famosa versão beta do jogo vista no programa Nick Arcade, mas agora com mais fases sendo exibidas. São várias as diferenças em relação à versão final, principalmente em relação a elementos de tela, cenários de fundo, design de fases e até na frequência do jogo (mais rápida, não sei se devido à gravação do vídeo ou não). Veja as diferenças:

1:11 – A bola de demolição usada pelo Dr. Robotnik aparece no cenário, agora é interagível, e também aparece em outro momento do vídeo.

1:30 – O poste de checkpoint da versão final, no meio da rolagem, foi substituído por uma fileira extra de anéis.

1: 32 – Aquele empolgante salto após a rolagem que terminava num aglomerado de argolas é diferente aqui. E bem sem graça, convenhamos.

1:39 – Vida extra é ganha após coletar 50 argolas ao invés de 100.

1:45 – Há um salto de vitória no encerramento da fase, aparentemente controlado pelo jogador que, aliás, foi reaproveitado em Sonic Mania. Além disso, o cenário de fundo é diferente (note a adição da cachoeira na versão final). Outro detalhe: Sonic não pode sair à direita da tela.

3:01 – Ocorre um bug com o som de pulo quando a música da fase está em fade in (retornando).

3:53 – Ainda falta polimento à animação de derrota do chefe.

3:54 – A música não volta ao normal depois de derrotar o chefe. Os animais saem apenas pelas laterais da máquina, lembrando as versões de Master System/Game Gear.

4:10 – Os famosos UFOs no céu de Marble Zone. Não sei o porquê, mas me lembra aqueles games psicodélicos de plataforma em consoles “revolucionários” como Jaguar e Amiga CD 32.

5:40 – Espinhos rotativos num bumper de Spring Yard Zone 1. Provavelmente foi excluído por ser um elemento de alto desafio que não condiz com a curva de dificuldade do jogo.

5:50 – Bumper triplo no topo da tela dispostos um ao lado do outro.

6:09 – Dois Rollers (inimigo que lembra um pouco Sonic) lado a lado ao invés de um.

6:12 – Um escudo e alguns espinhos horizontais logo no início da Labyrinth Zone 1.

6:26 – Tema de afogamento e efeitos sonoros de bolha de ar ausentes.

6:47 – Trecho do estágio especial com layout diferenciado, ainda bem vazio, sem os triggers de Reverse, Up e Down. Lembra até uma versão de testes.

7:05 – “Press Start Button” abaixo na tela de abertura, inexistente na versão final.

.

Streets of Rage (beta)

O protótipo de Sonic não foi a única descoberta relevante do vídeo. Streets of Rage (Bare Knuckle no Japão) também teve um protótipo revelado, desta vez com cenas mais próximas da versão final, mas ainda assim interessantes.

No vídeo acima (recorte do original), destaco a belíssima versão de Wilderness (aos 0:48), canção do primeiro estágio do clássico Golden Axe, que toca durante a introdução do game numa bela escolha editorial do VHS. Me pergunto se a música de introdução de Streets of Rage estava ausente, sendo substituída na edição do vídeo.

Na tela de seleção de personagem (2:10), o personagem Adam aqui se chama Wolf, Axel possui o nome de Hawk e também se ouve brevemente uma música diferente da versão final. No início do gameplay, percebemos que a Blaze está com a voz mais grossa (2:22), soando igual às das “irmãs gêmeas”, chefes de fase da versão final. Talvez a alteração no tom de voz da protagonista deu-se em função da necessidade de diferencia-la de tais inimigas.

Além da ausência de Nora, a inimiga vestida com roupas colantes portando um chicote, aos 2:41 vemos o inimigo Signal, com um visual cyberpunk psicodélico bem diferente da versão final:

protótipo de Streets of Rage
Signal com visual diferente é uma das coisas mais interessantes desta versão.

É possível ainda presenciar alguns bugs, como o do arremesso em 3:13 ou o comportamento bizarro do inimigo à esquerda da tela a partir de 4:44. O som dos pneus cantando no especial da polícia (3:20) está ligeiramente diferente, assim como o som do projétil caindo (3:24). A 2ª fase se inicia num local diferente da versão final (6:12), sem a cidade ao fundo, além da música perder sua introdução e ficar num estranho loop.

No geral, o protótipo mostra ausências de elementos de tela como cabines telefônicas, itens coletáveis, portas no cenário que não se abrem e elementos de cenário diferentes, como os letreiros em neon.

A comunidade de entusiastas por versões em desenvolvimento de games clássicos, especialmente a de Sonic, está em busca das outras fitas desta série que possam oferecer mais pistas sobre o processo de desenvolvimento desses jogos. O Passagem Secreta, é claro, está de olho e acompanha de perto esta busca!

Encontrou mais alguma diferença do protótipo em relação à versão final? Comente aí embaixo.

Referências: wadelyjp, @Sonic_Hedgeblog, TSSZ News.

Idealizador e criador do Passagem Secreta, vencedor do prêmio Top Blog, cientista da computação, pós-graduado em Educação, professor e, nas horas vagas, gamer.

Facebook Twitter Google+ YouTube Skype 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Gostou do post? Então compartilhe!
Categories: beta, versões
  1. 12, maio, 2020 em 20:24 | #1

    Bem bacana você listar todas as diferenças e bugs de ambos os jogos, a comunidade que aprecia o Sonic ficou maravilhada com esses vídeos, o sonho delas é conseguir mais imagens de versões betas que apareceram em várias revistas da época e trazem muita curiosidade sobre como era o jogo.

    No caso do Streets of Rage, estava torcendo para aparecer aquele chefe mascarado que tem na capa da edição brasileira do jogo, mas não foi desta vez hehe, quem sabe uma hora apareça 😀

    • 12, maio, 2020 em 20:41 | #2

      Eu sempre planejo fazer uma matéria curta e normal mas sempre me empolgo com a escrita conforme vou descobrindo e pesquisando coisas, kkk!

      Com a grande repercussão que este vídeo está tendo, certamente ele ajudará com que essas versões possam ser encontradas. E pode contar com mais vídeos desta série aparecendo no futuro. Espero que tenha coisa boa por lá também.

      E Felipe, depois dá uma olhada no canal dos vídeos postados. Você vai gostar. 😉

  2. 13, maio, 2020 em 01:52 | #3

    Um elemento que percebi também, a voz de Axel e Adam estão mais grossas.

    • 13, maio, 2020 em 08:07 | #4

      É mesmo Mestre Ryu? Eles aparecem tão pouco, e o narrador no final ainda atrapalha um pouco no áudio que fica um pouco difícil perceber. Vou ouvir de novo e comparar com a versão final, valeu!

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: