Super Mario Bros. Especial (NEC PC-8801)

Por: mcs

.

O computador PC-8801 foi lançado no Japão em 1981 pela NEC – a mesma empresa que lançaria mais tarde o TurboGrafx-16. O PC-88, como também é conhecido este computador, se tornou bastante popular naquele país, mas nunca chegou a ser lançado em outros mercados, sendo exclusivo do Japão.

PC-8801 rodando Gradius

Companhias como Sega, Enix, Square, Bandai Soft, Wolf Team e Hal Laboratory, entre outras, lançavam games exclusivos para o sistema. Muitos games lançados para MSX eram lançados simultaneamente para o PC-8801, como os da Game Arts, ELF e Konami. Algumas séries famosas apareceram primeiro no PC-8801, como por exemplo Snatcher, Dragon Slayer, RPG Maker, Thexder e Ys. Também há uma versão do game Super Pitfall que, segundo dizem, ficou bem melhor que a versão de NES.

A Nintendo, por sua vez, licenciou alguns de seus games de NES para serem portados pela empresa Hudson Soft para o PC-8801: Excite Bike, Ice Climber, Golf, Tennis, Donkey Kong 3, Ballon Fight. Lógico que o encanador mais famoso dos videogames não poderia ficar de fora e três games foram lançados para o sistema: Punch Ball Mario Bros. (versão do Arcade Mario Bros. – de 1983), Mario Bros. Special (versão alternativa de Mario Bros.) e Super Mario Bros. Special, que é um port do famoso Super Mario Bros. do NES.

.

Uma bola é a novidade deste remake

Versão alternativa do arcade Mario Bros.

.

Super Mario Bros. Special

Imagine uma versão de SMB.1 em que não há scroll lateral de tela, sendo que a mesma funciona como no game Pitfall (Atari 2600). Imagine uma jogabilidade tão sofrível que pular um buraco é um convite a levar um game over e pular sobre os inimigos não é nada recomendável – sendo mais fácil tentar evitá-los. Imagine um game com som lento e com gráficos com poucas cores, variando entre tons de vermelho a amarelo e sem o uso da cor branca. Junte ao pacote animações toscas, com falhas de sprites e com os personagens passando por detrás do cenário (não, não estou falando de SMB.3) e temos Super Mario Bros. Special, para PC-8801 – uma das piores versões de game do Mario. Veja o video:

.

Vale como curiosidade, sem dúvida é um jogo muito raro e ,como vantagem, temos o design de level levemente modificado, o que é um atrativo diferente para quem joga.

.

Referências:

Wikipedia: NEC PC-8801

Joystiq

Game Stone

  1. Ezequiel
    20, março, 2010 em 14:26 | #1

    4:25 do Vídeo.. urgh…
    mas ainda é interessate mesmo pelas mudanças nos cenários.

  2. 21, março, 2010 em 09:11 | #2

    O PC-88/98 era melhor mesmo pra jogar adventures, não?
    Mas, interessante saber sobre essas versões raras de jogos da Nintendo.

    A bola no Mario Bros. me deixou curioso. Como será que ela funciona? '_'

    • 21, março, 2010 em 22:51 | #3

      Pois é Emerson, parece que não há videos disponíveis sobre este game no Youtube. Mas pelo que pesquisei, é meio inútil.

      Talvez vc encosta nela e ela rebata, acertando os inimigos (ou não…).

      • Eduardo Shiroma
        6, agosto, 2010 em 14:58 | #4

        Na verdade há um sim. Podem vê-lo aqui.

        Eu já joguei esse jogo num emulador, mas não consegui jogar direito pois nunca descobri qual era o botão para pular… 😛
        O vídeo explica tudo por si só: você não pode pular em cima dos inimigos, e sim deve arremessar a "punch ball" para cima deles. Assim que eles ficam atordoados, é a mesma coisa que na versão do Famicom, é só atropelá-los.

        E talvez esse site seja interessante para vocês; caso queiram visitá-lo, aí está o link: Strange and Wonderful NEC PC-8801 Games.

        • Eduardo Shiroma
          6, agosto, 2010 em 17:42 | #5

          Ah, estou respondendo a mim mesmo, mas é por um bom motivo.

          Disse que não consegui descobrir qual o botão utilizado para pular no jogo, mas acabei descobrindo.
          Ao ler este texto no RetroPC.NET vi que é só segurar a tecla (e não botão como eu havia citado :P) para a direção que quiser e apertar espaço.

          O problema é que jogo os jogos num notebook, e nele não há teclado numérico. Aliás, há sim, mas é embutido, e para utilizá-lo devo segurar o botão Fn (Function). Sendo assim, enquanto utilizo o teclado numérico, fico impossibilitado de usar outras teclas, e foi esse o fator que me impossibilitou de jogar Punch Ball Mario Bros.

          Desculpe-me por enfadá-los com textos explicativos desnecessários… 😛

          • 6, agosto, 2010 em 20:22 | #6

            Nunca uma discussão técnica sobre como fazer o Mario pular, num teclado de Notebook, num emulador de um sistema chamado "NEC PC-8801", vai ser enfandonho pra mim. Isso é o ar que eu respiro. ^^

        • 6, agosto, 2010 em 20:15 | #7

          Legal o video Eduardo, mais um elemento aí para alimentar nosso conhecimento sobre esses games desconhecidos.

          Veja a data do referido video: 4 de Julho de 2010, bastante tempo após meu comentário dizendo não haver vídeos. Pelo visto, em Março de 2010, ainda não havia videos do jogo no Youtube.

          Nossa, que estranho essa bola… parece ter as mesmas propriedades físicas de uma… rã?! 😛

          Muito interessante este site, Eduardo, vou dar uma lida nisso tudo. Comecei a ter interesse por este sistema desde que fiz esta matéria!

          E linkei o seu video ao texto!

          Abraço!

  3. 21, março, 2010 em 22:59 | #8

    Achei um glitch super legal desse jogo. Vejam:


  4. 00Agent
    22, março, 2010 em 08:15 | #9

    Ha! Nem mesmo Mario escapou da bagunça de licenças de franquias ditas "exclusivas" nos anos 80!

  5. 7, agosto, 2010 em 11:36 | #10

    Todo jogo famoso, que vem de muito tempo tem essas "otimas" franquias "exclusivas" dos anos 80, aff.

  6. 14, agosto, 2010 em 23:29 | #11

    Estes games formam o que hoje é conhecida como "A trilogia perdida dos games do Mario", onde algo inusitado acontece: a Nintendo deixar o desenvolvimento de seu mais valioso produto (Mario) nas mãos de terceiros (Hudson Soft).

    Não deixem de ver estas imagens do jogo no link abaixo!
    http://www.vgmuseum.com/images/pc88/01/smbs.html

    Fala a verdade… deu vontade de jogar esta raridade agora, não?

Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: