Página Inicial > especiais, Maratona Game Movies > [Maratona Game Movies] Resident Evil: Apocalypse

[Maratona Game Movies] Resident Evil: Apocalypse

Essa era uma missão ingrata, assisti o filme com os olhos mais críticos possíveis, mas depois de sentar no artigo por um tempo e pensar no que escrever, resolvi defender esse filme.

Ok, você pode reclamar o quanto quiser, mas Resident Evil 2 não é tão ruim assim.

A minha visão de toda a série RE é um pouco distorcida pois nunca joguei mais do que o primeiro jogo. Minha esposa, que nem é tão gamer assim, sabe mais do que eu da série. Mas desde que li em um artigo sobre como os filmes do RE são melhores que os jogos, fiquei com isso na cabeça.

Continuando da onde o primeiro filme parou, inclusive recorrendo para flashbacks da Alice sobre os acontecimentos anteriores (e usando cenas do outro filme, sem vergonha alguma),  a Umbrella então mandou a galera pra avaliar o que aconteceu na mansão. Nessa eles acabam liberando os zumbis na cidade toda., claro. E nisso vem todos os clichês de apocalipses em geral. Tem o cientista maluco que criou tudo e que deve ser salvo, aparecem algumas outras pessoas que não tem nada a ver com o resto da história (que só serviram pra dizer “olha, pessoas importantes estão sendo salvas”).

Tem a Milla Jovovich pelada, ela fugindo da Umbrella pela porta da frente, cidade destruida, Jill Valentine, zumbis, cientisca maluco (de novo) controlando tudo pra que sua filha seja salva.

[SPOILER] O cientista morre porque a filha não quis ajudar, a Milla tem que lutar contra o Nemesis – que já me deixou bem ansioso com as suas aparições anteriores e as lutas porque ele é o Nemesis – e muitas coisas explodem.

Todo mundo se salva e a Milla se separa do resto da galera porque a Umbrella está atras dela.

Say hello to my little friend

Mas por que todo mundo acha que o filme é ruim?

Porque é um filme de um jogo que ocupou a mente e a vida dos gamers por anos. Quem nunca se assustou com o primeiro zumbi da série? E com os cachorros pulando as janelas?

O que acontece é que esperamos do filme a mesma intensidade de gênero do jogo e o filme não é suspense, é ação.

O meu maior defeito vendo o primeiro filme foi o fato de não ser tão parecido com o jogo, eu queria a mansão, a madeira, as portas abrindo, jardim… Mas não foi assim, nem deve ser assim. Concordo que na grande maioria dos casos as coisas fugiram do controle, mas assumindo que os filmes não são canon na história e são paralelos (tipo os universos paralelos dos quadrinhos), dá pra levar numa boa.

Não digo que o filme é genial, obra prima, melhor dos melhores. É só um filme de ação. Não é dos melhores, mas segura bem as amarras. O roteiro é razoavel e bem resolvido (melhor que o primeiro do Mercenários), as cenas de ação são bem coreografadas, as atuações são cabíveis. Tirando algumas coisas como o capotamento ridiculo, a Milla Jovovich virando a heroína “foderosa” do nada e algumas cenas de CG mal feitas, dá pra assistir. Só esqueça o fato das mulheres estarem sempre lindas e maquiadas mesmo num apocalipse zumbi – isso você não conseguia ver no PSX!

Estou num apocalipse zumbi mas minha maquiagem continua impecável

Levando em conta que o filme se esforça muito pra te lembrar do jogo – e não são poucas as referências -, eu mesmo acabei entrando na pilha de que o filme é muito ruim. E não é. É bem divertido, ri bastante de muitas coisas e provavelmente se eu jogasse RE2 hoje eu não gostaria tanto (eu gostava de Silent Hill, pra fazer menção no post anterior sobre Centralia).

Resident Evil: Apocalypse é um filme razoavel. Um filme pra assistir de tarde, quando não se tem o que fazer, e só uma vez também, não vamos exagerar né?

PSX: Deixei muita coisa de fora dessa sinopse do filme, mas é por uma boa causa.

PS2: A maratona gamer tinha dado uma parada, mesmo porque tiveram todos os problemas do ano passado que vocês estão cansados de ouvir da gente! Esse ano vamos continuar com essa empreitada e me aguardem, vou falar pra todo mundo que quero assistir os filmes do Uwe Bowl.

Filipe (ou Kurt, se preferir) é retro-jornalista e retro-músico. Seguista, oitentista, mas não nintendista. Prefere um bom jogo do Mega Man a um do Mario. Usa videogames pra fazer música no seu projeto Subway Sonicbeat.

Twitter 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. Maxwel_Gamer
    21, fevereiro, 2013 em 12:15 | #1

    Depois de Anos sem a Maratona Game Movies vem um novo post. Eu acho razoável toda a série de filmes RE, dá pra ver na TV a Cabo sem problemas. Abraços.

    • 21, fevereiro, 2013 em 13:22 | #2

      Pois é, geralmente a galera fala que é horrível e tal, mas na real o filme é uma entidade separada. Sabendo disso dá pra assistir tranquilo os filmes.

    • Maxwel_Gamer
      24, fevereiro, 2013 em 13:39 | #3

      Uma coisa que eu descobri recentemente é que o diretor desse RE ele éo Second Unit Director (não sei como fica a tradução em BR) de vários filmes, incluindo o 007 Cassino Royale e Operação Skyfall, Aeon Flux, Principe da Pérsia, The Town (aquele filme de roubo dirigido, roteirizado e estrelado pelo Ben Affleck), Demolidor (do Ben Affleck), A Identidade Bourne, o 1º Piratas do Caribe e outros. Infelizmente ele não teve como fazer um bom trabalho aqui, pois parece que foi um filme comercial feito por um produtor ruim. Abraços.

  2. leandrobelmont
    21, fevereiro, 2013 em 19:13 | #4

    o filme é passável. e apenas isso para a maioria. devido a Sienna Guillory. a atriz que fez a Jill, que ficou idêntica( se a Jill realmente fosse de carne e osso) tanto que de todos os personagens que aparecera nos filmes seguintes, é ela que teve o melhor tempo aproveitado nos filmes.

    mesmo sendo em "universo paralelo" não dá para engolir os seus personagens favoritos dos games serem humilhados pela Alice. usar poderes psiquicos para vencer uma revoada de corvos ou enfrentar um Tyrant, perdem qualquer sensação de terror no filme. quem conhece Elfen Lied, sabe como é…argh!

    e caras, só da Alice vencer o Nemesis na base do muque. é para assistir em modo zombie mesmo.

    • 24, fevereiro, 2013 em 11:38 | #5

      Mas o que eu entendi é que ela é um "nemesis" que deu certo, não? Ou eu to viajando?

      E eu parei de esperar que o filme seja de terror, não é! É um blockbuster hollywoodiano. Se seria melhor se fosse mais fiel ao feeling do jogo, nunca saberemos :/

  3. Flavio Master
    26, fevereiro, 2013 em 13:55 | #6

    Eu assumo: tenho uma puta má vontade com os RE movies! Esse jogo foi um marco pra mim como jogador, foi quando eu realmente entendi o que é a tal da "imersão" no jogo. Chegava a me sentir na própria mansão matando zumbis de tanto que percebia o terror implícito em cada ação que você realiza no game. Isso durou até RE 2. Em RE 3, eu já trabalhava muito e jogava pouco, daí minha pouca afinidade com este jogo, mas o pouco que joguei mostrava como o Nemesis era fodão, como era difícil bater no infeliz, como era perigoso encarar o monstro de peito aberto… e a Alice, aquela personagem que nunca apareceu nos jogos, enfrenta ele NA MÃO!!!

    Mas o que o Kurt falou é verdade. O filme não é de terror (como eu acho que deveria ser, pois isso diminui o valor da produção) mas sim de ação, de meneira que, desde que você desligue o cérebro e curta as explosões e as gostosas matando zumbis em cena, tudo bem, é, como já disseram, "passável". Isso é, fora a parte da porrada com o Nemesis, pois, por mais que a Alice fosse uma experiência igual porém no corpo de uma mulher gostosa, é como você querer que o Capitão América lute pau a pau com o Hulk.

    A própósito, Kurt, vou falar de Alone in The Dark no próximo episódio de nossa maratona. E sim, é do Uwe Boll, mas como joguei pouco, talvez possa achar alguma virtude na trama. Se é que isso é possível se tratando do Boll…

  4. Flavio Master
    26, fevereiro, 2013 em 13:57 | #7

    Ah sim, se tem uma coisa que o filme acertou na mosca foi na caracterização de alguns personagens. A Jill é igual a do jogo. O Nemesis, então, é idêntico!

  5. helisonbsb
    16, novembro, 2013 em 21:33 | #8

    tentaram mesclar um pouco de RE 2 e 3 nemesis tudo nesse filme…. foi interessante,,,,chegou a estar próximo do game,,,,mas eu achei um pouco fraco em relação ao anterior,,,,essa franquia ficou boa,,,,acho que RE, Silent hill e mortal kombat foram os filmes baseados em games que tiveram algo haver em si,,,,,infelizmente nem tudo é igual ao game,,,não sei porque eles só querem fazer versões e não seguir a risca como está no roteiro do video game……

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: