Página Inicial > Arcade, artigos, curiosidades > Os personagens de Street Fighter I: Por onde andam?

Os personagens de Street Fighter I: Por onde andam?

Tá certo que o primeiro Street Fighter não fez lá muito sucesso, ainda que teve muitas versões lançadas na época (Arcade, Commodore 64 tanto europeia como americana, ZX Spectrum, Amstrad CPC, PC Engine CD, Atari ST, Amiga e DOS), isso levou a Capcom a abandonar o gênero por cinco anos. Mesmo assim, muitos dos personagens voltaram, principalmente na série Zero/Alpha.

 

Personagens selecionáveis
Você podia escolher entre Ryu e Ken. O Ryu era o personagem do primeiro jogador e o Ken do segundo. Para jogar com o Ken, você teria que enfrentar o Ryu primeiro para depois seguir lutando com o Ken, usando o lado dois.
Ryu
É o personagem automaticamente selecionável e a maior diferença para versões futuras é o seu cabelo vermelho e além disso, chinelos em estilo bem oriental. Desde o início fez-se o personagem principal da saga e apareceu em todos os jogos, por mais que fosse comentado que ele estaria fora do SFIII. No primeiro Street Fighter, ele se torna campeão mundial e dá uma bela cicatriz no peito de Sagat.

Ken
Possui os mesmos golpes do Ryu, um cabelo louro e quimono vermelho, mas isso com toda a certeza você deve saber, não? Os golpes de Ryu e Ken começaram a ficar diferentes a partir da versão Champion Edition, inicialmente com forças diferentes e depois, cada vez diferenciando mais. O curioso é que, mesmo ele estando no jogo, ele não participou do torneio de Street Fighter I, ele na verdade estava disputando o torneio americano e (vejam só!) se sagrando campeão. Será que ele enfrentou o Joe e o Mike pelo título? Acredito eu que não. Ken apareceu em quase todos os jogos também.

Adversários – Japão
Os dois personagens japoneses são dois estereótipos: O artista marcial e o ninja.

Retsu
Retsu é adepto do estilo Shorinji Kempo e sua roupa segue exatamente a do seu estilo (veja foto abaixo) e a luta ocorre em frente ao templo dele. Na história, ele torna-se um amigo de Gouken, Ryu e Ken, além de possívelmente ser professor de Makto (SFIII) devido a este seguir o mesmo estilo (e não o figurino). Ele nunca mais voltou em nenhum jogo da série.

Update: Retsu aparece também no jogo SNK vs Capcom Card Fighters

Geki
Geki é um dos dois personagens os quais você enfrenta a ter poderes sobrenaturais -o outro é o Sagat- todos os outros personagens são, na verdade, artistas marciais e possuem golpes simples. Geki possui uma garra e é um ninja, da mesma forma que o Vega (Balrog). Ele lembra também a Ibuki por essas características. É possível que Geki tenha treinado Vega, assim como Geki não ser uma pessoa e sim um clã (como aparece nos mangás da UDON). O seu cenário lembra as xilogravuras do estilo ukiyo-ê, possivelmente a abaixo, a qual não achei o autor, mas deve ser Hokusai, que se especializou em pintar o Monte Fuji.

Adversários – Estados Unidos
Nos EUA, a ação ocorre contra dois personagens que mais parecem lutaodres de gangue.

Joe
É um kickboxer e talvez seja o personagem mais esquecido de todos, nunca mais voltou. De referência, o cemitério de trens que é o cenário dele volta no Street Figter Zero, em clima de nevasca e com trens mais modernos abandonados. Era ele para ser o fugitivo do Street Alpha 3, mas o escolhido foi o Cody.

Mike
É um lutador de boxe, o único do torneio. Curiosamente, ele possui o mesmo nome do personagem que viria a ser o boxeador no Street Fighter II, M. Bison. Em um FAQ colocado no site da Capcom, é respondido que “há essa possibilidade” deles serem mesmo a mesma pessoa.

Agora, a abertura de SFII. Ao que parece, podem ser que sejam Joe e Mike na imagem acima. Não vou dizer que são as mesmas pessoas por dois motivos: a roupa está bem diferente. No caso, Joe é que devia estar sem camisa e Mike com uma blusa vermelha. Joe também está com o cabelo bem mais arrumado. De semelhança, ambos são lutadores americanos e poderiam estar se enfrentando em frente a um prédio (Nova Iorque?) assim como o cabelo de Mike e “Mike”.

Adversários – China
Os chineses mostram as suas artes marciais, os personagens também são bem estereotipados.

Lee
Lee chega a voltar, em uma aparição no jogo SNK vs. Capcom: Card Fighters Clash em que aparece como uma carta. Os gêmeos Yun e Yang de Street Fighter III são seus sobrinhos e o seu cenário (A Grande Muralha da China) reaparece no Street Fighter Alpha. No final de Yang em Super Street Fighter IV: Arcade Edition, Chun-Li fala que tem de pagar respeito ao mestre Lee, talvez implicando em uma futura visita.

Gen
Finalmente um personagem que voltou. Gen reaparece no Street Fighter Alpha 2 e depois não sai mais de cena, aparecendo inclusive no recente Street Fighter IV. Por vezes é dito que ele ensinou Yun, Yang e Chun-LI a lutar, e no Street Fighter 1 ainda não tinha a sua principal caracterísitca: dois estilos de luta. Gen também aparece no filme Street Fighter: The Legend of Chun-Li interpretado por Robin Shou (o mesmo que fez o Liu Kang na adaptação de Mortal Kombat) como um dos personagens principais. O cenário dele lembra muito o de Chun-Li no Street Fighter II, mas há pistas nas placas que ele na verdade se situa em Hong Kong: As placas incluem “Southeast Asia Money Exchanger” (Câmbio Sudoeste Asiático), “Siu Wah Bargagain Palace” (palavra “Bargain” escrito errado; Palácio da Barganha Siu Wah), “Gou Norman French Cuisine” (Gou Norman Cozinha Francesa).

Adversários – Inglaterra
Os dois lutadores ingleses têm seus nomes advindos do golfe.

Birdie
Outro personagem que retorna no Street Fighter Alpha e segue o estereótipo de um criminoso punk-rocker britânico do final dos anos 70. A cor de pele no SF1 é diferente do Street Fighter Alpha e nesse há uma brincadeira no diálogo na qual ele diz que “estava gripado”. O cenário dele é uma rua suburbana londrina na qual se destaca um pôster do Velvet Underground (do álbum Velvet Underground & Nico) e a pixação “Bill Cravens” que era presidente de marketing e vendas da Capcom EUA e veio a falecer em 2007.

Eagle
Eagle volta no Street Fighter Alpha 3 nas versões para GBA (Upper) e PSP (Double Upper) e é uma msitura de personagens, a começar pelo estilo de Freddie Mercury do Queen e também um guarda-costas do filme de Bruce Lee Fists of Fury ou Me Jing Wu.

Update: Eagle teve seu retorno primeiro no jogo Capcom vs SNK 2 para depois voltar no SFA3.

Adversários – Tailândia
Os dois tailandeses seguem o mesmo estilo: o kickboxing muay-thai.

Adon
Adon volta em Street Fighter Alpha e é o grande rival e também ex-aluno de Sagat. No SF1 ele perde para Ryu e Sagat e decreta que não vai dessitir até derrotá-lo. O interessante é que o estilo dele é muito mais muay-thai que o do Sagat, com vários golpes realizados com o joelho e os pés.

Sagat
Esse voltou para ser o penúltimo chefe de Street Fighter 2 e continuou pleno na série. No Street Fighter 1 ele toma o famoso shoryuken que deixa uma grande marca em seu peito, o que leva Sagat a se juntar à Shadaloo e jurar vingança. Antes da luta com Ryu, ele perde o olho em uma luta com Go Ibiki, pai do personagem Dan. Sagat foi também o principal realizador do primeiro Street Fighter. As grandes marcas dele ficaram para os próximos jogos: os golpes (Tiger Knee, Tiger Shot alto e baixo e o Tiger Uppercut) além da sua risada medonha.

Fontes: Fighting Street e Street Fighter Wiki.

Sou professor de História, que também joga improvisionado em Geografia. Gosto muito de games alternativos, jogos que muitas vezes seguem o fora do padrão, assim como os piratas.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categories: Arcade, artigos, curiosidades
  1. 28, julho, 2011 em 21:54 | #1

    Postagem interessante.

    Como eu comecei só no o SFIII, tudo que li aqui foi novidade pra mim.

    Achei interessante em saber como tudo era genérico naquele tempo, sobretudo personagens dos EUA.

    Sobre o Mike, tá parecendo que a resposta do FAQ é sim, ein.

  2. 29, julho, 2011 em 00:37 | #2

    "Adversários – Inglaterra

    Os dois lutadores ingleses têm seus nomes advindos do golfe."

    NOSSA, PODES CRER!!!!!!!

    Na boa, eu curto mt golfe, mas nunca tinha feito a associação. Mt bem observado

  3. Erik Serra
    29, julho, 2011 em 06:18 | #3

    Muito bom o post. Tinha coisa aí que eu não sabia… essa parada dos nomes dos ingleses virem do golfe (xD), a Chun-li mencionar o Lee no "novo" SF IV e outros detalhezinhos. Só acho q faltou vc mencionar algumas coisas a mais sobre o jogo, apesar de isso não ser o seu foco(controles q mudaram e eram horríveis, por ex.).

    PS: O Retsu tbm aparece no SNK vs Capcom Card Fighters.

  4. 29, julho, 2011 em 08:16 | #4

    Bacana o texto. O interessante é ver que mesmo os que não voltaram em outros jogos tiveram a sua essência reaproveitada.

  5. 29, julho, 2011 em 14:30 | #5

    Gostei da postagem. Aproveitando este comentário, acho que o Eagle apareceu primeiro no jogo Capcom vs. SNK 2 (e foi reaproveitado no SFA3 do GBA e PSP).

  6. 29, julho, 2011 em 15:55 | #6

    Cara, que post sensacional! Nem sabia que o Adon e o Birdie eram do 1º jogo!

    Ótimo post, melhor que o da Lavander Town. auehauheauea

  7. 29, julho, 2011 em 15:58 | #7

    @Celio Alves

    @Erik Serra

    Vocês têm razão, vou atualizar a informação!

  8. Pedro Flag
    29, julho, 2011 em 16:49 | #8

    Muito legal esse posta cara, parabéns!!!

    Como todo mundo, eu conheci o street fighter 1 a poucos anos atrás, jogo ruim com jogabilidade péssima, mas, inovou a ter 1 joystick e 2 botões hidráulicos no arcade…. dependendo da força usada o golpe saia mais forte!

    valeu.

  9. Arrout
    30, julho, 2011 em 16:26 | #9

    Nossa,nunca fui mto fã de Street Fighter,mas achei interessante

    Agora sei porque o sagat é tão chato

  10. 31, julho, 2011 em 07:54 | #10

    Legal, aê, desconheço muita coisa do Street Fighter I! Nem sabia que o torneio era dividido nesses países…

    @Kurt

    Ai como você é falso…

  11. Agent13
    31, julho, 2011 em 08:46 | #11

    Conheci esse Street Fighter por emulador. Antes disso, ficava curioso sobre sua existência, pois se falava mais do II para frente…

  12. Flavio Master
    14, agosto, 2011 em 19:22 | #12

    Cara, que desgraça era vencer o Adon e o Sagat nesse game, pois ele ainda estava longe de ter aquela jogabilidade maravilhosa de SF II em diante. Só vi esse game nos arcades uma vez, e nem foi na minha cidade. Tenho ele num Capcom Classics Collection para PSP e posso dizer que ainda é quase impossível chegar no final.

  13. Tangerna Pokan
    16, setembro, 2011 em 15:31 | #13

    Desgraça é o desenho do Sagat nesse jogo meu deus que joelho é esse…

  14. paladino zeta
    22, abril, 2012 em 11:43 | #14

    Me lembrei desse Lee, faz miliano que eu não jogo SF1.
    Dá dó quando vc vence ele, tipo assim, um cara tão bobão que você não consegue sentir raiva para bater nele

  15. 4, junho, 2014 em 10:18 | #15

    Eu jogo Street Fighter I ,no mame32(e quase todos os outros tbm) ! Sou apaixonado pela série.Jogo todos os jogos,de SFI,até SSF4,passando por SF the movie e cross overs.Seu texto é ótimo e esclarecedor.Se a CAPCOM quisesse,lançaria uma trilogia de sucesso com a história completa de Street Fighter.Com certeza ia ser um grande sucesso.A História complexa de Street Fighter é q o torna esse fenômeno de mídia.Vendendo em HQ's,Animes e qq coisa relacionada à série.

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: