Página Inicial > artigos, N64 > 15 anos de International Superstar Soccer 64

15 anos de International Superstar Soccer 64

Ok, agora sinto o peso da velhice. Mas a idade ainda não apagou minhas memórias sobre este que, sem dúvida, foi um dos cartuchos que mais assoprei para que funcionasse no meu Nintendo 64. Após passar horas e horas jogando Fifa 97 no Mega Drive, minhas referências sobre futebol em videogame deram um enorme salto ao mesmo tempo em que transitava de uma geração a outra; ou seja, não obstante estar deslumbrado com os gráficos poligonais espetaculares que só o 64-bit da Nintendo poderia gerar, agora estava de boca aberta com o que ISS possibilitava fazer em termos de jogabilidade e diversão.

Impossível não esquecer da abertura, dos logos da Major A e Konami cheios de efeitos 3D, da trilha sonora meio jazz, meio rock e meio samba (que você pode baixar aqui; não precisa agradecer), das milhões de táticas e controles, dos estádios detalhados, das animações variadíssimas, do modo Big Head, e, é claro, do multiplayer, muito favorecido pelas quatro entradas para controles do Nintendo 64. Oferecendo uma jogabilidade que trazia certa simulação sem perder a alma de arcade (como a possibilidade de controlar o vento enquanto a bola está no ar – sim, a física permitia isso), as partidas em quatro jogadores eram uma verdadeira zona, com uma porção de absurdos e momentos que desafiavam a inteligência humana, mas proporcionavam altas risadas (ou confusões saudáveis) em grupo.

Tudo isso ao som que lidava extremamente bem com as limitações técnicas do Nintendo 64, com os gritos da torcida realisticamente expansivos. Mas é óbvio que é o narrador que ganha destaque aqui. Exageradamente empolgado, é pouco provável que exista outro jogo de futebol em que o narrador tenha sido tão eufórico e bipolar – e, na versão japonesa, era pior ainda.

O engraçado é que, mesmo que não oferecesse na época a licença original que era exclusiva da Eletronic Arts e seus jogos da série FIFA, as “adaptações” dos nomes dos jogadores tornaram-se um clássico hoje em dia, com memes em quantidade insuportável referenciando Allejo, Beranco, Gomez e outros. No fim das contas, uma das fraquezas de ISS 64 naquele momento acabou funcionando a seu favor nos dias de hoje.

Com o sucesso do jogo, a KCEO (Konami Computer Entertainment Osaka, responsável por este e outros jogos de N64 como Deadly Arts e Hybrid Heaven) produziu duas continuações lançadas no Ocidente: International Superstar Soccer 98 e 2000. Enquanto que o primeiro ofereceu uma série de aprimoramentos nos gráficos e na jogabilidade (fazendo desse o jogo definitivo de futebol para N64), o segundo não trouxe tantas novidades, a ponto de ter um lançamento restrito no final do ciclo de vida do console, e uma conversão para o Playstation 2 em seu nascimento. Infelizmente, nessa geração PS2/GC/Xbox, a franquia não se atualizou tanto quanto seu “rival” Winning Eleven/Pro Evolution Soccer, produzido pela KCET (Konami Computer Entertainment Tokyo); por isso, o último jogo da série foi lançado em 2003 sob o nome de International Superstar Soccer 3, tendo uma receptividade bem aquém do que era antigamente.

Por isso, com o advento da outra série de futebol e do possível risco de ver a Konami engalfinhada em uma confusão de franquias futebolísticas, Pro Evolution Soccer se tornou destaque, enquanto que ISS ficou apenas para escanteio. Com o falecimento de Katsuya Nagae, produtor da série, a possibilidade de que um dia a série retorne a campo fica menor ainda. Para nós, resta apenas o devaneio de um universo alternativo: E se essa série evoluísse para a geração atual ao invés do WE/PES?

 

Jornalista de games, editor de vídeo e estudante de Audiovisual, escreve atualmente para a Revista OLD! Gamer. Além dos joguinhos, também dá pitacos sobre cinema, TV e tecnologia; sempre acreditando que a ironia é a melhor forma de sinceridade. Ouve Game Music e trilhas sonoras de filmes durante a maior parte do tempo, mas jura que é uma pessoa legal. Seguista, badernista e exorcista.

Twitter YouTube 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Categories: artigos, N64
  1. 1, agosto, 2012 em 07:11 | #1

    Os ISS do N64 eu preciso conferir, só joguei os do SNES. Mas como joguei o ISS Deluxe e aqueles hacks de futebol brasileiro, era muito legal! E sempre achei que o Winning Eleven fazia parte da série, não é a toa que eu não curta mais esses jogos de futebol atuais, e é uma pena que não tenha mais jogos do ISS. De qualquer forma, parabéns ISS64 e obrigado pela diversão proporcionada para nós retrogamers! Allejo é a lenda!

    • 1, agosto, 2012 em 08:40 | #2

      Quando puder, jogue algum de 64 com alguns amigos. Mesmo que não saiba jogar, com certeza vai se divertir pra caramba!

  2. 1, agosto, 2012 em 09:02 | #3

    Esse, junto com Fifa 95 do Mega Drive, foram os únicos jogos de futebol os quais realmente joguei como um viciado, porque nunca fui mesmo um fã do gênero – sejam nos games ou na vida real.

    E lembro que tive o ISS64 pelo seguinte; na época tinha um colega do colégio que estava louco para ir em uma festa na cidade e estava sem um P*to no bolso. Ai no desespero e sabendo que eu tinha o console me ofereceu o cartucho dele por R$20 ! Lógico que comprei mesmo sem gostar de futebol, pois cartuchos para o n64 era algo que só pedindo muito para talvez ganhar em alguma data festiva.

    Fui jogando ele aos poucos para aproveitar o investimento e acabei gostando da brincadeira. O tempo passou…e hoje colecionando games do console eu ainda não tenho esse jogo ! Então Sr. Rafael, se achar por ai a um preço camarada entre em contato que já fazemos um escambo 😛

    • 1, agosto, 2012 em 09:33 | #4

      Rapaz, acho que esse cartucho é um dos mais fáceis de achar, junto com aquele Star Wars Shadows of The Empire 😛 Se precisar comprar, me fale que arrumo um tempo pra cavar.

  3. 1, agosto, 2012 em 09:29 | #5

    simplesmente o melhor futebol que já tive o prazer de jogar…de todos os tempos!!!!!!! Fifa 99 é em segundo lugar….

    quando era garoto, nas locadoras não tinha nada contra quem queria jogar ISS ou Fifa no Mega, bom, pelo menos não o odiava como hoje em dia.

    quando via o pessoal mais velho jogando e eu assistia Super Campeões/Capt.Tsubasa me dava muita vontade de joga-lo. só quando ganhei o N64, que comprei esse game e o destrinchei de cabo a rabo. eu e meu irmão ficamos tão craques que iamos apenas no nível 5 de dificuldade(Expert) e faziamos muitos gols. ele com T.Keegan da Inglaterra e eu com Hashimoto do Japão.

    e muitos dizem para mim: ah Leandro, ISS é mais arcade, portanto mais fácil e Wing Elevi não é.

    concordo, Wing Eleven não é nada fácil de dominar os malditos controles. e os gols não tem impacto, mas é o realismo que conta certo?

    para mim..TÁ ERRADO!

    na época, qualquer um poderia aprender a gostar de futebol. pois os controles eram simples e o mais importante: QUALQUER TIME SE DAVA PARA GANHAR! eu mesmo, gostava de ir com as seleções da Croácia,Japão,Austria,Irlanda e Camarões. porque? uma palavra: RAÇA!! eu não era o maior viciado em futebol, mas na era SNES/N64 eu ganhava com os meus times fracos. e olha que os meus amigos escolhiam Brasil,Argentina,Dinamarca, Alemanha e até as seleções especiais e ainda sim vencia. mas as vezes perdia. e até num campeonato de futebol de ISS 64 feito aqui no meu bairro, tirei o 4 colocado. meu irmão mais novo venceu com a England….bons tempos, eu lhes digo

    e graças ao maldito infortúnio chamado Wing Eleven ou PES nos dias atuais, fizeram muitos garotos não gostarem tanto assim do gênero como antes. pois para você ter uma chance de ganhar, tem de escolher a Elite do futebol. Manchester,Barcelona,Real Madrid ou o Santos(tem quem ainda bota fé no Neymar….) e com os controles difíceis de se aprender. ao menos para mim é.

    naquela época não tinha Messi,Rooney,Punhol ou Cristiano Ronaldo, era Sieke,Laudrup,Capitale e Allejo. e mesmo não contando com esses astros no meu time, eu ia com fúria e vontade para marcar gols, provando que mesmo sem um time de estrelas, dá para se fazer o impossível. bem diferente os futibas de hoje em dia, que mal suporto olhar. e onde um carinha vence com o time do Messi e se acha fodão.

    ingênuos, se querem a minha opinião.

    para se ter uma ideia, eu uma vez convidei um amigo para jogarmos um hora de PS1 na época. e então fomos. ele escolheu Wing Eleven para jogar. eu fiquei assim, mas é o amigo que gosta fazer o que? eu fui com um dos times da Inglaterra e ele foi com o Inter…levei uma coça de 4 a 0. na segunda partida fui com o Manchester e ele foi com o Chelsea, eu o massacrei sem esforço algum por 3 a 1

    e ainda me elogiou: você não disse que não sabia jogar, Leandro?

    eu: ……????????

    nem sabia jogar qualquer futebol do PS1, tive que escolher um time forte para ter uma chance….sabem o que chamo isso? Comodismo. é quase como você ir com Rugal, Orochi e Ignizt num KOF da vida.

    esse game deixaria Oliver Tsubasa orgulhoso(sarcasmo)….sinceramente. os futibas atuais estão mecânicos demais. eu sequer fiz esforço para vencer um amigo viciado no PS1, já no N64 não, era raça, repito. RAÇA MESMO!!!!

    desculpem pelo meu desabafo. mas era o que queria contar a vocês.

    • 14, outubro, 2012 em 03:02 | #6

      Bom discurso!

      Eu mesmo nunca havia parado para pensar nisso. Talvez seja porque não sou muito fã de jogos de esporte.

  4. 1, agosto, 2012 em 09:39 | #7

    Clap clap clap! Eu sou desses também que preferem um futebol mais arcade que exige mais habilidade do que técnica. Aí, a vitória fica por conta da habilidade, ao invés das estratégias ou das estatísticas de um jogador ou time. ISS 64 acaba tendo alguns desequilíbrios (consigo ganhar de goleada do Brasil no level 5 jogando com o Japão), mas no fim das contas, acaba mostrando que tudo é possível, e imprevisível. E, nesse sentido, é tão realista quanto o futebol de verdade!

  5. Felipe Silva
    1, agosto, 2012 em 10:03 | #8

    ISS é uma série que faz falta hoje em dia. Acho que a Konami podia sim continuar com duas séries de futebol, algo que a EA tenta fazer sem sucesso com seu Fifa Street.

    Inclusive seria ótimo para a evolução dos jogos da empresa, pois melhorias feitas no ISS poderiam ser implementadas de alguma forma no PES, que sofre hoje pela estagnação que lhe acometeu desde 2010.

    Excelente post caro Rafael 😀

    • 1, agosto, 2012 em 22:39 | #9

      Verdade, verdade. Mas acho que a diferença da série Street para o Fifa normal é bem maior do que seria se tivéssemos PES e o ISS… Acho que a Konami consideraria isso inviável. É uma pena mesmo.

  6. Lucas Arreguy
    1, agosto, 2012 em 20:44 | #10

    Excelente post…
    ISS 64 marcou muito, mesmo tendo o Allejo careca como o Ronaldo, xD
    Sempre joguei muito ele, jogando também o 98 e o 2000…=)

    Você disse que o ISS3 ficou aquém, mas aquelas versões de Campeonato Brasileiro de PS1 aqui no Brasil todas eram feitas em cima do ISS3(e todo mundo acha que é Winning Eleven, é ISS 3)

    Se ele fosse bem emulado, podia até rolar um campeonato online…=)
    Eu sou Holanda, com De Rijk, Koppers e Bergsen…4-3-3

    • 1, agosto, 2012 em 22:38 | #11

      Joguei pra caramba o 98 e o 2000 também, mas o 64 ganha disparado dos 2 em horas jogadas 😛

      Mas olha, acho que você confundiu o ISS 3 de PS1 com o de PS2. Eu estava me referindo a esse último, dá só uma olhada:


      E pois é, é uma pena mesmo que ainda não tem emulador que rode esse jogo decentemente. Senão, já estaria jogando online há muito tempo…

      • Lucas Arreguy
        2, agosto, 2012 em 08:14 | #12

        Tava vendo aqui…O jogo que era utilizado para se fazer as mais de 8000 versões de Campeonato Brasileiro era o ISS 2 de PS1…até porquê eu tinha a versão original dele e os piratas…=D

        Qualquer dia a gente marca um campeonato online, só que tem que ser do 98 ou o 2000, até porque o 64 não dá…

        Já que pode ser o 98, eu ainda sou Holanda, com Dergcamp, Cecu e v. Hidonk no ataque da laranja mecânica

  7. 14, outubro, 2012 em 02:47 | #13

    Puxa! O último texto aqui publicado foi no final de julho? Quem diria! Passou-se bastante tempo até a volta (exatos 75 dias)!

    Confesso que pouco joguei no Nintendo 64. Sendo assim, foram poucos os minutos em que desfrutei partidas no International Superstar Soccer 64. Fico triste de ver o quanto perdi, ao ler um texto saudosista e elogioso sobre o mesmo.

    A pergunta final é bastante interessante, porém pensando bem, a série hoje não sobreviveria no meio dos "grandes" Winning Eleven/Pro Evolution Soccer e FIFA. O pessoal desde as versões piratas do Campeonato Brasileiro mostrava que gostava de "personificar" os famosos times com seus badalados jogadores, e atualmente isso é possível, até sob a transmissão de populares narradores esportivos. Foi uma "evolução", mesmo que tenha desagrado a muitos.

  8. 1, novembro, 2012 em 19:32 | #14

    Ótima matéria, mas essa é a ultima do site?

    • 2, novembro, 2012 em 00:25 | #15

      Poucos dias após esta matéria ser publicada, tivemos um problema com o servidor e voltamos a alguns dias.

      Pode ficar tranquilo que tem muita coisa vindo por aí!

  9. Agent13
    13, novembro, 2012 em 18:55 | #17

    Lembro dele que passava por aqui!

  10. Tatiana
    3, dezembro, 2012 em 13:13 | #18

    Estimad@ blogger,

    Meu nome é tatiana e gostaria de contar com o seu trabalho para uma campanha de publicidade. Se está interessado, por favor responda a este email e te passo todas as informações necessárias para desenvolver o trabalho

    Abraços,
    Taty

  11. 13, janeiro, 2013 em 19:38 | #20

    International Super Star Soccer 64 sem dúvidas é um dos melhores jogos de futebol da série. Mas no N64, eu prefiro FIFA 99!!!

    • 13, janeiro, 2013 em 21:49 | #21

      Te falar que tentei gostar de Fifa 99, mas nunca gostei muito. A taxa de frames por segundo era meio instável, e o ISS parecia ter mais "calor humano"… Não sei explicar 😛

  12. Thun
    29, junho, 2013 em 15:58 | #22

    Estou agora mesmo jogando o ISS 98. Incrível.

  13. helisonbsb
    26, fevereiro, 2014 em 15:43 | #23

    bons tempos,,,joguei muito esse jogo!!!era um dos meus preferidos do n64,,,,era possível fazer gols olimpicos e com efeitos colocando o direcional para o lado no momento do chute,,,,com os mesmos efeitos do snes,,,bons tempos mesmo,,,dukaralho mesmo!!!show

  1. Nenhum trackback ainda.
Você deve estar autenticado para enviar um coment´rio.
%d blogueiros gostam disto: