Página Inicial > 20 anos de Super Nintendo, especiais, Super Nes > 20 anos de Super Nintendo – Parte 4

20 anos de Super Nintendo – Parte 4

Este post é parte do especial “20 anos de Super Nintendo” que comemora os 2o anos de lançamento do console. São ao todo cinco posts, onde cada membro do site comenta sobre os três games mais importantes do console em sua vida, sendo organizados por um índice geral.

 

A Nintendo nunca foi minha empresa favorita, muito menos os jogos que saiam na época me interessavam tanto quanto aqueles da sua concorrente SEGA. Não sei dizer o porque – afinal, quem sabe dizer? – mas de certo tudo que joguei do SNES foi depois de me tornar um velho e chato. Então minha visão dos jogos vem descarregada totalmente de uma nostalgia, já que não tive contato algum com um SNES até os meus 13 anos. E nunca fui o feliz dono de um. Mas isso não é problema!

 

Super Punch Out!!

Esse não deve ser a escolha da maioria dos Nintendistas como um ótimo jogo do SNES. Nem ao menos ouço dizer seu nome como um ótimo jogo de esportes.
E esse eu conheci a pouco tempo atrás, depois de ter jogado exaustivamente o Punch Out!! do NES. Não consegui ainda jogar as versões do Arcade que me parecem muito mais ricas em detalhes e diversão – mas pode ser coisa da minha cabeça!

Diferente do NES, esse jogo tem peculiaridades que se aproximam bem mais do boxe em videogame como a visão de trás do lutador e a possibilidade de recuperar um pouco da energia ao acontecer um nocaute.
Os personagens carismáticos – que são o fator principal do “sucesso” da franquia – são sempre o que salva o jogo de um marasmo. É muito mais legal lutar com um personagem que você, de certa maneira, vai odiar com todas as suas forças e vai ficar muito p… quando não conseguir derrubá-lo. Acho só triste que muitos dos lutadores desse jogo tenham ficado na obscuridade desse título.

 

 

International Superstar Soccer Deluxe (Ronaldinho 98)

O jogo que eu mais me lembro de ter jogado de futebol foi um Fifa do Mega Drive (não me lembro o ano, pode ser o de 94), porém nunca tinha jogado o ISS em nenhum console. E olha que esse jogo também saiu para o Mega Drive!

Quando peguei pra tentar ganhar um joguinho que fosse do computador foi uma desgraça e quando realmente admiti que sou um péssimo jogador. Tomo altos vareios do jogo, sem dó. E aí eu vejo galera dando bicicleta, passes lindos, dribles fantásticos e me sinto eu jogando contra o Pelé.
Talvez passe por mim o tipo de revolução que essa série trouxe pros games de futebol. Não vivi essa febre, muito menos gostava de futebol na época. Gostava muito do Fifa e nem sei se ganhava muito naquele jogo. Hoje arrisco-me nos Pro Evolution Soccer da vida contra os amigos.

Nem entro em méritos de gráficos, o sucesso advindo da câmera do jogo que era melhor pra assistir, a fluidez dos jogadores (nem sei se tem fps suficiente, as vezes é um pouco lento) e o mestre Allejo – que se fosse hoje nunca teria existido. E nem na versão hackeada – Bomba Patch my ass – do Ronaldinho 98, que tem os times brasileiro e que eu só jogo com o Palmeiras.

Mas minha frustração hoje é não conseguir ter ganho uma mísera partida até hoje. Já se vão uns 2 ou 3 anos de jogatina dispersa nesse título. Um dia eu vou conseguir. E mesmo assim continuo gostando desse jogo, de uma forma meio masoquista, mas sincera e com fome de gol.

 

 

Megaman X3

Ah, esse eu joguei demais na minha adolescência. Como já disse antes apesar de vocês terem pulado, eu não tive um SNES e muito menos o joguei sem ser num emulador. Mas esse eu joguei numa versão do Playstation, cheia de loadings, mas que eu amava.

E esse é o único que tenho uma memória nostalgica, de tentar descobrir que poder derrotava o outro Maverick, pegar todos as partes da armadura e robôs, jogar com o Zero! E olha que o único outro Megaman que eu itnha jogado era o 8 – que eu também achava sensacional.

Tudo o que eu gosto em um jogo está no X3: passagens secretas (!), itens escondidos, lógica para derrotas os bosses ou pra achar passagens novas, história linda, jogabilidade simples e sem falhas…
Poderia puxar o saco desse jogo o texto inteiro não fosse uma coisa: a obscuridade das missões paralelas. Depois de velho e chato eu descobri que havia um final ainda mais legal e a armadura completa dourada. Tudo o que eu sempre quis. Mas é tão obscuro no jogo que eu não sei como as pessoas descobriram isso. Como por exemplo derrotar os mini-chefes com as armas corretas para que eles realmente sejam destruidos. Lógico que a dor física deles demonstra, mas como eu poderia saber? E da armadura dourada? E de que o Zero te da a lightsaber dele? E as coisas que você não pode pegar pra que dê certo???

Mas isso é só minha visão playstationiana das coisas (o videogame que deixou os gamers preguiçosos). Eu reclamo mas gosto disso, mais pela satisfação pessoal no final da terrivel quest – como foi ler eu divagar sobre os 3 jogos que escolhi!

Filipe (ou Kurt, se preferir) é retro-jornalista e retro-músico. Seguista, oitentista, mas não nintendista. Prefere um bom jogo do Mega Man a um do Mario. Usa videogames pra fazer música no seu projeto Subway Sonicbeat.

Twitter 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. 19, dezembro, 2011 em 02:04 | #1

    Super Punch Out!! – Taí uma série que sumiu na obscuridade. Joguei muito a versão de NES, mas bem pouco esta de Super NES.

    Adoro os dois primeiros games da série X de Mega Man, e parei por aí. Uma pergunta pra quem jogou: MMX3 é equiparável aos dois anteriores?

    Joguei pouco ISS (ok, podem me matar depois dessa), mas um que joguei demais (ainda tenho o cart) é o World Cup USA 94, ótimo game que até cogitei entrar para a minha lista de preferidos do console.

    A maior parte dos games de Super Nintendo que joguei até hoje foram no console mesmo, apesar dos N (sem trocadilhos) emuladores existentes hoje.

    • joeycaruzo
      19, dezembro, 2011 em 23:54 | #2

      Eu já joguei o MMX3, É um ótimo jogo. (Megaman X é uma das minha séries favoritas) Dos 3 MMX para SNES esse é o mais difícil.

  2. Talude
    19, dezembro, 2011 em 19:23 | #3

    Futbol Brasileño 96, que jogo legal. Nunca gostei do primeiro ISS, mas do Deluxe gostei bastante!
    Porran, Marcos, World Cup USA 94? Vc deve ser a primeira pessoa que gostou desse jogo, em qualquer versão.

    • 20, dezembro, 2011 em 11:10 | #4

      Acho que me enganei pelo nome e pelo ângulo de câmera, bem parecidos. O jogo a que me referia na verdade chama-se "Super Formation Soccer 94":

      Joguei muitos jogos de futebol para SNes. Tenho até aquele Tommy Meola, ruim pra caramba mas que chega a ser engraçado de tanto bug.

  3. Flávio Cunha
    20, dezembro, 2011 em 01:02 | #8

    Megaman é um clássico, que ficou muito mais valorizado no SNes. Já vi um X3 em cartucho e, segundo meu amigo que é o dono, "é raríssimo". Eu acredito, pois em toda locadora que eu ia na época, só achava o X e o X2. Mas essa série X é uma das que considero um marco do SNes.

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: