Página Inicial > colunas, creepypasta, podcast, segredos > Podcast Passagem Secreta – Creepypastas, lendas urbanas e histórias cabulosas

Podcast Passagem Secreta – Creepypastas, lendas urbanas e histórias cabulosas


O mês de agosto não é apelidado de “mês do desgosto” à toa. Muitos acontecimentos guardados como tragédias na História ocorreram neste período do ano, como o início da Primeira Guerra Mundial e o suicídio de Getúlio Vargas, em 1954. A crença popular determina a época como sendo do mau agouro, do azar, dos piores momentos e, para completar, é também o mês do cachorro louco!

Diante disso, é uma ótima oportunidade para lançar o mais novo Podcast do Passagem Secreta, que não somente é uma tragédia por si só, como também trata de um assunto que sempre gera interesse por parte da galera que acessa o blog: as Creepypastas mais famosas dos games!

Nesse episódio, além de citar as histórias de Majora’s Mask e Lavender Town, os amigos Marcos Valverde, Daniel Talude, Flávio Master e o convidado especial Eric Fraga (no papel de “Cosmonal“) também contam suas próprias histórias negras e assustadoras relacionadas a games, como o caso sobrenatural de um monitor que pegou fogo enquanto jogava Diablo, um Chefe de fase que lhe persegue até em pesadelos, e uma placa de som possuída por espíritos zombeteiros.

Não deixe de comentar! E, se tiver uma história legal, compartilhe conosco aqui nos comentários!

DOWNLOAD

Links para não boiar no assunto:

Música do Engenheiros do Hawaii ao contrário (versão A.N.T.A)
“Cãozinho Xuxo” ao contrário
Zé do Caixão e as mensagens subliminares
Suicide Mouse
O Cartucho amaldiçoado de Majora’s Mask
O mistério da música de Lavender Town desvendado aqui

Jornalista de games, editor de vídeo e estudante de Audiovisual, escreve atualmente para a Revista OLD! Gamer. Além dos joguinhos, também dá pitacos sobre cinema, TV e tecnologia; sempre acreditando que a ironia é a melhor forma de sinceridade. Ouve Game Music e trilhas sonoras de filmes durante a maior parte do tempo, mas jura que é uma pessoa legal. Seguista, badernista e exorcista.

Twitter YouTube 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
  1. 31, julho, 2011 em 23:00 | #1

    Um chefe de fases que lhe persegue até em pesadelos << No meu caso foi o Dahaka do PoP Warrior Within, tive pesadelos com o maldito sem sacanagem.

    Então, assisti de madrugada e estou bem, vamos ver se eu acordo amanha, vivo.

    Terminei de ver 01h58 e até agora não atendi telefonema do sétimo dia ou vi vultos, ha ha.

    As histórias da Disney, Xuxa, áudios invertidos , mensagens ocultas, ha, é assunto complexo e vai pra outro pod de tão grande que é, mas o tema é games, então de adianto já deixo minha opinião: tem coisa ali que não é coincidência..

    A lenda do BEN no Zelda eu não conhecia, vi o link e confesso que bateu um drama quando li as histórias.

    A da Lavender Town eu vi aqui no PS e achei sinistro (porque a música sempre achei estranha) de primeira, mas na hora deu pra sacar que a lenda é fake.

    Em ambos os casos, os autores são trolls que merecem cascudo, e que me deram inspiração pra fazer algo do tipo também.

    —-

    Sobre alguns pontos:

    – O Diablo literalmente possuiu seu monitor… HAUSHUASHUAHSASAH;

    – Resident Evil (todos) é meio bizarro. Tem certas partes do jogo que dão arrepios mesmo o jogo sendo em si até tranquilo pra se jogar sem medo;

    – Legal esse HD que pipocava mais que tiro de 38;

    – Essa placa de som quase me deixou surdo;

    PS: Tenho histórias sinistras sobre Duke Nukem 3D mas não posso provar, mas foi algo de ver uma mulher morta na parede em posição de cruz. Não sei se foi easter ou foi bug, mas me assustou pra kct.

  2. 31, julho, 2011 em 23:49 | #2

    Então…

    O lance do cartucho do Majora's Mask é realmente sinistro .-. que porra de estátua é aquela? O_O Hsuhas medo

    Aconteceu o mesmo comigo, tava no maior sono quase dormindo jogando RE 2.. até que passei nessa parte do corvo… rapá … senti meu corpo levar choque xD sem brincadeira.. sabe quando vc leva aquele susto misturado com arrepio?? xD

    Eu chamaria o pastor pra abençoar o monitos que poooo xD

    ————————————-

    Eu particularmente não tenho nada de aterrador não..

    só que uma vez quando eu era BEM mais jovem, estava jogando mortal kombat… tava naquela de treinar brutality, e cada hora eu tentava apertar um botão diferente… até que um momento.. eu sem querer esbarrei no video game… aí deu aquele tilt básico… mas só que apareceu o seguinte… sabe a fase que você enfrenta o motaro? então… tem aqueles tuneis e tudo mais… apareceram um MONTE de pedaços da cabeça de Dan Forde… imagina umas 20 x Dan Forden… saí correndo… e fiquei com medo de desligar o video game xD hahhahaha

    Faz parte da nossa juventude ter certos sustos atoa =D

  3. 1, agosto, 2011 em 04:58 | #3

    Que que que como? O Passagem Secreta tem que ter mais podcasts! Eu voto ein! o/

    Ouvirei aqui com vigor.

  4. 1, agosto, 2011 em 05:46 | #4

    @@radrenato

    Essa parte da Xuxa ao contrário, essas coisas assim, gerou muita discussão, viu… Ainda bem que o Flávio avisou que deveríamos falar de games, porque se não fosse isso, a gente continuaria falando!

    Sinceramente, eu acho a história do BEN mais assustadora que a do Lavender Town… Até porque a do BEN é quase toda em vídeo, e muito bem feita. Mas ambas têm seu lado sombrio!

    E quanto a essa história do Duke Nukem 3D… FUUUUU! Eu se visse isso, desligava esta porcaria na hora ^^

    @Leonardo Soler

    Fiquei imaginando o pastor fazendo o descarrego no monitor, e ele começando a se retorcer todo…

    Agora, só de imaginar esse seu caso com o Dan Forden, já dá pra ver que é sinistro. Imagina se o Dan Forden resolvesse te perseguir fora do jogo também, aparecendo em todos os lugares da casa gritando "Toasty!"

    @Jejé

    Haha, ouve aí e depois diz o que achou :P

  5. 1, agosto, 2011 em 06:27 | #5

    LAUGH TRACK!

    Vou ouvir aqui, quando tiver um de musica de videogame me chamem.

  6. 1, agosto, 2011 em 08:41 | #6

    CREEPYPASTA do mal, juro que estava ouvindo aqui no trampo e o volume abaixou sozinho durante a discussão do Suicide Mouse. Tem até uma carranca aqui na mesa do meu trampo.

    Falando em cigarro em desenhos: NU POGODI. Procurem. É um desenho russo maluco estilo tom e jerry, só que é um lobo fumante e playboy correndo atrás de um coelho sacana.

    Ah, do Mario: http://creepypasta.wikia.com/wiki/MARIO

    E o Pokemon Black vcs viajaram, vc só joga com o Ghost (antes de pegar o Silph Scope).

    A do Lavander Town eu acho zuado hahaha. IBAGENS IBAGENS, AJUDAI PÔ!

    Eu tinha medo do creepypasta natura do Silent Hill 1 também! Cagava montes durante o jogo. Em especial o chefe final.

    O 666 também acha isso: http://passagemsecreta.com/programadoras-e-as-tra

    Só pecou numa coisa o podcast: acho que é o Taude, o mic dele é ruim de ouvir no começo, não entendi nada hahaha.

    Sensacional, curti demais. Sou fã de creepypasta, apesar de ser um cagão.

    Parabéns pelo trabalho, galerë! Depois vou pegar o emop3 e ouvir ao contrário.

  7. 1, agosto, 2011 em 09:06 | #7

    @Kurt

    Verdade que viajamos mesmo na parte do Pokemon Black. Foi de propósito para ver se as pessoas que ouviram estavam atentas!

    E o mic do Talude tava meio capenga sim, ainda tive que ajustar o volume na edição pra ficar mais audível. Mas ele disse que vai comprar um Shure para o próximo bate-papo, então tá tudo certo!

    Bom que tu gostou, tava com medo disso ter ficado uma b… :P

    Xo ver qual que é desse nu pogodi… Acho que já ouvi falar, mas nunca parei pra ver ou ler a respeito.

  8. 1, agosto, 2011 em 11:03 | #8

    @Rafael Fernandes

    Na verdade eu gostei mais das imitações (IBAGENS IBAGENS) e da laughing track. No próximo tem que colocar a musiquinha do Seinfed.

  9. Arrout
    1, agosto, 2011 em 12:11 | #9

    Ah,se não me engano também tem uma creepypasta de Fallout 3 (sobre uma das várias estações de rádio),procruem

  10. Arrout
    1, agosto, 2011 em 12:13 | #10

    Ah,desculpe pelo double post,mas a estátua,ela aparece na dungeon do Ikana Valley, Stone Tower e no Stone Tower Temple

  11. 1, agosto, 2011 em 12:19 | #11

    Orra mano quero ouvir mais *….* tinha que ter 5 horas de duração xD

  12. 1, agosto, 2011 em 12:22 | #12

    @Kurt

    "…tem que colocar a musiquinha do Seinfeld".

    Hahaha, já até falei o mesmo pro Rafael, vou providenciar uma versão exclusiva da vinheta de Seinfeld para o Passagem Secreta: será a "Seinfeld (Cosmo Kramer Version)" :D exclusiva do podcast do Passagem! Jerry já foi contactado e cedeu os direitos autorias!

    Valeu Kurt!

  13. Arrout
    1, agosto, 2011 em 12:35 | #13

    AAAAAAA!!!!!

    Droga!!!

    Tenho q parar de ter idéias do nada

    Desculpa por postar triplamente

    Mas,tive uma idéia

    Que tal forjarmos uma creepypasta?

  14. 1, agosto, 2011 em 14:36 | #14

    Tem uma creepypasta aqui, @Arrout . Procura pelo post da música de Lavender Town. :)

  15. Giulian
    1, agosto, 2011 em 15:40 | #15

    Muito bom o Cast, gostei mesmo

    Eu tenho várias histórias, que eu conto pra todo mundo, vou citar umas que eu lembrei rapidamente aqui:

    Uma vez, eu ganhei uma fita do Animaniacs, eu liguei pra testar, e reparei que tinha uns erros no gráfico, quando eu resetei a tela inicial estava toda deformada, cobrindo o "Ani" e o "s" no final ficando "maniac", meu pai soltou um "que porra é essa?" eu ri, mais foi estranho, no dia seguinte eu troquei a fita.

    Eu tinha uma fita de Forgotten Worlds pra Mega, e assim que eu zerei, eu fui começar de novo, então antes da primeira fase começar aparecia uma tela com partes de diferentes fase com "You Over" tirado do "thank you for playing", comum de jogos da capcom e "game over" sei que está errado, mas achei muito estranho aparecer justamente essas palavras.

    Outra foi relativa ao Missigno, eu capturei um, e assim que eu passei pelo Hall Of Fame, vários sons estranhos começaram a sair do Gameboy, eu desliguei e quando eu religuei os sons continuavam, só parou quando eu tirei as pilhas, o detalhe que ele vinha com o mesmo ataque repetido nos 4 slots (Water Gun) e ao usar ele, os sons começavam e eu tinha que fazer o mesmo processo. Essa ocasião me deu um cagaço supremo

    Teve uma no Majora's Mask, que meu amigo ficou imitando a risada do Skull Kid e o N64 desligou sozinho, ele saiu correndo e eu ri muito. Meu amigo é um jogador assíduo de Zelda e eu sempre assisto, e ainda bem que não aconteceu nada de anormal, tirando essa vez.

    Resident Evil me lembrou uma vez no Code Veronica, quando você entra, uma criatura la (foi mal, esqueci o nome) quebrava o vidro e te atacava, até aí blz, só que eu achei que tinha esquecido algo e voltei, a cena se repetiu e eu quase tive um ataque.

  16. Pedro flag
    1, agosto, 2011 em 15:57 | #16

    Parabens cara muito bom mesmo!!!

    Eu reparei à uns anos atrás, uma coisa muito estranha no Sonic the Hedgehog 3 & Knuckles…

    Na tela Lava Reef – Act 2 é visível um rosto muito feio com 2 chifres em contorno de sombra nas pequenas plataformas que sobe e desce e vão para a direita e esquerda !!!!! vixxxxxx

    Confesso que tive muito receio na época porque nunca esperaria encontrar isso no game do sonic….

    valeu, continuem assim… sou fã do blog

  17. 1, agosto, 2011 em 17:52 | #17

    Excelente o cast pessoal!

    Não tenho muitas histórias bizarras no meu currículo, mas lembro quando saiu na "folhinha", o caderno infantil da Folha de São Paulo, o código para fazer o "Labirinto" no Master System 1…

    A gente (eu, meus irmãos e dois vizinhos) ficou horas tentando acertar a diagonal superior esquerda e os devidos botões (acho que era o 1+2) e de vez em quando entrava aquelas telas todas bugadas, cheio de erros…. A gente ficava com um cagaço monstro de ver aqueles caracteres lixo.

  18. 1, agosto, 2011 em 18:34 | #18

    @Arrout

    Valeu por lembrar! E essa é a parte mais sombria do jogo, na minha opinião… Com aqueles zumbis que gritam.

    Quanto a forjar isso, tinha um grupo que há um tempinho atrás fez uma Creepypasta. Mas ninguém aceitou a história e não assustou ninguém, então não sei se algo assim vai convencer a galera ^^

    @Leonardo Soler

    Se o clamor for grande, será lançada uma versão do diretor ^^

    @Cosmonal

    Cheios de Slap Bass que vão parecer uma cacofonia de peidos!

    @Giulian

    Cacete, quanta história bizarra! Isso me faz lembrar alguns sons esquisitos que aconteciam em alguns cartuchos que eu tinha de Mega Drive… Eram tão ensurdecedores quanto assustadores!

    Se eu não me engano, eu tive quase o mesmo susto no Code Veronica, viu… Eu tinha esquecido de salvar e, quando fui jogar a mesma parte novamente, tinha esquecido do susto que eu tinha levado antes… KKKKK!

    @Pedro flag

    Não lembro dessa cara… Será que tem ibagens na Internet?

    @gamerinconstante

    Eu também tenho medo de jogos bugados… A gente acaba ficando sem a menor ideia do que vem depois, é uma loucura! O debug mode dos jogos do Sonic, por exemplo, eram cheios de coisas esquisitas também…

  19. Cadu
    1, agosto, 2011 em 19:43 | #19

    Muito bom o podcast, mas como ouvi durante a hora do almoço no trabalho, fica difícil lembrar pra comentar, mas tem uma coisa que eu não posso deixar de dizer: o bug do Demon Attack do Atari aconteceu comigo também! Joguei até que a tela ficou preta e nada mais aconteceu, fiquei muito tempo mesmo jogando. Interessante saber que aconteceu com mais alguém.

    E que medo da Sound Blaster 32 do Cosmonal… tá possuída pelo capeta! Todos nós estamos esperando o remix do Suicide Mouse com os efeitos do "alien.mp3"! hehehehe!

    Parabéns pelo cast, que venham os próximos!

  20. 2, agosto, 2011 em 07:06 | #20

    @Cadu

    Cadu, eu também tenho o mesmo "problema" que você ao ouvir alguns podcasts: acaba que ouço em uma hora que não estou conectado, e, na hora de comentar, acabo esquecendo tudo.

    E esse remix com certeza já foi anotado pelo Cosmonal, vai ser um medley contendo Crazy Bus, alien.mp3 e Lavender Town numa mesma leva!

    E valeu por ter ouvido ^^

  21. 2, agosto, 2011 em 10:57 | #21

    THE GLITCH GOBLIN! Glitchs são as coisas mais legais e que dão medo.

    Mas cara, assisti o Suicide Mouse aqui no trampo, sozinho. Forever alone e forever com medo. Pior que eu tinha visto um vídeo bizarro da Disney no mesmo naipe, só que era tipo Halloween. Macabro.

  22. Arrout
    2, agosto, 2011 em 11:21 | #22

    @Talude

    Não é disso q eu to falando,é de FORJAR! e não de falar sobre

    esse aí eu já vi

  23. 2, agosto, 2011 em 12:44 | #23

    Ouvindo o podcast enquanto comento (melhor forma de não esquecer o que vai comentar).

    Coisa interessante, quando vocês falam da história eu acho mais assustador que ver o vídeo. Vi isso no Majora's Mask, eu vi o vídeo, achei estranho mas nada demais, só que ouvindo vocês falando eu fui lembrando do vídeo e minha imaginação foi "enfeitando" a memória e tornando ela assustadora mesmo.

    Quem ainda não ouviu o cast, coloque um bom fone e escute relativamente alto enquanto faz outra coisa, parece que a conversa é registrada no subconsciente, fica mais assustador ainda.

  24. 2, agosto, 2011 em 15:21 | #24

    @Rafael Fernandes

    @Cadu

    "o remix do Suicide Mouse com os efeitos do alien.mp3"

    Uau, que idéia fantástica! Velho… vou ter de fazer esse remix, sei lá, transmitindo por twitcam pra que não fique deprê, dentro do estúdio, que é uma sala de 5 metros quadrados, sem janela. Se vocês ficarem comigo nessa twitcam até o final e permanecermos vivos, todos comemora!

    @Dancovich

    "bom fone e escute relativamente alto enquanto faz outra coisa, parece que a conversa é registrada no subconsciente"

    Putz, vou testar isso aqui Danilo.

  25. 2, agosto, 2011 em 19:05 | #25

    Dahora mcs, ouvi o podcast e gostei bastante. Eu tbm gravei um mês passado, mas nem é tão bom quanto o de vocês. A minha edição ficou bem ruim. Na verdade, só coloquei música de fundo, ahahah.

    Mas é isso aí, até mais e parabéns!

  26. 2, agosto, 2011 em 21:19 | #26

    @Cosmonal

    No começo eu até brinquei, pedindo pro pessoal parar de ouvir o podcast porquê logo tocaria a música de Lavender Town. Fones de ouvido + Lavender Town… não pode sair coisa boa daí. ^^

    Cara, durante as conversas do primeiro Podcast nosso (que fizemos completamente sem compromisso, nem saberíamos que iria pro ar, era algo beta test mesmo), eu sugeri que tivéssemos convidados nos próximos casts, e lembro que sugeri o seu nome. O tema Creepypasta acabou casando perfeitamente com o nosso convidado.

    No final do podcast vc menciona que está gravando a conversa (inclusive a parte do Ursinho Puff e tal… ^^). Vai virar um Cosmic Cast!?

    Cara, eu não falei sério quando pedi um remix de Lavender Town com aquela placa possuída por aliens do planeta Echoes, foi (ou era pra ter sido, hehe) uma piada. Mas… se a idéia não for ridícula o suficiente, quem sabe? Só não quero que fique registrado como um pedido sério de fato.

    @Jejé

    A Jejé já é figurinha tarimbada nos comentários do blog. Valeu!

    @Kurt

    É Kurt, não é impossível, de repente, você ou outra pessoa que nos visita participar de um Podcast nosso.

    Aliás, qual é o nome daquele hack que sugere que os Pokemons são mortos? Eu joguei a idéia do hack, alguém a ligou ao nome Pokemon Black, e ficamos por aí mesmo.

    @Rafael Fernandes

    A edição ficou ótima, e pronta num tempo curto. Detalhe interessante dos bastidores: alguns dos sons (risadas, aplausos, sons macabros, etc.), no meio de nossas conversas, eram executados em tempo real pelo Rafael e pelo Cosmonal, e todos nós escutávamos in loco. Às vezes parece irserção posterior por edição, mas não.

    Aliás, Rafael, tô encanado com aquele finalzinho do podcast, quase um Easter Egg. Tenho uma intuição de que vc possa ter inserido lá um som reverso ou uma careta do Kiko do Chaves, por exemplo…

    @Leonardo Soler

    Então Léo, o Podcast teve mais de 2hrs de gravação, e achei que pela qualidade dele talvez até desse para ser lançado com um pouco menos que isso (lógico que partes muito sem-noção teriam que ser cortadas pelo bem de nossa reputação :P ). Como a edição ficou ótima, nem se percebe tanta diferença assim. A única coisa que eu poderia citar é quando o Eric menciona uma explicação minha em que eu falava do poder da sugestão que o cérebro da pessoa tem, criando ele mesmo frases em músicas invertidas, mas essa explicação não aparece na versão final.

    @Cadu

    Cara, que legal, alguém além de mim também ficou invencível do nada em Demon Attack do Atari! Pra mim isso significa que não foi uma assombração, mas sim um glitch muito raro do game, que as poucas pessoas que o viram devem tê-lo considerado como uma situação específica daquele cartucho em específico (um esbarrão, por exemplo), mas que na verdade pode ser um bug do game.

    Além de abordarmos Creepypastas que "estudamos" no blog, esse Podcast praticamente é um preview de muita coisa que ainda vem por aí. Acho que até o final das férias de janeiro dá pra fazermos um novo podcast com o mesmo tema (não que o faremos, mas enfim).

    @Robson Souza

    A edição conta muito, claro, mas outras coisas como o tema, o nível de conhecimento das pessoas envolvidas, capacidade de comunicação, equipamento utilizado, etc. também são muito importantes.

    Ao contrário do que o Rafael diz numa parte do podcast, não acho que a intenção tenha sido apenas brincar, divertir. Acho que se tivéssemos feito isso, vcs dariam muita risada mas o foco principal seria perdido (medo). Ficou bom porque, na minha opinião, há um equilíbrio entre informação consistente (com gente que entende de áreas diversas como som, TV, Games, edição de roms, etc.), partes engraçadas (Flávio, the guy), partes assustadoras (a da TV ligada em estática causa arrepios)., entre outros.

  27. Giulian
    2, agosto, 2011 em 23:50 | #27

    Bom que foi esclarecido, eu imaginei que os efeitos de sons foram inseridos na hora, até por causa das risadas e tal, coisa que em outros podcasts a reação é diferente, que já deixa a ideia que os efeitos foram inseridos depois.

    Ficou muito legal essa parada ^^.

  28. Giulian
    3, agosto, 2011 em 00:10 | #28

    E a Rom que sugere que Pokemons e treinadores são mortos é Pokemon Terror Black, se eu não me engano

  29. 3, agosto, 2011 em 04:45 | #29

    Não, é Pokemon Black mesmo. Vou buscar e mais tarde posto aqui o link de novo. Mas acho que já fiz isso no post do Lavander Town, quem tiver saco, procure lá antes que eu ache e poste aqui.

    • Megax
      25, março, 2012 em 12:12 | #30

      Na verdade, o nome é Pokémon Lost Silver. São dois diferentes.

  30. 3, agosto, 2011 em 05:41 | #31

    @mcs

    Eu acho a edição muito importante porque corta a fala das pessoas para manter um ritmo e

  31. 3, agosto, 2011 em 06:12 | #32

    http://tinycartridge.com/post/866743831/super-cre

    Post sobre Pokemon Black?

    Lembrem-se que o jogo oficial chamado Black saiu bem depois dessa história. Prefiro chamar de Black do que Terror Black.

  32. 3, agosto, 2011 em 12:21 | #33

    <blockquote cite="#commentbody-4357">

    mcs :

    Cara, eu não falei sério quando pedi um remix de Lavender Town com aquela placa possuída por aliens do planeta Echoes, foi (ou era pra ter sido, hehe) uma piada. Mas… se a idéia não for ridícula o suficiente, quem sabe? Só não quero que fique registrado como um pedido sério de fato.

    Todos pedindo em coro

    REMIX DE LAVENDER TOWN BY COSMONAL!!!

    Se você falar isso alto vai reparar que rima.

  33. Dactar
    3, agosto, 2011 em 19:20 | #34

    Cast impecável!!! parabéns a todos!

    Ótima edição,som de primeira e o tema fluiu deliciosamente,96 minutos que passaram voando :)

  34. 3, agosto, 2011 em 19:43 | #35

    Nossa, muito bom esse Podcast. E como vcs pediram histórias interessantes, lá vai a minha:

    Baixei o Podcast pra ouvir no busão e ouvi ontem à noite, voltando da facul. Era mais ou meno meia noite e eu tava quase em casa, numa rua escura quando tocou o tema de Lavender Town. Juro que me deu um cagaço na hora, eu VOEI pra casa!

    Aí, agora à pouco, eu fui postar isso no twitter, e meu PC travou todinho, tive de reiniciar e tudo! Só faltou aparecer "you shouldn't have done that" na tela, TENSO DEMAIS!!!!

  35. 4, agosto, 2011 em 04:46 | #36

    @Giulian

    Bom que gostou dos efeitos sonoros, achei que eles haviam ficado meio bestas no resultado final :P

    @Dactar

    Valeu Dactar!

    @Tristan.ccm

    Numa rua escura tocou o tema de Lavender Town?? Que tipo de rua é essa?

    Agora, quanto ao PC travar, às vezes acontece a mesma coisa comigo, já deixou de ser assustador!

  36. 4, agosto, 2011 em 07:26 | #37

    @Rafael Fernandes

    Eu tava ouvindo no MP3. Vc não imagina o que é Lavender Town no ouvido qdo vc tá numa rua escura.

    E o PC travar realmente é normal, mas isso acontecer justo quando eu falei disso que foi tenso!

  37. 4, agosto, 2011 em 09:39 | #38

    @Tristan.ccm

    Haha, você também dá mole… Eu nem ouso colocar esse tema no meu mp3!

  38. 4, agosto, 2011 em 17:55 | #39

    ei vcs deveriam faser esses Podcasts com mais frequência eu acho eles estão muito boms.

  39. 4, agosto, 2011 em 23:35 | #40

    Olá pessoal, parabéns pelo grande trabalho que deve ter dado para editar todo esse podcast. Ouvi atentamente as palavras de vocês. Gosto de ouvir podcasts nacionais e internacionais e ainda não tinha ouvido alguém abordar esse tema que para mim eu considero mais curioso do que perturbador. Mas eu quando muleque também me sentia perturbado por esses detalhes de textura que pareciam rostos de alguém ou batidas sonoras que ficavam cravadas na cabeça. Os jogos mais antigos mostram muito isso e se me permitem vou citar alguns para que o interessados possam explorar pra ver.

    Rastan – Master System 2, a trilha sonora é muito perturbadora, e na 2ª parte da Fase 1, existe uma parte do som que a música(mesmo que não tenha nada a ver) lembra um trecho da música do Globo Repórter.

    Ghouls 'n Ghosts – Master System 2, a versão do Master eu achava muito assustadora, o momento de morrer e o personagem transformar-se em um monte de ossos era uma coisa chocante para quem tinha apenas 8 anos de idade.

    Police Academy – MSX, este jogo parece só um joguinho de tiro ao alvo desses que vemos em curso de cadetes da polícia, porém vc deve ficar atento ao rosto dos personagens, e esses rostos mudam a feição, e do nada uma simpática senhora, do nada aparece com uma arma na mão e olhando pra vc com uma cara feia.

    Ninja Gaiden – Master System, a batalha final com Shogun existe vários rostos esticados na parte do teto.

    Ainda tem no DOOM paredes que se movem com rostos de pessoas em pânico que se vc olhar muito pode acabar ficando com as imagens em flash na sua memória. e até jogos que do nada aparecem flashes macabros como é o caso do game FEAR, e até do game The Suffering que do nada aparece imagens chocantes de pessoas decapitadas ou pessoas alteradas por experiências com pregos nas pernas e nos braços, também é um jogo bastante perturbador, e até o clássico Blood, FPS para PC de 1996 que em um certo momento ao abrir uma porta você se deparava com um spéctro segurando uma foice que lembra a figura da morte e o pior que ela ficava esperando lá até você chegar e você fica cara a cara com o inimigo.

    Agora esses duplo sentidos em que temos o sentido "bonzinho" e o real sentido que é o sentido "obscuro" como vocês citaram também são curiosos e nisso podemos perceber o quanto se as pessoas tivéssem a mente mais aberta e o universo não fosse tão ligado à religiões e fanatismos, o quanto existiria uma liberdade para abordar temas que não são feitos pra chocar e sim pra contar uma história mais verdadeira por assim dizer. Tem também os Thunder Cats que diz que os verdadeiros vilões são os próprios Thunder Cats que invadem a pirâmide para derrotar Mumm-Ra, mas poxa múmias vivem em pirâmides mesmo, e vemos os Thunder Cats indo lá pra tentar expulsar Mumm-Rá daquele local.

    Mas enfim, são coisas que devem existir para pessoas como nós curiosos de plantão ficarmos procurando sem parar e tentar achar respostas, assim como os exploradores adoram decifrar hieróglifos, com certeza creepypastas são os hieróglifos e mesmo deciframos ainda nos perguntamos. Será isto mesmo?

    Mas é isso valeu pelo cast.

  40. 5, agosto, 2011 em 05:54 | #41

    @SO FODA

    Valeu SO FODA dingdim dingdim! A princípio, a gente aproveitou as férias pra gravar o podcast, porque todo mundo é muito enrolado. Mas quem sabe se rolar um feriadão nesse semestre agora não dê pra gravar alguma coisa.

    @Marvox

    Opa, e ae Marvox! Obrigado por ter ouvido! Engraçado você citar as trilhas de Rastan e do Ghouls N' Ghosts no Master. Eu ouço bastante as versões de arcade delas, e, no caso da Rastan, nem cheguei a reparar nessa possível lembrança que você teve à música do Globo Repórter. Talvez seja algo da versão de Master mesmo, tô pagando o .vgz pra ouvir.

    Mas é engraçado que, quando joguei a versão de Mega, também achei esquisito o fato do personagem virar uma caveira quando morre. É uma coisa bem macabra mesmo, e a trilha sonora da Tamayo não ajuda muito a tornar as coisas muito alegres!

    Quanto ao FEAR, putz, vou baixar isso agora pra jogar. Acho um pecado não ter jogado isso ainda. Abraço!

  41. 5, agosto, 2011 em 08:44 | #42

    Putz, o Marvox desenterrou o Blood! Joguei demais esse jogo e era bem macabro. Palhaços malditos!

  42. 5, agosto, 2011 em 09:18 | #43

    @Kurt

    Melhor que pôneis, pelo menos.

  43. pedro12
    5, agosto, 2011 em 13:20 | #44

    Podcast muito bom.E olha que este é o primeiro Podcast do PS que eu ouvi.Só o mic do Talude que não estava muito bom.Mas foi show.Deveriam gravar mais destes.

    Não tenho histórias aterrorizantes de games só a do Half-Life que o Rafael recomendou no post do Giygas do Mother 2 naqueles dois chefes chocantes.

  44. 5, agosto, 2011 em 19:42 | #45

    Realmente, assunto interessante, este. Parabéns.

    Eu? Eu demorei uns 8 anos para terminar Sonic 2 do Mega. Acredito que meu mal-estar vindo disso influenciou meus pesadelos na época, em que eu aparecia jogando Sonic e fracassava miseravelmente. O Sonic explodia de forma sangrenta nesses pesadelos.

    Naquele tempo, meu pai tinha comprado um CD pra PC com vários jogos (vários eram apenas demos). Um deles era um FPS que eu não consigo encontrar de jeito nenhum hoje em dia. Um FPS que tinha vários personagens de contos de horror como inimigos. Os inimigos humanos viravam potes de flor quando mortos. Como se a paranoia que o gênero FPS me dá não fosse o suficiente, esse jogo tinha uma trilha sonora tão aterrorizante que eu mal aguentava ficar perto dele. O computador como um todo parecia mórbido com aquele jogo instalado.

    E há poucos anos, começaram a hackear o Mother 3 e descobriram algo infernal escondido no jogo: "Claus". Quando olhei o "Claus" e ele olhou de volta, me senti muito pior do que quando vi Giygas. Obviamente, "Claus" passou um bom tempo me perseguindo nos meus pesadelos. Houve até mesmo vezes em que eu acordava no meio da madrugada e o via do outro lado do quarto, me olhando de forma que às vezes parecia estranhamente triste, mas em outras parecia muito maldosa. Por covardia, eu imediatamente cobria a cabeça com o cobertor e o ignorava.

    …Se eu o ver de novo… juro que lhe darei um soco na cara.

    • 12, agosto, 2011 em 21:29 | #46

      Cara, pior que esse jogo dos inimigos virarem potes de flor me parece MUITO familiar. Que coisa bizarra.

  45. pedro12
    6, agosto, 2011 em 07:39 | #47

    Ah…tenho umma história de susto jogando Sonic CD para ps2 quando coloquei o código doido pra aparecer aquela tela em caracters japoneses com a música do Chefe.Como a minha versão era americana,a música é mais f$#%.Aquilo me deu cagaço supremo.

  46. 6, agosto, 2011 em 08:17 | #48

    @Hyper Emerson

    Cara, que negócio sinistro! Também nunca ouvi falar nesse FPS… Será que você não sonhou com isso não?

    Aliás, eu vi esse negócio do Claus. Ia até entrar no post do Giygas, mas preferi deixar pra lá para não deixar o texto tão longo quanto mórbido ^^ Mas é terrível mesmo, acho que só o fato de não terem usado já torna a coisa mais assustadora ainda. Fico imaginando o rom-hacker se cagando de medo…

    @pedro12

    É, a música da versão americana combina muito mais para assustar do que aquela "work that sucker to death" japonesa. Principalmente quando entra aquela risada!

  47. pedro12
    6, agosto, 2011 em 13:01 | #49

    @Rafael Fernandes

    O OST japonês é mais leve no chefe.Mas cara essa música me perseguiu nos meus sonhos.No sonho,tudo começava bem,mas numa parte tudo começava a ficar ruim e essa música entrava justamente neste ponto.

    E meus sonhos são bizarros.Pra tu ver,Ontem,sonhei que estava ganhando o Batman Arkham City!

  48. Radrenato
    7, agosto, 2011 em 15:43 | #50

    Testando novo sistema de comentários
    (Não pude resistir hehe)

  49. vitor henrique
    8, agosto, 2011 em 01:16 | #51

    Eu tenho o gta sandreas aqui para meu pc e no nariz do cj aparece uma caveira se quiserem videos vai la no meu canal do youtube:flavitinhorj

  50. vitor henrique
    8, agosto, 2011 em 01:35 | #52

    Passagem nunca mas coloque a musica de lavender me faz chorar

    • 00Agent
      8, agosto, 2011 em 05:26 | #53

      Peraí, eu tô lembrado agora, foi você que fez um vídeo falando para não abrirem aquele post de Lavender Town, não foi? Por que você apagou, poxa vida?

    • 12, agosto, 2011 em 16:13 | #54

      Suspeito, muito suspeito… Cara, dá pra upar aquele vídeo de novo no Youtube? Nem cheguei a ver…)

  51. 17, agosto, 2011 em 00:13 | #55

    Muito bom mesmo! Gostei das imitaçoes e da ediçao , ficou bem legal e engraçado. Voces capricharam.

    Muitos Videos comentados eu ainda nao assisti.. mas acho melhor nao ver agora, melhor deixar pra amanha! hehe..

    E espero nao receber nenhuma ligaçao nos proximos minutos…rs

    Enfim, no aguardo dos proximos casts! Continuem assim.

    • 17, agosto, 2011 em 05:31 | #56

      Uepa! Valeu mais uma vez por ter ouvido esse também ^^ Ainda bem que tu achou engraçado a parte das imitações, porque o meu medo era justamente esse! kkkkkkk!

      Mas não deixa de assistir aos vídeos não… Alguns deles são bem interessantes e mostram muito mais do que a gente comentou no podcast. Dá pra passar um bom tempo viajando nesse negócio!

      Abraço!

  52. Isaac
    17, agosto, 2011 em 14:38 | #57

    Aew, passando aqui pra parabenizar pelo ótimo site ^^ apesar de eu não ser tão old-school eu curto bastante aqui ^^

    E criando coragem pra ouvir o podcast kkk

  53. Isaac
    17, agosto, 2011 em 16:41 | #58

    Ouvi e sobrevivi, o telefone nao tocou.

    Mas deixa eu dizer uma coisa: nao tive medo de nada desse podcast nao viu kkkkkkkkkk xD Só teve uma coisa: Essa música dos engenheiros do Hawaii que voces botaram pra tocar do nada kkkkkkkkkk tomei um susto tava com fone de ouvido e tirei na hora xD

    Eu nunca tinha ouvido a música de Lavenger Town, achei até legal, me amarro nesses sons mais experimentais, essas coisas meio doidas kkk (deve ser porque sou musico). A outra música que voces falaram também curti.

    Como não nasci bem na época desses retro-games, minhas experiencias com medo em jogos é diferente kkk Lembro de ter muito medo de um RPG que veio junto com meu PS2, na época eu nem sabia o que era direito e tinha uma espécie de sapo como monstro pra lutar xD
    Lembro tambem de ter medo daquela cena do primeiro Resident Evil que tem um zumbi comendo um cara, bem no comecinho.
    Tinha medo também de umas fases do Spiderman The Movie nem lembro o porquê kkk

    Um dia farei uma versão acustica no violao para Lavender Town kkk

    • 17, agosto, 2011 em 22:24 | #59

      Isaac, valeu pelo apoio e por ter ouvido o Podcast!

      A princípio, a ideia era mesmo de fazer um negócio que assustasse. Mas acabou virando algo cômico, kkkkkk! Aliás, eu também gosto de sons experimentais, mas não é todo tempo que os ouço, nem sempre estou no clima para ouvir esse tipo de música.

      Agora, como você é da geração PS2, nem tem graça mais sentir medo com jogo, porque eles foram feitos para isso mesmo. Mas mesmo assim, você teve aquilo que chamo de "medo injustificável" de um jogo, com o Spiderman The Movie ^^

      Mas enfim, cuidado hein: a nossa amiga PaattyK tocou no piano a música de Lavender Town.
      http://nocmoon.com/2011/03/lavender-towns-theme-d

      Desde então, ela foi amaldiçoada: todo dia um Pokemon do tipo Stalker tenta atacá-la com movimentos como Infatuation e Smug. Por isso, todo cuidado é pouco com esse tipo de composição.

      • Isaac
        18, agosto, 2011 em 11:02 | #60

        kkk nem sou tão geração PS2, ainda peguei um restinho do Mega Drive e SNES kkk

        Curti essa versão piano kkkkkkk mas eu já começo a pensar mais grande: Uma versão sinfônica, com orquestra, que misturava com um rock, com um metal, e etc etc (brisando kkk)

        Ontem a noite (sempre na hora de dormir né? kkk) eu lembrei não de jogo que me deu medo, mas que me deu um pesadelo e tanto:
        Não lembro de detalhes, mas lembro que o sonho começava com um jogo de super mario bros, e prosseguia normal, ai depois havia uma espécie de lista de fases, mas eu não conseguia selecionar nenhuma e tinha um contador. Ai qdo o contador zerava a tela ficava preta e surgia uma espécie de Alien (aquele do filme). Ai eu acordava kkk

        De resto acho que nem tive tantos sustos assim nos games xD

        • 18, agosto, 2011 em 11:27 | #61

          Haha, que bizarro! Bem provável que eu tive sonhos esquisitos assim também, mas que não consigo me lembrar de nenhum agora…

  54. peron_
    18, agosto, 2011 em 22:59 | #62

    Com que periodicidade sai esse podcast? Já acessava o site de vez em quando, mas agora virei fã!

    []'s

    • 20, agosto, 2011 em 00:35 | #63

      Não há uma periodicidade Peron, devido ao pessoal estar sempre ocupado com trabalho e o horário não bater, mas de quando em quando (alguns meses), quando discutimos e fechamos um assunto que achamos que ficaria legal, gravamos.

      Aceitamos idéias pessoal!

      Abraço.

  55. peron_
    18, agosto, 2011 em 23:21 | #64

    Teve uma coisa muito estranha que aconteceu comigo jogando o multiplayer de Uncharted 2, mas não foi assustador. Resumo no final do comentário pra quem estiver com preguiça.

    Foi mais ou menos o seguinte: em determinado momento de uma partida, um cara me matou. Quando isso acontece normalmente no jogo, a câmera mostra quem lhe abateu. Mas, dessa vez, a camêra focou somente numa parede em que não tinha ninguém e mostrou o nick do cara (Isso pode até acontecer quando algum jogador consegue fazer um glitch pra "entrar" no cenário e ficar lá matando todo mundo na manha).
    A partir daí, eu percebi que não conseguia mais jogar granadas, mesmo tendo uma. Também notei que os jogadores do time adversário não conseguiam me ver e nem me causar dano, exceto um. Esse um foi justamente o cara "misterioso" que me matou, e ele permaneceu invisível. A partida seguiu e eu, obviamente, matei muito cara abusando dos melee attacks
    Enfim, o jogo acabou e eu fui correndo no menu do jogo pra salvar o replay. O estranho veio depois: tentei duas vezes ver o replay dessa partida, pra justamente ver ela sob a ótica dos outros jogadores, mas o console travou antes do replay começar nas duas tentativas. Tá lá gravado ainda, vou ver depois se tem como upar ela pra a internet.

    Resumo: bug/glitch bizarro no multi de Uncharted 2 me deixou invisível e um cara preso no cenário. Toda vez que eu tentei ver o replay da partida o console travou.

    • 19, agosto, 2011 em 00:30 | #65

      Caramba, muito legal esse seu relato Peron! Deu até a impressão que seu personagem ficou preso numa realidade alternativa, que ninguém enxergava, mas que um ser misterioso dessa realidade tanto enxergava quanto poderia te acertar.

      Tenta upar aí pra nós, quem sabe tenhamos tantos relatos legais assim que, mais pra frente, possamos até publicar aqui no PS uma coletânea de histórias cabulosas durante as partidas de game do pessoal.

      Abraço!

  56. Jejé
    27, agosto, 2011 em 17:03 | #66

    Aguardo mais podcasts ein! :P
    Ficou muito bom, a edição está excelente, principalmente por estar bem no início. Única coisa que achei que foi desnecessária mesmo foi o começo em que vocês comentaram sobre outras mídias e se estenderam por um bom tempo nisso. Mas não é nada que atrapalhe a diversão. :)
    Ah, e eu amei vocês terem usado as trilhas de Resident Evil de fundo (sou tão viciada que reconheci de cara auahuaa) /o/
    Beijos pessoal, sucesso! :)

    • 28, agosto, 2011 em 20:44 | #67

      Jejé! Um podcast não é completo se não tiver o seu aval!

      Valeu por ter ouvido e curtido! E fiz bem em cortar bastante… Aquela parte do começo que você achou desnecessária era bem maior originalmente! Foi um negócio pra "aclimantar" a galera, mas talvez tenha arrastado mesmo! E o uso das trilhas sonoras do RE foi em sua homenagem! kkkkkkk

      Beijo!

  57. 6, setembro, 2011 em 09:27 | #68

    Muito Bom o Cast (dica que não foi o primeiro no assusto, o pesoal do NewsInside fez um sobre o mesmo tema, recomendo que quem gostou procure, pois acho os pods se complementam, lá eles falam dos creepy em jogos mais modernos como o Fallout3 e Crysis).

    A edição ficou muito boa, o tema variado e divertidamente assustador, ainda não inverti otrecho q vcs gravaram o final, assim que chegar em casa vou descobrir a mensagem.

    Gostaria que procurassem se empenhar em gravar mais podcasts tem um hiato muito longo do primeiro pra esse e nem se quer divulgaram na Segredos e Rumores, vim aqui por acaso.

    Em Sonic Cd tem isso oh: http://www.youtube.com/watch?v=Z0fNa7Xw5PE

    • 6, setembro, 2011 em 09:16 | #69

      Opa, valeu Davi! Não conhecia o NewsInside, darei uma procurada no Podcast deles lá.

      No nosso caso, a gente preferiu dar foco nas histórias que surgiram além dos jogos do que as coisas sinistras dentro de determinado jogo, sabe? Talvez a gente dê continuidade com estranhezas dentro dos jogos mesmo, que os próprios desenvolvedores colocaram lá.

      Ah, e esse vídeo do Sonic CD virou post aqui! Caso queira dar uma olhada… http://passagemsecreta.com/sonic-cd-uma-assustado

      E valeu pelo apoio! É quase impossível fazer um podcast decente sem ter um hiato muito grande, infelizmente. A vida de todo mundo tá uma correria desgracenta. Mas já estamos fazendo o Brainstorm para o próximo, haha!

      Abraço!

    • 7, setembro, 2011 em 16:44 | #70

      Legal a dica Davi, vou procurar ouvir esse podcast com essa temática em games atuais.

      Acho que a palavra aqui não é exatamente "empenho" (já que o simples fato de administrar esse blog requer um epenho enorme da minha parte). Não queremos e nem podemos criar podcasts regulares, com a obrigação de lançar um por mês, falando de qualquer coisa, mesmo quando não há algum assunto bom. Não, a questão aqui é um único compromisso: com a qualidade – bandeira essa que levamos muito a sério desde os primórdios do blog, em 2008.

      Infelizmente já é insano tocar o blog, quanto mais integrá-lo à comunidade do Orkut "Segredos e Rumores dos Games" (uma das minhas metas para o PS). Ler os tópicos de lá é uma das coisas que mais gosto de fazer, mas não dá simplesmente pra usar a comunidade como palanque de divulgação pro blog, sem criar e acompanhar uma discussão proveitosa por si só. Mas concordo que deveríamos divulgar mais os posts do blog por lá (até porquê isso acrescenta às duas). Ela foi e ainda é a maior inspiração para o PS.

      Abraço!

    • 12, dezembro, 2011 em 14:56 | #71

      Acho que você deve estar se referindo a este podcast:
      http://www.newsinside.org/podcast/podcast-46-mens

  58. Henrique
    31, outubro, 2011 em 23:12 | #72

    Qual é a mensagem secreta no final? Tô com preguiça de fazer a inversão aqui… :-P

    • 7, dezembro, 2011 em 23:46 | #73

      Não acredito que ninguém ainda teve coragem de fazer isso (ok, eu também não teria)!

  59. 7, dezembro, 2011 em 12:37 | #74

    Não ouvi as músicas ao contrário mais estou me cagando de medo (tá escuro pra cacete aqui)

    • 7, dezembro, 2011 em 23:45 | #75

      Não ouça a parte que fala do monitor pegando fogo ao jogar um certo RPG-Action de PC. Sério.

      :]

  60. 12, dezembro, 2011 em 14:54 | #76

    Um complemento pra quem ouviu este podcast: ouçam a edição #40 do Nowloading sobre lendas de jogos. Baixe ele aqui:

    http://arquivonl.ueuo.com/

    Quando um dos membros comenta sobre uma experiência sinistra jogando Mortal Kombat, dá arrepios. Acho que nunca mais jogo MK à noite, sozinho.

    –…–

  61. 16, abril, 2012 em 17:15 | #77

    Caras… isso me lembrou quando eu vi alguma coisa naquelas antigas revistas de truques como Super Game Power que tinha um macete pra você unir Sonic the Hedgehog (acho que é assim) e mais outros cartuchos da série, Sonic 3 acho, daí apareciam alguns truqes lá, eu criança, meti na cabeça que podia fazer a mesma coisa com meu cartucho de Street Fighter e Alien 3 no meu SNES xD… e… DEU!

    Na verdade foi mais um bug, eu tinha aqueles SNES velhões com teclas de empurrar, daí eu coloquei primeiro meu cartucho de Aliens 3, ejeitei (ficava a imagem do jogo na tela mesmo com o cartucho fora que eu me lembre) e em seguida botei meu cartucho de SF e liguei, Apareceu una tela preta com uma linha amarela com umas letras sem sentido embaixo… nunca mais cosnegui fazer isso xD

    Outra coisa que só consegui fazer uma vez foi quando fiz o mesmo processo com meu Capitão Commando ainda no mesmo SNES, eu não me lembro se botei um cartucho antes, mas lembro que botei o cartucho, ejetei, encaixei de novo e liguei…

    Apareceu o capitão comammando com os gráficos todos trocados, as ruas e todos os cenários também, quando o capitão dava um soco, no lugar do braço aparecia o gráfico de um pedaço da rua, quando ele pulava aparecia partes de outro personagem, por aí vai xD.

    Mas esses foram bugs que eu mesmo produzi, o que me deixou surpreso, foi uma vez quando eu jogava Super Mario World, e fiz o Yoshi engolir uma chave, depois entrei num túnel, isso foi em uma fase de floresta, só me lembro disso, quando o Yoshi saiu do túnel… ele simplesmente tava com os gáficos trocados, igual como no capitão comando que mencionei acima, a cabeça era daquele bixo que parece jogador de baseball e o corpo era de alguma outra coisa, sei que ele ficou muito estranho, daí eu zerei fase e saí do mapa, pra ver como ele ficava, no mapa, ele parecia um fantasma, o gráfico ficou todo esquisito com alguns pixels brancos, parecia que tava montano no Missing No xD. Daí entrei em uma fase e novamente entrei por outro túnel, daí ele voltou ao normal.

    Tentei repetidas vezes fazer o processo de novo mas nunca mais consegui fazer o Yoshi Missing No voltar xD

    • 19, abril, 2012 em 21:48 | #78

      Essas coisas que você contou já me dão medo só de imaginar acontecendo comigo… Sempre quando a rotina do jogo muda, já me dá aquela apreensão! Bom dos cartuchos era que acontecia essas coisas, e tornava a jogatina emocionante. Ou não!

    • 15, fevereiro, 2013 em 00:27 | #79

      Super Mario World é bugado pra caramba!

      Me lembro de ter anotado uma vez sobre um bloco invisível em certa parte do jogo, que bloqueava seu caminho (pelo alto da fase). Também não era possível interagir com o mesmo.

  62. didao
    4, novembro, 2012 em 17:07 | #80

    medo

  63. Thiago de O. F.
    14, fevereiro, 2013 em 22:18 | #81

    Eu tenho uma história,vocês ja devem saber da lenda de tails doll que é relativamente antigo,quando eu li sobre esta creepy eu quis testa-la (eu tenho um Sega Saturn e uma fita original de Sonic R) eu segui o processo (selecionar a música,o local e os personagens) eu joguei,no início não aconteceu nada e o jogo foi normal,porém no final da partida a minha TV pifou,e como eu queria jogar tudo para poder comprovar que era falso eu re-fiz o processo inteiro,na ultima volta (eu estava ganhando) a imagem começa a distorcer e depois de 5 segundos ela voltou ao normal,eu ganhei a corrida e apareceu a tela que fala que você ganhou,bom,foi só isso,é uma creepy afinal, ela não é real,a única coisa que aconteceu foi uma distorção de imagem e a minha TV que desligou,só isso…

  64. Thiago de O.F.
    14, fevereiro, 2013 em 22:25 | #82

    Se vocês gostam de terror entrem neste site:
    http://medob.blogspot.com.br/

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: