OLD! Gamer 13 na pré-venda; Nintendistas vão pular carnaval

Férias acabando, bimestre virando, OLD! Gamer 13 saindo. Quem diria, hein? A periodicidade continua a toda, e dessa vez com uma edição de aniversário. Peraí, aniversário? De quem, do editor? Acho que não. Ao que parece, as edições comemorativas virão a cada 12 publicações, uma vez que a revista, como sabemos no início, não foi muito amiga do calendário. É uma boa forma de padronizar esse ciclo, influenciando na produção de conteúdo especial para celebrar a criação da OLD! Leia mais…

Categories: notícias

Vídeo – 4 coisas que você não sabia sobre Golden Axe

Pois é: depois de uma pausa de mais de um ano, finalmente voltei a fazer um vídeo sobre games! Neste aqui, algumas curiosidades e mitos desvendados sobre o Golden Axe – incluindo aquela baboseira sobre os prisioneiros que estourou recentemente.

A ideia não foi a de fazer uma análise aprofundada; aqui o negócio é bem mais rápido, é beeeeeem rapidinho, tentando mostrar alguns fatos interessantes. Acredito que existirão outras oportunidades para fazer algo mais minucioso desse jogão, então deixemos quieto por enquanto.

Aliás, eu meio que fiz um “reboot” no meu canal. Com o pseudônimo “Virtua Gamer“, estou querendo fazer mais vídeos, seguir de forma profissional, entende? Por isso, conto com o apoio de vocês. Opiniões serão muito bem vindas, assim como sugestões de pautas futuras, etc!

Ah, e se gostou desse treco aí, não se esqueça de curtir compartilhar favoritar blá blá blá. Se quiser xingar também, manda ver!

Bayonetta e as homenagens e referências à Sega

Bayonetta Space Harrier!.mp4_snapshot_00.12_[2013.01.05_07.30.42]

Já jogou Bayonetta? Não? Faça isso antes de morrer, por favor. Sério: até agora, é um dos jogos em que mais me diverti aqui desde que comprei o Xbox 360, e inclusive pesou bastante no fato de ter escolhido a caixa preta maldita ao invés do Playstation 3, uma vez que o console da Sony recebeu uma conversão bem maltrapilha. O jogo da Platinum Games é espetacular, extravagante, extremo. É como se não existisse limite no exagero; a cada momento, um bombardeio de excelentes visuais, criaturas enormes e cenários épicos. Tudo apresentado através de gráficos sensacionais e uma trilha sonora incrível, misturando jazz e música clássica, acompanhados de uma jogabilidade fluida e divertida. A única lamentação está na história e no roteiro, que não apresenta muita coerência. Porém, definitivamente, a narrativa serve aqui mais como acessório para as estripulias interativas de Bayonetta, que são o foco do jogo.

Leia mais…

Categories: Curiosidades, variedades

O Nintendo 64 e seu áudio lamentavelmente mutilado

O Nintendo 64 era demais. Sem sombra de dúvida. Na época em que eu jogava muito esse console, não pensava de jeito algum em trocar pelo Playstation – se bem que, lembrando bem, houve uma época em que acabei me rendendo à Sony, fazendo ocasionais trocas de videogame com os amigos. Enquanto eles se acabavam com os meus cartuchos de Mario Party e Smash Bros, ia descobrindo clássicos como Metal Gear Solid, Ridge Racer Type-4, Dino Crisis 2; muita coisa boa, apesar dos load times e das texturas tortas que às vezes não suportava (e também de ter que virar o videogame de cabeça pra baixo para os vídeos não travarem).

Porém, jogando no Playstation, também descobri uma realidade cruel: o som do Nintendo 64 era fecal. E não era apenas algo que fedia. Era de fato uma deficiência grave do console, algo que definitivamente não foi uma prioridade na engenharia do sistema. Se já não bastava o fato de o videogame utilizar o cartucho como mídia de armazenamento, com limitada capacidade de memória (impedindo o uso de muitas vozes em alta qualidade), o hardware não tinha nem mesmo um chip sonoro, ou uma CPU dedicada ao áudio, nada! Todo os efeitos e músicas, todo o programa de sequenciamento, a descompressão, enfim, todo o som tinha de ser gerado via software, ou seja, competindo no mesmo espaço onde parte da programação do cartucho era processada, prejudicando o desempenho do jogo.

Leia mais…

Categories: Curiosidades, variedades

O que você jogou em 2012? Versão do Flavio Master

Início de ano sempre tem aquele ar de retrospectiva, onde você fica olhando o que acertou, o que errou, como melhorar e o blá blá blá de sempre. Mas no final, sempre penso igual ao Marcos: mesmo tendo um monte de videogames, cadê o tempo pra jogar? E ainda, quando eu tenho tempo, cadê mais gente pra jogar comigo? Afinal, vai demorar pro meu pequeno padawan crescer e, como old gamer que sou, jogar on-line com japinhas que decoram o tempo do frame de jogos de luta e te batem sem deixar tempo de pensar é absolutamente broxante.

Oldgamers

Assim sendo, é impossível ficar longe dos detestados (pelo Marcos) jogos casuais, mas isso não me impede de soprar a poeira dos meu VGs velhos de guerra de vez em quando. À lista, senhoras e senhores.

Leia mais…

Resident Evil 1.5 poderá ser lançado por fãs!

Resident Evil 1.5 - Abertura

Grupo diz ter em mãos uma das versões de RE1.5 e pretende lança-la em breve!

.

Um dos maiores segredos da CAPCOM está guardado há pelo menos 15 anos em alguma gaveta empoeirada, bem longe do alcance do público: a versão cancelada de Resident Evil 2 (Bio Hazard 2, no Japão), apelidada de Resident Evil 1.5.

Só pra lembrar, a continuação do grande sucesso da CAPCOM foi cancelada quando estava por volta de 80% concluída, devido à insatisfação dos produtores com o game. O projeto recomeçou do zero e deu origem ao RE2 que todos conhecemos. Os detalhes e imagens do jogo foram amplamente divulgados e estão por aí na rede, mas nunca ninguém conseguiu pôr as suas mãos nesse valiosíssimo protótipo.

Leia mais…

O que você jogou em 2012? Versão do Talude

Esse talvez seja o primeiro ano que eu dê preferência para jogos online e a jogos mais avançados que 16 bits. Talvez o principal motivo seja que esse ano consegui ter um PC melhor (ainda que a placa de vídeo esteja com problemas). Jogar alguns jogos que vou citar aqui era impossível, seja pela lentidão que ficava online ou por não rodar mesmo. Ah, como a velocidade ajuda… Bem, vamos aos jogos.

Leia mais…

O que você jogou em 2012?

Games que joguei em 2012

Se você está lendo este post significa que o ano de 2012 está acabando, o mundo não terminou dia 21/12 e o Passagem Secreta milagrosamente renasceu das cinzas após seguidos problemas no segundo semestre. E, mais uma vez, mesmo que tardiamente mas cumprindo com o prometido, estamos (dessa vez apenas eu, raios!) participando de mais um meme: os jogos que mais joguei no ano de 2012.

Leia mais…