Página Inicial > variedades > Especial Space Harrier – Parte 1

Especial Space Harrier – Parte 1

Space Harrier 

Space Harrier é, sem dúvida, um dos maiores clássicos da Sega. O game inaugurou uma fase de ouro da companhia nos arcades, que abriria caminho para o seu promissor sucesso no mercado de consoles também. Grande parte desse sucesso se deve a Yu Suzuki, visionário designer responsável por muitos dos sucessos da Sega.

Na primeira parte de dois do especial sobre a série, falamos sobre a versão original para arcades, lançada em 1985.

.

Confira aqui o review sobre o game

Jornalista de games, editor de vídeo e estudante de Audiovisual, escreve atualmente para a Revista OLD! Gamer. Além dos joguinhos, também dá pitacos sobre cinema, TV e tecnologia; sempre acreditando que a ironia é a melhor forma de sinceridade. Ouve Game Music e trilhas sonoras de filmes durante a maior parte do tempo, mas jura que é uma pessoa legal. Seguista, badernista e exorcista.

Twitter YouTube 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Gostou do post? Então compartilhe!
Categories: variedades
  1. 19, dezembro, 2009 em 04:54 | #1

    Felicidades por el artículo, es muy interesante, aunque el juego a mi no me gusta mucho. 😉

  2. 19, dezembro, 2009 em 11:03 | #3

    Muito boa essa primeira parte do artigo, 00Agent (Medo desse nome). SH é um dos jogos q adoro, ainda q não jogue muito.

    • 00agent
      19, dezembro, 2009 em 21:07 | #4

      @Talude

      Já pensei em mudar meu nome pra Opa Opa, mas não vai dar muito certo não!

  3. 19, dezembro, 2009 em 11:49 | #6

    Excelente post, 00Agent! Não sabia de várias informações que você escreveu e não tenho nada a corrig… digo, acrescentar.

    Eu tinha Spece Harrier 3D do Master e cheguei a jogar com os Óculos 3-D *_* . Não se esqueça de falar do port de Space Harrier para Famicom no próximo post 🙂 .

    E continue postando mais para o nosso deleite XD .

    • 00agent
      19, dezembro, 2009 em 21:06 | #7

      Essa versão para Famicom ainda estou pesquisando… Ela é meio obscura! Mas pretendo falar dela sim, dando destaque aos outros ports mais conhecidos!

      E a versão ao vivo da música tocada pela SST Band é simplesmente espetacular. Eu já havia ouvido a versão de estúdio, mas pouco havia me impressionado. Agora, quando a guitarra tomou o arranjo da melodia principal… É praticamente orgásmico!

  4. 19, dezembro, 2009 em 12:12 | #8

    Ah, e quando vi (e ouvi) pela primeira vez essa versão ao vivo tocada pela S.S.T. Band me senti nas nuvens! Foi uma sensação nostálgica incrível ^o^ .

  5. 19, dezembro, 2009 em 15:11 | #9

    Space Harrier é um game considerado como clássico e tal, mas eu confesso que nunca o joguei pra valer… quem sabe isto acaba ocorrendo um dia…

    • 00agent
      19, dezembro, 2009 em 21:08 | #10

      Cara, eu relutei muito para dar uma chance a esse jogo. Mas, agora que o joguei, tô até viciado nele… Realmente não é aquele game que você termina e esquece… Dá vontade de jogar tudo de novo!

  6. 19, dezembro, 2009 em 22:08 | #11

    00Agent, não sei se vc vai falar no próximo post, mas é interessante ver o 3D Battles of World Runner (NES).

    • 00agent
      20, dezembro, 2009 em 11:50 | #12

      Me deparei com esse jogo ao pesquisar sobre o SH pro Famicom. Talvez dê pra fazer uma menção honrosa =D

  7. 20, dezembro, 2009 em 18:22 | #13

    Nunca joguei este game, mas sempre que vejo algumas telas logo de cara me lembro do ótimo Burning Force, do Mega Drive.

  1. Nenhum trackback ainda.

%d blogueiros gostam disto: